15 de outubro de 2018 em Cultura

3ª edição da Ciclofaixa Cultural realiza percurso no eixo Benfica-Centro

A iniciativa promove a educação patrimonial, possibilitando a cidadãos e turistas o acesso ao patrimônio local


ciclistas na frente do Museu do Ceará
Nesta edição, o percurso percorrido pelo grupo de cerca de 20 pessoas, contemplou o Paço Municipal, Museu do Ceará, Cidade das Crianças e o Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará (Mauc) como principais pontos de visitação
A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), realizou a terceira edição da Ciclofaixa Cultural neste domingo (14/10). Nesta edição, o percurso percorrido pelo grupo de cerca de 20 pessoas, contemplou o Paço Municipal, Museu do Ceará, Cidade das Crianças e o Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará (Mauc) como principais pontos de visitação. Além desses, os ciclistas também passaram por logradouros históricos e culturais do eixo Benfica-Centro, como a Praça dos Leões, a Praça da Bandeira e o Conservatório de Música Alberto Nepomuceno.

Na ocasião, os visitantes foram guiados em cada um dos espaços por monitores da Secultfor e pelo turismólogo Paulo Probo. Ele explica que a iniciativa possui, principalmente, uma ideia de educação patrimonial, utilizando-se do sucesso de adesão à Ciclofaixa de Lazer para possibilitar a mais cidadãos e turistas o acesso ao patrimônio local.

“Hoje a gente vem planejando roteiros diversos e cada edição compõe um itinerário diferente. São equipamentos históricos e culturais que precisam ser mais vistos pela população. A cada edição a gente percebe que o número de pessoas aumenta e que as pessoas realmente valorizam esse tipo de iniciativa”, reforça Paulo.

Por sua vez, o gerente do patrimônio material da Secultfor, Diego Amora, frisou a importância de valorizar os equipamentos do Centro de Fortaleza. “Nosso intuito é Despertar para os cidadãos o nosso patrimônio, fazer com que o pessoal se aproprie desses espaços e saibam que o bairro tem uma agenda cultural permanente”.

Dentre outras iniciativas da pasta para a valorização patrimonial, Diego Amora destacou o Seminário do Patrimônio, de ocorrência anual; e atual a formação contínua de professores, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SME), para a disseminação de conteúdo relacionado à memória da cidade também nas salas de aula.

A comerciária Sandra Cariús é gaúcha e já mora há mais de 30 anos em Fortaleza. Dentre outras atividades que tinha para este domingo, escolheu priorizar o passeio ciclístico pela oportunidade de conhecer a cidade onde mora. "A gente passa tantas vezes por perto e não sabe a história daquilo que vemos todos os dias", contou.

Corredor Cultural do Benfica

Esta edição da Ciclofaixa Cultural integra a programação do Corredor Cultural do Benfica 2018. Com programação que inclui shows musicais, teatro, dança, atrações infantis, sessões de cinema, oficinas, feirinhas, visitas guiadas e prestação de serviços, ao longo de todo domingo (14/10) no entorno da Reitoria da UFC, o Corredor Cultural do Benfica 2018 é uma realização do Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede) e da Universidade Federal do Ceará (UFC), com agradecimento à Enel, apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult-CE) e da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), e organização da Maestria Comunicação e Eventos.

3ª edição da Ciclofaixa Cultural realiza percurso no eixo Benfica-Centro

A iniciativa promove a educação patrimonial, possibilitando a cidadãos e turistas o acesso ao patrimônio local

ciclistas na frente do Museu do Ceará
Nesta edição, o percurso percorrido pelo grupo de cerca de 20 pessoas, contemplou o Paço Municipal, Museu do Ceará, Cidade das Crianças e o Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará (Mauc) como principais pontos de visitação
A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), realizou a terceira edição da Ciclofaixa Cultural neste domingo (14/10). Nesta edição, o percurso percorrido pelo grupo de cerca de 20 pessoas, contemplou o Paço Municipal, Museu do Ceará, Cidade das Crianças e o Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará (Mauc) como principais pontos de visitação. Além desses, os ciclistas também passaram por logradouros históricos e culturais do eixo Benfica-Centro, como a Praça dos Leões, a Praça da Bandeira e o Conservatório de Música Alberto Nepomuceno.

Na ocasião, os visitantes foram guiados em cada um dos espaços por monitores da Secultfor e pelo turismólogo Paulo Probo. Ele explica que a iniciativa possui, principalmente, uma ideia de educação patrimonial, utilizando-se do sucesso de adesão à Ciclofaixa de Lazer para possibilitar a mais cidadãos e turistas o acesso ao patrimônio local.

“Hoje a gente vem planejando roteiros diversos e cada edição compõe um itinerário diferente. São equipamentos históricos e culturais que precisam ser mais vistos pela população. A cada edição a gente percebe que o número de pessoas aumenta e que as pessoas realmente valorizam esse tipo de iniciativa”, reforça Paulo.

Por sua vez, o gerente do patrimônio material da Secultfor, Diego Amora, frisou a importância de valorizar os equipamentos do Centro de Fortaleza. “Nosso intuito é Despertar para os cidadãos o nosso patrimônio, fazer com que o pessoal se aproprie desses espaços e saibam que o bairro tem uma agenda cultural permanente”.

Dentre outras iniciativas da pasta para a valorização patrimonial, Diego Amora destacou o Seminário do Patrimônio, de ocorrência anual; e atual a formação contínua de professores, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SME), para a disseminação de conteúdo relacionado à memória da cidade também nas salas de aula.

A comerciária Sandra Cariús é gaúcha e já mora há mais de 30 anos em Fortaleza. Dentre outras atividades que tinha para este domingo, escolheu priorizar o passeio ciclístico pela oportunidade de conhecer a cidade onde mora. "A gente passa tantas vezes por perto e não sabe a história daquilo que vemos todos os dias", contou.

Corredor Cultural do Benfica

Esta edição da Ciclofaixa Cultural integra a programação do Corredor Cultural do Benfica 2018. Com programação que inclui shows musicais, teatro, dança, atrações infantis, sessões de cinema, oficinas, feirinhas, visitas guiadas e prestação de serviços, ao longo de todo domingo (14/10) no entorno da Reitoria da UFC, o Corredor Cultural do Benfica 2018 é uma realização do Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede) e da Universidade Federal do Ceará (UFC), com agradecimento à Enel, apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult-CE) e da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), e organização da Maestria Comunicação e Eventos.