16 de setembro de 2021 em Educação

Prefeito participa da entrega de nova sede da Escola Estadual Hilza Diogo, no bairro Vila Velha

A unidade de ensino tem capacidade para atender até 540 alunos por turno


prefeito e governador observam uma aluna fazer um experimento químico dentro do laboratório da escola
O prefeito José Sarto ressaltou o trabalho coletivo do Governo para a inauguração da escola (Foto: Thiago Gaspar)

A Escola Estadual de Ensino Médio Dona Hilza Diogo de Oliveira, fundada em 1975, recebeu nova sede, inaugurada nesta quinta-feira (16), com a presença do governador Camilo Santana e do prefeito José Sarto, além da vice-governadora Izolda Cela e da secretária da Educação, Eliana Estrela.

A unidade de ensino tem capacidade para atender até 540 alunos por turno. O investimento para construir, equipar e mobiliar o prédio foi de R$ 9,3 milhões, provenientes dos Governos Estadual e Federal - por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

"Essa escola foi feita para dar oportunidade e esperança aos nossos estudantes. Isso aqui é uma construção coletiva. Todo profissional passa pelo professor, então, para mim, o professor é a coisa mais importante, e não tem nada mais precioso do que inaugurar um equipamento de educação. No passado, as melhores escolas eram as públicas e, de forma equivocada, inverteram essa prioridade. Agora, o que estamos fazendo é garantindo que o melhor seja o equipamento público. Esse é o papel do Estado, garantir que as melhores escolas sejam as escolas públicas", frisou o governador.

O prefeito José Sarto ressaltou o trabalho coletivo do Governo para a inauguração da escola e destacou o empenho do governador, com quem tem compartilhado esforços para combater a pandemia e dar continuidade aos compromissos municipais.

"Venho com muita alegria e responsabilidade agradecer às pessoas que ajudaram a construir esse lugar. Duas figuras são muito importantes para isso estar acontecendo. Governador Camilo Santana, com quem tenho compartilhado muitos momentos duros, mas também muita alegria, receba de nós o muito obrigado. E à Izolda, que concebeu o embrião dessa política que revoluciona o Brasil. Muito obrigado a vocês que são motores dessa obra na Educação do Ceará", declarou.

O prefeito também enfatizou o esforço do Município. "Nós, em Fortaleza, revertemos os índices da educação em oito anos, na gestão do Roberto Cláudio, saindo do penúltimo lugar para ser hoje a terceira educação em qualidade. O Ceará já tem 50% de educação em tempo integral e Fortaleza tem 49,4%, e vamos chegar nos 50% já, já", completou Sarto.

Composto de três pavimentos, o novo espaço dispõe de 12 salas de aula, auditório, biblioteca, laboratórios de Informática, Física, Química, Biologia e Matemática, elevadores para garantir a acessibilidade, e um ginásio poliesportivo. Fundada em 1975, a Escola Hilza Diogo de Oliveira integra a Superintendência das Escolas Estaduais de Fortaleza (Sefor) 1.

Projetos

Além da oferta do currículo do Ensino Médio, a escola desenvolve diversas atividades voltadas à melhoria da aprendizagem, permanência do aluno na escola e preparação para a vida. O Grupo Cooperativo de Apoio à Escola (Gcape), por exemplo, é executado com o apoio de lideranças estudantis. Os alunos organizam grupos de estudo de três a sete membros, utilizando a metodologia da Aprendizagem Cooperativa.

Há ainda as ações do Clube de Leitura, Monitorando a Aprendizagem, Aluno Mediador, Ação Social, Banda de Música e o Esporte educacional: um treinamento para a vida.

Outra iniciativa é o Karatê cidadão. A escola também aderiu aos projetos Jovem de Futuro, Professor Diretor de Turma e Enem Não Tira Férias, por meio da Secretaria da Educação (Seduc).

Educa Mais

Todo o trabalho planejado e desenvolvido pela Seduc integra o Programa Ceará Educa Mais, constituído de 25 ações destinadas à progressiva melhoria da qualidade da educação cearense.

O programa está fundamentado em oito eixos: Aperfeiçoamento pedagógico; Desenvolvimento e Qualificação dos Professores; Avanço na Aprendizagem; Tempo Integral; Cuidado e Inclusão; Preparação para o Enem; Educação Conectada; e Qualificação Acadêmica e Profissional dos Estudantes.

Prefeito participa da entrega de nova sede da Escola Estadual Hilza Diogo, no bairro Vila Velha

A unidade de ensino tem capacidade para atender até 540 alunos por turno

prefeito e governador observam uma aluna fazer um experimento químico dentro do laboratório da escola
O prefeito José Sarto ressaltou o trabalho coletivo do Governo para a inauguração da escola (Foto: Thiago Gaspar)

A Escola Estadual de Ensino Médio Dona Hilza Diogo de Oliveira, fundada em 1975, recebeu nova sede, inaugurada nesta quinta-feira (16), com a presença do governador Camilo Santana e do prefeito José Sarto, além da vice-governadora Izolda Cela e da secretária da Educação, Eliana Estrela.

A unidade de ensino tem capacidade para atender até 540 alunos por turno. O investimento para construir, equipar e mobiliar o prédio foi de R$ 9,3 milhões, provenientes dos Governos Estadual e Federal - por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

"Essa escola foi feita para dar oportunidade e esperança aos nossos estudantes. Isso aqui é uma construção coletiva. Todo profissional passa pelo professor, então, para mim, o professor é a coisa mais importante, e não tem nada mais precioso do que inaugurar um equipamento de educação. No passado, as melhores escolas eram as públicas e, de forma equivocada, inverteram essa prioridade. Agora, o que estamos fazendo é garantindo que o melhor seja o equipamento público. Esse é o papel do Estado, garantir que as melhores escolas sejam as escolas públicas", frisou o governador.

O prefeito José Sarto ressaltou o trabalho coletivo do Governo para a inauguração da escola e destacou o empenho do governador, com quem tem compartilhado esforços para combater a pandemia e dar continuidade aos compromissos municipais.

"Venho com muita alegria e responsabilidade agradecer às pessoas que ajudaram a construir esse lugar. Duas figuras são muito importantes para isso estar acontecendo. Governador Camilo Santana, com quem tenho compartilhado muitos momentos duros, mas também muita alegria, receba de nós o muito obrigado. E à Izolda, que concebeu o embrião dessa política que revoluciona o Brasil. Muito obrigado a vocês que são motores dessa obra na Educação do Ceará", declarou.

O prefeito também enfatizou o esforço do Município. "Nós, em Fortaleza, revertemos os índices da educação em oito anos, na gestão do Roberto Cláudio, saindo do penúltimo lugar para ser hoje a terceira educação em qualidade. O Ceará já tem 50% de educação em tempo integral e Fortaleza tem 49,4%, e vamos chegar nos 50% já, já", completou Sarto.

Composto de três pavimentos, o novo espaço dispõe de 12 salas de aula, auditório, biblioteca, laboratórios de Informática, Física, Química, Biologia e Matemática, elevadores para garantir a acessibilidade, e um ginásio poliesportivo. Fundada em 1975, a Escola Hilza Diogo de Oliveira integra a Superintendência das Escolas Estaduais de Fortaleza (Sefor) 1.

Projetos

Além da oferta do currículo do Ensino Médio, a escola desenvolve diversas atividades voltadas à melhoria da aprendizagem, permanência do aluno na escola e preparação para a vida. O Grupo Cooperativo de Apoio à Escola (Gcape), por exemplo, é executado com o apoio de lideranças estudantis. Os alunos organizam grupos de estudo de três a sete membros, utilizando a metodologia da Aprendizagem Cooperativa.

Há ainda as ações do Clube de Leitura, Monitorando a Aprendizagem, Aluno Mediador, Ação Social, Banda de Música e o Esporte educacional: um treinamento para a vida.

Outra iniciativa é o Karatê cidadão. A escola também aderiu aos projetos Jovem de Futuro, Professor Diretor de Turma e Enem Não Tira Férias, por meio da Secretaria da Educação (Seduc).

Educa Mais

Todo o trabalho planejado e desenvolvido pela Seduc integra o Programa Ceará Educa Mais, constituído de 25 ações destinadas à progressiva melhoria da qualidade da educação cearense.

O programa está fundamentado em oito eixos: Aperfeiçoamento pedagógico; Desenvolvimento e Qualificação dos Professores; Avanço na Aprendizagem; Tempo Integral; Cuidado e Inclusão; Preparação para o Enem; Educação Conectada; e Qualificação Acadêmica e Profissional dos Estudantes.