30 de setembro de 2021 em Juventude

Juventude Digital é aprovado pela Câmara e vai se tornar política pública permanente de Fortaleza

O programa, um dos principais compromissos do prefeito, tem como foco a inclusão digital e a geração de emprego e renda para os jovens da cidade


O programa Juventude Digital, enviado pelo prefeito José Sarto para a Câmara Municipal no último dia 13/09, foi aprovado pelos vereadores nesta quinta-feira (30/09). Com a aprovação, o Juventude Digital se tornará política pública permanente de Fortaleza.

Fruto da parceria da Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (Citinova), da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude, da Secretaria Municipal da Educação (SME) e da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SDE), o Juventude Digital tem como foco a inclusão digital e a geração de emprego e renda. A meta é abrir 4 mil vagas para capacitação gratuita somente este ano e 12.500 por ano a partir de 2022.

O programa será dividido em três eixos: JD 9º ano, voltado para alunos da rede municipal; JD Mercado, com cursos de programação e design; e JD Games, com cursos específicos na área de jogos digitais, em parceria com o Sebrae-CE. Todos serão gratuitos e realizados nos formatos on-line, presencial e híbrido.

Após a aprovação pela Câmara Municipal, o prefeito José Sarto reforçou a formação dos jovens como instrumento de inclusão social e inserção no mercado de trabalho. “A meta é capacitar 40 mil jovens até 2024, gerando oportunidades, estimulando novos negócios. Isso também significa inclusão digital e social. Queremos contribuir com a inserção destes jovens do mercado de trabalho, para que Fortaleza se torne uma das maiores economias digitais do país”, defendeu o prefeito.

"O Juventude Digital é essencialmente um programa de transformação econômica de Fortaleza, fazendo com que cada vez mais as oportunidades de emprego e novos negócios no mundo digital possam ser fonte de renda para a nossa sociedade. É o único programa de inclusão focado no jovem que poderá transformar Fortaleza em um dos principais polos digitais, de negócios e de mão de obra do Brasil", afirma o presidente da Citinova, Luiz Alberto Sabóia.

Para o coordenador de juventude de Fortaleza, Davi Gomes, "o programa Juventude Digital é inovador em vários aspectos porque traz oportunidade para juventude da cidade tendo um eixo de formação e capacitação profissional muito forte para essa nova economia baseada no mercado digital. A gente tem uma demanda forte de capacitação nessa área. Nos últimos, anos a Prefeitura vem investindo em muitos programas voltados para economia criativa e, especialmente, para área digital, é uma novidade, Fortaleza sai na frente de várias outras capitais porque agora tem um programa estruturado a curto, médio e longo prazo".

Juventude Digital é aprovado pela Câmara e vai se tornar política pública permanente de Fortaleza

O programa, um dos principais compromissos do prefeito, tem como foco a inclusão digital e a geração de emprego e renda para os jovens da cidade

O programa Juventude Digital, enviado pelo prefeito José Sarto para a Câmara Municipal no último dia 13/09, foi aprovado pelos vereadores nesta quinta-feira (30/09). Com a aprovação, o Juventude Digital se tornará política pública permanente de Fortaleza.

Fruto da parceria da Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (Citinova), da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude, da Secretaria Municipal da Educação (SME) e da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SDE), o Juventude Digital tem como foco a inclusão digital e a geração de emprego e renda. A meta é abrir 4 mil vagas para capacitação gratuita somente este ano e 12.500 por ano a partir de 2022.

O programa será dividido em três eixos: JD 9º ano, voltado para alunos da rede municipal; JD Mercado, com cursos de programação e design; e JD Games, com cursos específicos na área de jogos digitais, em parceria com o Sebrae-CE. Todos serão gratuitos e realizados nos formatos on-line, presencial e híbrido.

Após a aprovação pela Câmara Municipal, o prefeito José Sarto reforçou a formação dos jovens como instrumento de inclusão social e inserção no mercado de trabalho. “A meta é capacitar 40 mil jovens até 2024, gerando oportunidades, estimulando novos negócios. Isso também significa inclusão digital e social. Queremos contribuir com a inserção destes jovens do mercado de trabalho, para que Fortaleza se torne uma das maiores economias digitais do país”, defendeu o prefeito.

"O Juventude Digital é essencialmente um programa de transformação econômica de Fortaleza, fazendo com que cada vez mais as oportunidades de emprego e novos negócios no mundo digital possam ser fonte de renda para a nossa sociedade. É o único programa de inclusão focado no jovem que poderá transformar Fortaleza em um dos principais polos digitais, de negócios e de mão de obra do Brasil", afirma o presidente da Citinova, Luiz Alberto Sabóia.

Para o coordenador de juventude de Fortaleza, Davi Gomes, "o programa Juventude Digital é inovador em vários aspectos porque traz oportunidade para juventude da cidade tendo um eixo de formação e capacitação profissional muito forte para essa nova economia baseada no mercado digital. A gente tem uma demanda forte de capacitação nessa área. Nos últimos, anos a Prefeitura vem investindo em muitos programas voltados para economia criativa e, especialmente, para área digital, é uma novidade, Fortaleza sai na frente de várias outras capitais porque agora tem um programa estruturado a curto, médio e longo prazo".