18 de março de 2020 em Mobilidade

AMC suspende fiscalização de restrição de caminhões em Fortaleza até o final do mês

A medida começou a vigorar desde o dia 16 de março e vai até o final do mês


A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) determinou a suspensão da fiscalização da restrição de caminhões na Cidade em caráter provisório. A medida começou a vigorar desde o dia 16 de março e vai até o final do mês.

Com a determinação, os veículos de carga estarão liberados para circular em quaisquer horários. O objetivo é otimizar o abastecimento de mercadorias e a circulação de produtos.

O órgão observou uma redução significativa no fluxo veicular, resolvendo flexibilizar a Portaria 83/2015 que restringe a circulação de veículos de carga em Fortaleza.

Outras medidas

Além dessa medida, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) prorrogará a Autorização Especial de Tráfego (AET) por 30 dias no intuito de evitar deslocamentos desnecessários à sede do órgão.

“Hoje, os caminhões só circulam se tiverem com essa autorização em dia. Com a ampliação deste prazo, estaremos contribuindo para a segurança de todos”, ressalta Arcelino Lima, superintendente da AMC.

AMC suspende fiscalização de restrição de caminhões em Fortaleza até o final do mês

A medida começou a vigorar desde o dia 16 de março e vai até o final do mês

A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) determinou a suspensão da fiscalização da restrição de caminhões na Cidade em caráter provisório. A medida começou a vigorar desde o dia 16 de março e vai até o final do mês.

Com a determinação, os veículos de carga estarão liberados para circular em quaisquer horários. O objetivo é otimizar o abastecimento de mercadorias e a circulação de produtos.

O órgão observou uma redução significativa no fluxo veicular, resolvendo flexibilizar a Portaria 83/2015 que restringe a circulação de veículos de carga em Fortaleza.

Outras medidas

Além dessa medida, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) prorrogará a Autorização Especial de Tráfego (AET) por 30 dias no intuito de evitar deslocamentos desnecessários à sede do órgão.

“Hoje, os caminhões só circulam se tiverem com essa autorização em dia. Com a ampliação deste prazo, estaremos contribuindo para a segurança de todos”, ressalta Arcelino Lima, superintendente da AMC.