08 de abril de 2019 em Juventude

Jovens Multiplicadores do Projeto Reconhecer & Mudar de Cabo Verde realizam intercâmbio em Fortaleza

Acompanhados dos Multiplicadores brasileiros, as jovens devem ministrar oficinas em escolas das regionais V e VI


.

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude, recebe, nesta terça-feira (09/04), duas Jovens Multiplicadoras do Projeto Reconhecer e Mudar (Recognize and Change), de Cabo Verde, em intercâmbio sócio-cultural com sete dias de duração.

Na oportunidade, Jéssica Helena (29) e Cátia Sofia (26) serão acompanhadas pela equipe da Coordenadoria de Juventude e pelos Jovens Multiplicadores brasileiros, durante  a realização de oficinas sobre temáticas relacionadas ao combate às discriminações, nas Escolas de Ensino Fundamental e Médio São José (Parque São José), Marcelino Champagnat (Barroso), Aloysio Barros Leal (Barroso).

Além de ministrar as oficinas, as jovens Cabo Verdianas devem realizar visita guiadas à Rede Cuca Mondubim, ao Paço Municipal e participar de gravações para a Juv.Tv, webtv da Rede Cuca.

O retorno à Cabo Verde está programado para o dia 15 de abril.

Recognize and Change

O projeto Reconhecer e Mudar (Recognize and Change), financiado pela Comissão Europeia (DG EuropeAid), iniciou em janeiro de 2019, o segundo ano de atividades que visam fomentar a construção de uma cultura de autoconhecimento e respeito nas escolas da rede pública de ensino da cidade.

O projeto internacional, com duração de três anos, tem por objetivo ampliar a divulgação de uma cultura baseada na pluralidade de identidades e no reconhecimento mútuo entre os jovens, além de ampliar a conscientização sobre os direitos humanos, combate ao bullying e às diferentes formas de violência e discriminações. Ao redor do mundo, o Projeto atua simultaneamente na Itália, Brasil, Bulgária, Cabo Verde, França, Grécia, Portugal, Romênia, Espanha.

No Brasil, a atuação do Projeto tem sede na cidade de Fortaleza, Ceará, por meio da Coordenadoria de Juventude da Prefeitura de Fortaleza, e as ações são desenvolvidas nas escolas da rede pública de ensino da capital, localizadas em áreas de vulnerabilidade social.

Saiba Mais

A integração entre os Jovens Multiplicadores dos países que integram o Projeto, por meio de intercâmbios sócio-culturais, faz parte da programação de atividades do segundo ano de execução do Projeto.  

Os Jovens Multiplicadores brasileiros já realizaram intercâmbio sócio-cultural nas cidades de Praia, em Cabo Verde, e Portalegre, em Portugal, nos meses de fevereiro e março, respectivamente.

 

Jovens Multiplicadores do Projeto Reconhecer & Mudar de Cabo Verde realizam intercâmbio em Fortaleza

Acompanhados dos Multiplicadores brasileiros, as jovens devem ministrar oficinas em escolas das regionais V e VI

.

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude, recebe, nesta terça-feira (09/04), duas Jovens Multiplicadoras do Projeto Reconhecer e Mudar (Recognize and Change), de Cabo Verde, em intercâmbio sócio-cultural com sete dias de duração.

Na oportunidade, Jéssica Helena (29) e Cátia Sofia (26) serão acompanhadas pela equipe da Coordenadoria de Juventude e pelos Jovens Multiplicadores brasileiros, durante  a realização de oficinas sobre temáticas relacionadas ao combate às discriminações, nas Escolas de Ensino Fundamental e Médio São José (Parque São José), Marcelino Champagnat (Barroso), Aloysio Barros Leal (Barroso).

Além de ministrar as oficinas, as jovens Cabo Verdianas devem realizar visita guiadas à Rede Cuca Mondubim, ao Paço Municipal e participar de gravações para a Juv.Tv, webtv da Rede Cuca.

O retorno à Cabo Verde está programado para o dia 15 de abril.

Recognize and Change

O projeto Reconhecer e Mudar (Recognize and Change), financiado pela Comissão Europeia (DG EuropeAid), iniciou em janeiro de 2019, o segundo ano de atividades que visam fomentar a construção de uma cultura de autoconhecimento e respeito nas escolas da rede pública de ensino da cidade.

O projeto internacional, com duração de três anos, tem por objetivo ampliar a divulgação de uma cultura baseada na pluralidade de identidades e no reconhecimento mútuo entre os jovens, além de ampliar a conscientização sobre os direitos humanos, combate ao bullying e às diferentes formas de violência e discriminações. Ao redor do mundo, o Projeto atua simultaneamente na Itália, Brasil, Bulgária, Cabo Verde, França, Grécia, Portugal, Romênia, Espanha.

No Brasil, a atuação do Projeto tem sede na cidade de Fortaleza, Ceará, por meio da Coordenadoria de Juventude da Prefeitura de Fortaleza, e as ações são desenvolvidas nas escolas da rede pública de ensino da capital, localizadas em áreas de vulnerabilidade social.

Saiba Mais

A integração entre os Jovens Multiplicadores dos países que integram o Projeto, por meio de intercâmbios sócio-culturais, faz parte da programação de atividades do segundo ano de execução do Projeto.  

Os Jovens Multiplicadores brasileiros já realizaram intercâmbio sócio-cultural nas cidades de Praia, em Cabo Verde, e Portalegre, em Portugal, nos meses de fevereiro e março, respectivamente.