18 de junho de 2022 em Juventude

Atletas da Rede Cuca disputam o Campeonato Brasileiro de Kickboxing 2022 em Vitória (ES)

A competição segue até domingo (19/06)


n
Os atletas podem garantir pontos para o ranking nacional e se classificar para outras competições e eventos internacionais

A Rede Cuca, política pública da Prefeitura de Fortaleza executada pela Secretaria Municipal da Juventude, tem 12 representantes na 31° edição do Campeonato Brasileiro de Kickboxing 2022, que acontece entre 16 e 19 de junho, no ginásio Tancredão em Vitória (ES).

O campeonato é realizado pela Confederação Brasileira de Kickboxing (CBKB) e é considerado o maior evento amador de kickboxing das américas. Além de ser uma tradicional competição da modalidade, os atletas podem garantir pontos para o ranking nacional e se classificar para outras competições e eventos internacionais.

Diana Berreto, 24 anos, começou a treinar no Cuca Jangurussu e com menos de um ano de muay thai já começou a participar de competições. Sua primeira experiência foi no Campeonato Cearense de Kickboxing, no qual a jovem atleta conquistou a medalha de ouro e se classificou para o Brasileiro na modalidade. Participar de uma competição nacional também está sendo algo novo para Diana.

A atleta, que está competindo na categoria Kick light 94kg+, diz que está ansiosa. “As expectativas para o Brasileiro estão bem altas. Estou ansiosa porque essa é minha primeira experiência no nacional. A preparação vem sendo extremamente saudável, rica e está sendo uma experiência incrível com o professor Frota e com a seleção cearense também. Espero que o campeonato seja incrível”, diz empolgada.

Treinando desde 2018, Gracyanne Sousa, 24 anos, conheceu o esporte na Rede Cuca, enquanto fazia cursos de fotografia. Entre uma aula e outra, a jovem começou a reparar nas aulas que aconteciam no tatame e, um tempo depois, começou a praticar muay thai. Com dedicação ao esporte, Gracy foi convidada para treinar com os atletas e, a partir de então, começou a competir internamente. Em 2021, participou do Campeonato Brasileiro de Kickboxing e conquistou o 3° lugar. Durante o Cearense deste ano, a atleta foi campeã conquistando o 1° lugar.

Nesta edição do Brasileiro, Gracy compete na categoria Kick light 52kg e espera trazer mais uma vez a medalha de ouro para casa. “A expectativa é conquistar o ouro. Dei meu melhor nos treinos. A preparação foi dura e tive que abdicar de muitas coisas, perder peso para me encaixar na categoria, então, não tem outra opção de não dar meu melhor e buscar o ouro”, fala confiante.

Comandada pelo professor da Rede Cuca, Carlos Frota, além de Gracyanne e Diana, os atletas que representam a Rede Cuca são: Francisco das Chagas Damasceno, Francisco Ivan Monte, Gabriel Santos, Jackson Tertulino Machado, Mariano Eufrásio Sales Neto, Matheus Balbino Marinho da Silva, Mileide Simplicio dos Santos, Raquel Paiva Pereira, Rebeca Maria de Sousa e Thaylon Izidio Almeida.

Atletas da Rede Cuca disputam o Campeonato Brasileiro de Kickboxing 2022 em Vitória (ES)

A competição segue até domingo (19/06)

n
Os atletas podem garantir pontos para o ranking nacional e se classificar para outras competições e eventos internacionais

A Rede Cuca, política pública da Prefeitura de Fortaleza executada pela Secretaria Municipal da Juventude, tem 12 representantes na 31° edição do Campeonato Brasileiro de Kickboxing 2022, que acontece entre 16 e 19 de junho, no ginásio Tancredão em Vitória (ES).

O campeonato é realizado pela Confederação Brasileira de Kickboxing (CBKB) e é considerado o maior evento amador de kickboxing das américas. Além de ser uma tradicional competição da modalidade, os atletas podem garantir pontos para o ranking nacional e se classificar para outras competições e eventos internacionais.

Diana Berreto, 24 anos, começou a treinar no Cuca Jangurussu e com menos de um ano de muay thai já começou a participar de competições. Sua primeira experiência foi no Campeonato Cearense de Kickboxing, no qual a jovem atleta conquistou a medalha de ouro e se classificou para o Brasileiro na modalidade. Participar de uma competição nacional também está sendo algo novo para Diana.

A atleta, que está competindo na categoria Kick light 94kg+, diz que está ansiosa. “As expectativas para o Brasileiro estão bem altas. Estou ansiosa porque essa é minha primeira experiência no nacional. A preparação vem sendo extremamente saudável, rica e está sendo uma experiência incrível com o professor Frota e com a seleção cearense também. Espero que o campeonato seja incrível”, diz empolgada.

Treinando desde 2018, Gracyanne Sousa, 24 anos, conheceu o esporte na Rede Cuca, enquanto fazia cursos de fotografia. Entre uma aula e outra, a jovem começou a reparar nas aulas que aconteciam no tatame e, um tempo depois, começou a praticar muay thai. Com dedicação ao esporte, Gracy foi convidada para treinar com os atletas e, a partir de então, começou a competir internamente. Em 2021, participou do Campeonato Brasileiro de Kickboxing e conquistou o 3° lugar. Durante o Cearense deste ano, a atleta foi campeã conquistando o 1° lugar.

Nesta edição do Brasileiro, Gracy compete na categoria Kick light 52kg e espera trazer mais uma vez a medalha de ouro para casa. “A expectativa é conquistar o ouro. Dei meu melhor nos treinos. A preparação foi dura e tive que abdicar de muitas coisas, perder peso para me encaixar na categoria, então, não tem outra opção de não dar meu melhor e buscar o ouro”, fala confiante.

Comandada pelo professor da Rede Cuca, Carlos Frota, além de Gracyanne e Diana, os atletas que representam a Rede Cuca são: Francisco das Chagas Damasceno, Francisco Ivan Monte, Gabriel Santos, Jackson Tertulino Machado, Mariano Eufrásio Sales Neto, Matheus Balbino Marinho da Silva, Mileide Simplicio dos Santos, Raquel Paiva Pereira, Rebeca Maria de Sousa e Thaylon Izidio Almeida.