21 de julho de 2022 em Meio ambiente

44 mil toneladas de lixo e aguapé são retiradas de recursos hídricos no primeiro semestre deste ano

A gestão municipal realizou a limpeza de 168 canais e lagoas e a desobstrução de quase quatro mil bocas de lobo


homens limpando um canal
Para os serviços, a gestão conta com equipes de trabalhadores e o auxílio de retroescavadeiras, escavadeiras hidráulicas e caminhões multiuso (Foto: Thiago Gaspar/arquivo)

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria da Gestão Regional (Seger), segue cumprindo o cronograma de limpeza urbana em diversos bairros da cidade. No primeiro semestre deste ano, a gestão municipal realizou a limpeza de 168 canais e lagoas e a desobstrução de 3.985 bocas de lobo. Ao todo, já foram coletadas 44.646,62 mil toneladas de lixo e aguapés dos recursos hídricos da capital.

Dentre os recursos hídricos que receberam ação de limpeza no mês de junho, estão os canais do Aracapé (Mondubim), das Pedrinhas (Bonsucesso), do Parque São José (PArque São José), além das lagoas do Urubu (Floresta), do Ipec (Cidade dos Funcionários) e dos açudes do Danilo (Messejana) e João Lopes (Monte Castelo).

Para os serviços, a gestão conta com equipes de trabalhadores e o auxílio de retroescavadeiras, escavadeiras hidráulicas e caminhões multiuso. Além de lixo, são recolhidos móveis velhos, dejetos, recicláveis e aguapés. “O principal objetivo desse conjunto de ações de limpeza de recursos hídricos é conter riscos de inundação e alagamento que podem afetar as vidas dos fortalezenses”, explica o secretário executivo da Gestão Regional, Arcelino Lima.

Nesse contexto, a gestão municipal ressalta a importância de a população colaborar com esse trabalho, evitando o descarte de lixo nesses locais. Atualmente, a Prefeitura de Fortaleza conta com 90 Ecopontos distribuídos em todas as regionais para o descarte correto de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais.

Além disso, a população deve também ficar atenta ao cronograma de coleta de lixo domiciliar realizada em todos os bairros de Fortaleza, três vezes por semana: segunda, quarta e sexta-feira ou terça, quinta-feira e sábado.

44 mil toneladas de lixo e aguapé são retiradas de recursos hídricos no primeiro semestre deste ano

A gestão municipal realizou a limpeza de 168 canais e lagoas e a desobstrução de quase quatro mil bocas de lobo

homens limpando um canal
Para os serviços, a gestão conta com equipes de trabalhadores e o auxílio de retroescavadeiras, escavadeiras hidráulicas e caminhões multiuso (Foto: Thiago Gaspar/arquivo)

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria da Gestão Regional (Seger), segue cumprindo o cronograma de limpeza urbana em diversos bairros da cidade. No primeiro semestre deste ano, a gestão municipal realizou a limpeza de 168 canais e lagoas e a desobstrução de 3.985 bocas de lobo. Ao todo, já foram coletadas 44.646,62 mil toneladas de lixo e aguapés dos recursos hídricos da capital.

Dentre os recursos hídricos que receberam ação de limpeza no mês de junho, estão os canais do Aracapé (Mondubim), das Pedrinhas (Bonsucesso), do Parque São José (PArque São José), além das lagoas do Urubu (Floresta), do Ipec (Cidade dos Funcionários) e dos açudes do Danilo (Messejana) e João Lopes (Monte Castelo).

Para os serviços, a gestão conta com equipes de trabalhadores e o auxílio de retroescavadeiras, escavadeiras hidráulicas e caminhões multiuso. Além de lixo, são recolhidos móveis velhos, dejetos, recicláveis e aguapés. “O principal objetivo desse conjunto de ações de limpeza de recursos hídricos é conter riscos de inundação e alagamento que podem afetar as vidas dos fortalezenses”, explica o secretário executivo da Gestão Regional, Arcelino Lima.

Nesse contexto, a gestão municipal ressalta a importância de a população colaborar com esse trabalho, evitando o descarte de lixo nesses locais. Atualmente, a Prefeitura de Fortaleza conta com 90 Ecopontos distribuídos em todas as regionais para o descarte correto de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais.

Além disso, a população deve também ficar atenta ao cronograma de coleta de lixo domiciliar realizada em todos os bairros de Fortaleza, três vezes por semana: segunda, quarta e sexta-feira ou terça, quinta-feira e sábado.