02 de abril de 2019 em Participação social

Ciclo de Planejamento Participativo tem início na Regional I

Nesta terça-feira (02/04), é a vez dos moradores da Regional II conhecerem o processo


interior do auditório do cuca barra
Na oportunidade, foram explicadas todas as etapas do processo que irá eleger os Agentes de Cidadania e Controle Social, Conselheiros Municipais de Planejamento Participativo e propostas prioritárias que poderão fazer parte da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020
A Prefeitura de Fortaleza, por intermédio da Coordenadoria Especial de Participação Social (CEPS), iniciou, na noite da última segunda-feira (01/04), no Cuca Barra, o Ciclo de Planejamento Participativo com a Assembleia Preparatória da Regional I. Na oportunidade, foram explicadas todas as etapas do processo que irá eleger os Agentes de Cidadania e Controle Social, Conselheiros Municipais de Planejamento Participativo e propostas prioritárias que poderão fazer parte da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020.

“É com prazer que hoje iniciamos esse processo democrático, no qual nós discutimos as prioridades da nossa cidade e nos preparamos para eleger os grandes Agentes de Cidadania e Controle Social”, afirmou o coordenador especial de Participação Social, João Arruda, que ressaltou, ainda, a legitimidade dos agentes e a importância desse trabalho voluntário para a Cidade.

Também participaram do encontro o titular e o executivo da Secretaria Regional I, Gilberto Bastos e Hamilton Quixadá, a gerente de planejamento da Secretaria do Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog), Luiza Mota, e os assessores técnicos do Planejamento Participativo da CEPS, Marcos Paulo Cavalcante e Izaíra Cabral.

“Os Agentes de Cidadania têm contribuído de forma plausível na nossa Regional. E é gratificante ver esse trabalho que não tem nada a ver com o benefício próprio e, sim, para a comunidade”, disse Gilberto.

Luiza Mota, por sua vez, falou sobre Planejamento Municipal, explicou sobre o orçamento do município, quais são os investimentos que a Prefeitura tem feito na cidade e os avanços da gestão nas áreas da saúde, educação, mobilidade, entre outros. A gerente também falou sobre as propostas priorizadas ano passado e como elas estão inseridas na LOA 2019.

A equipe do Planejamento Participativo encerrou o encontro apresentando o Ciclo de Planejamento Participativo, no qual será realizada a eleição dos Agentes de Cidadania e Controle Social, Conselheiros Municipais de Planejamento Participativo e propostas prioritárias que poderão fazer parte da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020. Todas as informações sobre o ciclo estão disponíveis no Canal Planejamento e Gestão.

Nesta terça-feira (02/04), é a vez dos moradores da Regional II conhecerem o processo. A Assembleia Preparatória da área será realizada na EMEIF Prof. Belarmina Campos, a partir das 18 horas.

Serviço
Assembleia Preparatória do Ciclo de Planejamento Participativo – Regional II
Data: terça-feira (02/04)
Horário: 18 horas 
Local: EMEIF Prof. Belarmina Campos (Rua Dr. Manoel Rodrigues Monteiro, 840 – Praia do Futuro)

Ciclo de Planejamento Participativo tem início na Regional I

Nesta terça-feira (02/04), é a vez dos moradores da Regional II conhecerem o processo

interior do auditório do cuca barra
Na oportunidade, foram explicadas todas as etapas do processo que irá eleger os Agentes de Cidadania e Controle Social, Conselheiros Municipais de Planejamento Participativo e propostas prioritárias que poderão fazer parte da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020
A Prefeitura de Fortaleza, por intermédio da Coordenadoria Especial de Participação Social (CEPS), iniciou, na noite da última segunda-feira (01/04), no Cuca Barra, o Ciclo de Planejamento Participativo com a Assembleia Preparatória da Regional I. Na oportunidade, foram explicadas todas as etapas do processo que irá eleger os Agentes de Cidadania e Controle Social, Conselheiros Municipais de Planejamento Participativo e propostas prioritárias que poderão fazer parte da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020.

“É com prazer que hoje iniciamos esse processo democrático, no qual nós discutimos as prioridades da nossa cidade e nos preparamos para eleger os grandes Agentes de Cidadania e Controle Social”, afirmou o coordenador especial de Participação Social, João Arruda, que ressaltou, ainda, a legitimidade dos agentes e a importância desse trabalho voluntário para a Cidade.

Também participaram do encontro o titular e o executivo da Secretaria Regional I, Gilberto Bastos e Hamilton Quixadá, a gerente de planejamento da Secretaria do Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog), Luiza Mota, e os assessores técnicos do Planejamento Participativo da CEPS, Marcos Paulo Cavalcante e Izaíra Cabral.

“Os Agentes de Cidadania têm contribuído de forma plausível na nossa Regional. E é gratificante ver esse trabalho que não tem nada a ver com o benefício próprio e, sim, para a comunidade”, disse Gilberto.

Luiza Mota, por sua vez, falou sobre Planejamento Municipal, explicou sobre o orçamento do município, quais são os investimentos que a Prefeitura tem feito na cidade e os avanços da gestão nas áreas da saúde, educação, mobilidade, entre outros. A gerente também falou sobre as propostas priorizadas ano passado e como elas estão inseridas na LOA 2019.

A equipe do Planejamento Participativo encerrou o encontro apresentando o Ciclo de Planejamento Participativo, no qual será realizada a eleição dos Agentes de Cidadania e Controle Social, Conselheiros Municipais de Planejamento Participativo e propostas prioritárias que poderão fazer parte da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020. Todas as informações sobre o ciclo estão disponíveis no Canal Planejamento e Gestão.

Nesta terça-feira (02/04), é a vez dos moradores da Regional II conhecerem o processo. A Assembleia Preparatória da área será realizada na EMEIF Prof. Belarmina Campos, a partir das 18 horas.

Serviço
Assembleia Preparatória do Ciclo de Planejamento Participativo – Regional II
Data: terça-feira (02/04)
Horário: 18 horas 
Local: EMEIF Prof. Belarmina Campos (Rua Dr. Manoel Rodrigues Monteiro, 840 – Praia do Futuro)