27 de maio de 2022 em Saúde

Centro Regional Integrado de Oncologia, equipamento contratualizado com a Prefeitura de Fortaleza, amplia capacidade instalada

Cerca de 70% dos atendimentos da unidade são destinados ao Sistema Único de Saúde (SUS)


prefeito visitando uma das salas de tratamento do CRIO
"Eu conheço o CRIO desde sua fundação, há 45 anos, e sei que a casa conta com bons equipamentos e profissionais competentes", destacou Sarto (Foto: Thiago Gaspa)

Nesta sexta-feira (27/05), o Centro Regional Integrado de Oncologia (CRIO) inaugurou os novos espaços de atendimento e equipamentos de radioterapia e quimioterapia. A unidade é contratualizada, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), com a Prefeitura de Fortaleza, realizando tratamento de diversos tipos de câncer.

A ampliação contempla um novo aparelho de radioterapia de alta tecnologia, o Versa HD, um dos únicos quatro existentes no país. No espaço de quimioterapia, com a ampliação do setor, o CRIO torna-se o maior centro de quimioterapia do Norte-Nordeste.

O prefeito de Fortaleza, José Sarto, celebrou os novos espaços e equipamentos da unidade hospitalar e frisou que a parceria entre a Prefeitura e o CRIO tem por objetivo proporcionar atendimentos médico de qualidade ao povo de Fortaleza.

"É um orgulho observar que os cidadãos de nossa cidade têm, aqui no CRIO, uma unidade médica tão completa e preparada para o tratamento do câncer, uma doença bastante delicada. Eu conheço o CRIO desde sua fundação, há 45 anos, e sei que a casa conta com bons equipamentos e profissionais competentes. Lembrando que 70% dos atendimentos são realizados pelo SUS, e que o centro oferece um atendimento humanizado e cuidadoso para essas pessoas que chegam aqui muito debilitadas", relatou o prefeito.

Eduardo Cronenberger, coordenador do núcleo de pesquisas clínicas do CRIO, concordou com os apontamentos do prefeito Sarto e ressaltou que os novos espaços e equipamentos têm por objetivo humanizar o atendimento médico realizado na unidade.

"Agora, nos contamos com uma sala de recepção muito mais ampla, dando maior conforto aos pacientes. Também aumentamos nossa sala de infusão e construímos mais uma capela de farmácia, com isso triplicamos nossa capacidade de atendimento. Além disso, queremos prestar uma atenção oncológica completa, desde o pré-atendimento. Muitas vezes os pacientes vem bastante fragilizados e, agora, contamos com espaços para alimentá-los e cuidá-los da melhor maneira possível", destacou.

O contrato anual do CRIO com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), que gira em torno de R$ 37 milhões, é voltado ao atendimento de 30 pacientes oncológicos mensalmente. Os usuário tem como porta de entrada as Unidades de Atenção Primária à Saúde (UAPS), sendo encaminhados para o centro de oncologia para tratamento após realização de exames.

“A ampliação é uma garantia ainda maior de um tratamento de qualidade que nossos pacientes municipais que são atendidos pela rede contratualizada continuarão a ter”, afirma Ana Estela Leite, titular da Saúde de Fortaleza.

Centro Regional Integrado de Oncologia, equipamento contratualizado com a Prefeitura de Fortaleza, amplia capacidade instalada

Cerca de 70% dos atendimentos da unidade são destinados ao Sistema Único de Saúde (SUS)

prefeito visitando uma das salas de tratamento do CRIO
"Eu conheço o CRIO desde sua fundação, há 45 anos, e sei que a casa conta com bons equipamentos e profissionais competentes", destacou Sarto (Foto: Thiago Gaspa)

Nesta sexta-feira (27/05), o Centro Regional Integrado de Oncologia (CRIO) inaugurou os novos espaços de atendimento e equipamentos de radioterapia e quimioterapia. A unidade é contratualizada, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), com a Prefeitura de Fortaleza, realizando tratamento de diversos tipos de câncer.

A ampliação contempla um novo aparelho de radioterapia de alta tecnologia, o Versa HD, um dos únicos quatro existentes no país. No espaço de quimioterapia, com a ampliação do setor, o CRIO torna-se o maior centro de quimioterapia do Norte-Nordeste.

O prefeito de Fortaleza, José Sarto, celebrou os novos espaços e equipamentos da unidade hospitalar e frisou que a parceria entre a Prefeitura e o CRIO tem por objetivo proporcionar atendimentos médico de qualidade ao povo de Fortaleza.

"É um orgulho observar que os cidadãos de nossa cidade têm, aqui no CRIO, uma unidade médica tão completa e preparada para o tratamento do câncer, uma doença bastante delicada. Eu conheço o CRIO desde sua fundação, há 45 anos, e sei que a casa conta com bons equipamentos e profissionais competentes. Lembrando que 70% dos atendimentos são realizados pelo SUS, e que o centro oferece um atendimento humanizado e cuidadoso para essas pessoas que chegam aqui muito debilitadas", relatou o prefeito.

Eduardo Cronenberger, coordenador do núcleo de pesquisas clínicas do CRIO, concordou com os apontamentos do prefeito Sarto e ressaltou que os novos espaços e equipamentos têm por objetivo humanizar o atendimento médico realizado na unidade.

"Agora, nos contamos com uma sala de recepção muito mais ampla, dando maior conforto aos pacientes. Também aumentamos nossa sala de infusão e construímos mais uma capela de farmácia, com isso triplicamos nossa capacidade de atendimento. Além disso, queremos prestar uma atenção oncológica completa, desde o pré-atendimento. Muitas vezes os pacientes vem bastante fragilizados e, agora, contamos com espaços para alimentá-los e cuidá-los da melhor maneira possível", destacou.

O contrato anual do CRIO com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), que gira em torno de R$ 37 milhões, é voltado ao atendimento de 30 pacientes oncológicos mensalmente. Os usuário tem como porta de entrada as Unidades de Atenção Primária à Saúde (UAPS), sendo encaminhados para o centro de oncologia para tratamento após realização de exames.

“A ampliação é uma garantia ainda maior de um tratamento de qualidade que nossos pacientes municipais que são atendidos pela rede contratualizada continuarão a ter”, afirma Ana Estela Leite, titular da Saúde de Fortaleza.