06 de novembro de 2018 em Saúde

Fortaleza é destaque em Conferência da Organização Mundial da Saúde na Tailândia

Prefeito Roberto Cláudio se reuniu com instituições que devem manter parceria com a Prefeitura


Conferência
O prefeito Roberto Cláudio participa da 13ª Conferência Mundial sobre Prevenção de Lesões e Promoção da Segurança no Trânsito (Safety 2018)

O prefeito Roberto Cláudio esteve reunido, nesta terça-feira (06/11), em Bangkok, na Tailândia, com representantes de instituições que devem manter parceria com a Prefeitura de Fortaleza na área das ações de Saúde Pública, tendo em foco a segurança viária. O gestor participa da 13ª Conferência Mundial sobre Prevenção de Lesões e Promoção da Segurança no Trânsito (Safety 2018), da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Na reunião com Abdul Bachani, professor e diretor da Johns Hopkins University, principal centro de saúde pública e medicina dos Estados Unidos, e com o diretor da OMS, Nhan Tran, o Prefeito formalizou o interesse do Município para que as duas instituições mantenham a parceria que tem permitido à Capital obter resultados significativos nas políticas públicas de Saúde e que foram destaque na própria conferência da OMS.

A diretora da Bloomberg Philanthropies, Kelly Larson, parceira da Prefeitura de Fortaleza na adoção das políticas de segurança viária, citou o exemplo da capital cearense como uma referência para outras cidades do mundo. Em quatro anos, entre os anos de 2014 e 2017, Fortaleza reduziu em 35% o número de mortes no trânsito e, pelo terceiro ano consecutivo, registra número inferior a 300 mortos no trânsito.

“É preciso líderes fortes, como o prefeito Roberto Cláudio, para que as cidades adotem ações concretas que trazem resultados positivos e ajudam a salvar vidas. Em Fortaleza, nós vemos os números revelando o êxito das políticas públicas”, afirmou Kelly Larson, destacando que “se as cidades não forem propositivas e bastante agressivas na adoção de políticas públicas de segurança viária, como Fortaleza está sendo, os estudos indicam que o trânsito será a primeira causa de morte no mundo, em 2030”.

O prefeito Roberto Cláudio também aproveitou o encontro para formalizar convite para que essas duas instituições (OMS e Johns Hopkins University) participem de dois importantes eventos que Fortaleza irá sediar em 2019: o III Seminário Internacional de Políticas Públicas Inovadoras, que acontece em março; e o Seminário Mobilize 2019, um dos maiores eventos de mobilidade urbana do mundo e que acontecerá em junho do próximo ano, levando a Fortaleza especialistas e pesquisadores de vários países, promovido pelo Instituto de Desenvolvimento de Políticas de Transporte Sustentável (ITDP).

“Estamos investindo na área da saúde pública, com grande determinação na prevenção de acidentes, porque esse é um desafio da modernidade, e nós precisamos vencer. Estamos vendo estatísticas que nos impõem muita eficiência nas políticas públicas. Por isso, é bom saber que a nossa cidade está sendo reconhecida pelo êxito de suas ações neste campo”, concluiu o prefeito Roberto Cláudio.

Fortaleza é destaque em Conferência da Organização Mundial da Saúde na Tailândia

Prefeito Roberto Cláudio se reuniu com instituições que devem manter parceria com a Prefeitura

Conferência
O prefeito Roberto Cláudio participa da 13ª Conferência Mundial sobre Prevenção de Lesões e Promoção da Segurança no Trânsito (Safety 2018)

O prefeito Roberto Cláudio esteve reunido, nesta terça-feira (06/11), em Bangkok, na Tailândia, com representantes de instituições que devem manter parceria com a Prefeitura de Fortaleza na área das ações de Saúde Pública, tendo em foco a segurança viária. O gestor participa da 13ª Conferência Mundial sobre Prevenção de Lesões e Promoção da Segurança no Trânsito (Safety 2018), da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Na reunião com Abdul Bachani, professor e diretor da Johns Hopkins University, principal centro de saúde pública e medicina dos Estados Unidos, e com o diretor da OMS, Nhan Tran, o Prefeito formalizou o interesse do Município para que as duas instituições mantenham a parceria que tem permitido à Capital obter resultados significativos nas políticas públicas de Saúde e que foram destaque na própria conferência da OMS.

A diretora da Bloomberg Philanthropies, Kelly Larson, parceira da Prefeitura de Fortaleza na adoção das políticas de segurança viária, citou o exemplo da capital cearense como uma referência para outras cidades do mundo. Em quatro anos, entre os anos de 2014 e 2017, Fortaleza reduziu em 35% o número de mortes no trânsito e, pelo terceiro ano consecutivo, registra número inferior a 300 mortos no trânsito.

“É preciso líderes fortes, como o prefeito Roberto Cláudio, para que as cidades adotem ações concretas que trazem resultados positivos e ajudam a salvar vidas. Em Fortaleza, nós vemos os números revelando o êxito das políticas públicas”, afirmou Kelly Larson, destacando que “se as cidades não forem propositivas e bastante agressivas na adoção de políticas públicas de segurança viária, como Fortaleza está sendo, os estudos indicam que o trânsito será a primeira causa de morte no mundo, em 2030”.

O prefeito Roberto Cláudio também aproveitou o encontro para formalizar convite para que essas duas instituições (OMS e Johns Hopkins University) participem de dois importantes eventos que Fortaleza irá sediar em 2019: o III Seminário Internacional de Políticas Públicas Inovadoras, que acontece em março; e o Seminário Mobilize 2019, um dos maiores eventos de mobilidade urbana do mundo e que acontecerá em junho do próximo ano, levando a Fortaleza especialistas e pesquisadores de vários países, promovido pelo Instituto de Desenvolvimento de Políticas de Transporte Sustentável (ITDP).

“Estamos investindo na área da saúde pública, com grande determinação na prevenção de acidentes, porque esse é um desafio da modernidade, e nós precisamos vencer. Estamos vendo estatísticas que nos impõem muita eficiência nas políticas públicas. Por isso, é bom saber que a nossa cidade está sendo reconhecida pelo êxito de suas ações neste campo”, concluiu o prefeito Roberto Cláudio.