21 de dezembro de 2020 em Saúde

Prefeito Roberto Cláudio entrega 11ª Base Descentralizada do Samu em Fortaleza

Implantada no Terminal do Conjunto Ceará, a Unidade contará com duas ambulâncias de suporte básico e uma motolância


grupo de quatro pessoas posa para a foto
“Ao distribuir bases como esta por várias regiões da Cidade, buscamos garantir que a assistência aconteça de forma rápida", afirmou Roberto Cláudio

O prefeito Roberto Cláudio entregou, na manhã desta segunda-feira (21/12), a 11ª Base Descentralizada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) da Capital. Implantada no Terminal do Conjunto Ceará, a Unidade contará com duas ambulâncias de suporte básico e uma motolância.

A iniciativa visa à diminuição do tempo de resposta em casos de emergência para os quais o Samu é acionado, proporcionando atendimento médico pré-hospitalar otimizado à população. Estarão a postos equipes multidisciplinares compostas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e condutores de veículo de urgência capacitados.

“Ao distribuir bases como esta por várias regiões da Cidade, buscamos garantir que a assistência aconteça de forma rápida. Em situações consideradas de urgência ou emergência, com risco de morte, sequela ou sofrimento intenso, um primeiro atendimento ágil, qualificado e eficiente define o prognóstico do paciente e pode salvar vidas”, introduziu o Prefeito.

O gerente do Samu Fortaleza, Frederico Arnaud, enfatizou que a base recém-inaugurada irá beneficiar, sobretudo, bairros da Regional V adjacentes ao equipamento.

“Serão contemplados, de forma prioritária e estratégica, os chamados vindos de área aproximada de 3 quilômetros quadrados. Hoje, o tempo de resposta do suporte avançado gira em torno de 11 minutos, enquanto o suporte básico chega ao local da ocorrência em torno de 13. Com equipes mais próximas, minimizaremos possíveis complicações”, reiterou.

Expansão 

Além do Conjunto Ceará, o serviço já beneficia os bairros Papicu, Pici, Jóquei Clube, Benfica, Maraponga, Cajazeiras, Antônio Bezerra, Edson Queiroz, José Walter, dentre outros.

a foto mostra duas ambulâncias e um container da base descentralizada do Samu
Até o fim de 2020, a população de Fortaleza contará com 13 bases descentralizadas do Samu 192

De acordo com a titular da Secretaria da Saúde de Fortaleza, Joana Maciel, até o fim de 2020, a população de Fortaleza contará com 13 bases descentralizadas do Samu 192, incluindo novas instalações no Shopping Iguatemi e no Cuca Barra do Ceará.

“Fortaleza é uma cidade grande. Em determinados horários, apesar dos avanços na mobilidade, o nosso trânsito ainda é desafiador. Para chegar o quanto antes aos locais dos acidentes e das ocorrências, temos trabalhado de forma assertiva. Além de descentralizar as bases, renovamos 100% da frota e investimos na qualificação permanente das equipes para que o nosso tempo de resposta esteja cada vez mais próximo do ideal”, garantiu.

Oferta de ambulâncias

Conforme o coordenador da Rede Pré-Hospitalar e Hospitalar do Município, Romel Araújo, nove novas ambulâncias estarão, em breve, à disposição de toda a população de Fortaleza. “Nesse sentido, contaremos com 65 equipamentos, superando o número recomendado pelo Ministério da Saúde”, afirmou.

Avaliação positiva

Moradora do bairro Genibaú, a aposentada Maria do Socorro Pinto, 74, elogiou os esforços intersetoriais realizados pela Prefeitura de Fortaleza nos últimos oito anos.

“Além de trazer o Samu para mais perto da gente, o prefeito Roberto Cláudio entregou essa Central de Distribuição de Medicamentos, facilitou a recarga do Bilhete Único e melhorou a estrutura do próprio terminal. Eu estou satisfeita e consigo ver as mudanças de perto”, avaliou.

Saiba Mais

O Samu é destinado ao atendimento de emergências médicas pré-hospitalares agudas e graves. O serviço é acionado pelo número 192, que funciona 24 horas, e dá acesso a uma Central de Regulação na Coordenadoria Integrada de Ações de Segurança (Ciops). As chamadas são acolhidas por telefonistas treinados, e os casos são enviados para análise de médicos, que enviam o suporte necessário de acordo com a natureza da emergência.

Baixe as fotos do evento

Prefeito Roberto Cláudio entrega 11ª Base Descentralizada do Samu em Fortaleza

Implantada no Terminal do Conjunto Ceará, a Unidade contará com duas ambulâncias de suporte básico e uma motolância

grupo de quatro pessoas posa para a foto
“Ao distribuir bases como esta por várias regiões da Cidade, buscamos garantir que a assistência aconteça de forma rápida", afirmou Roberto Cláudio

O prefeito Roberto Cláudio entregou, na manhã desta segunda-feira (21/12), a 11ª Base Descentralizada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) da Capital. Implantada no Terminal do Conjunto Ceará, a Unidade contará com duas ambulâncias de suporte básico e uma motolância.

A iniciativa visa à diminuição do tempo de resposta em casos de emergência para os quais o Samu é acionado, proporcionando atendimento médico pré-hospitalar otimizado à população. Estarão a postos equipes multidisciplinares compostas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e condutores de veículo de urgência capacitados.

“Ao distribuir bases como esta por várias regiões da Cidade, buscamos garantir que a assistência aconteça de forma rápida. Em situações consideradas de urgência ou emergência, com risco de morte, sequela ou sofrimento intenso, um primeiro atendimento ágil, qualificado e eficiente define o prognóstico do paciente e pode salvar vidas”, introduziu o Prefeito.

O gerente do Samu Fortaleza, Frederico Arnaud, enfatizou que a base recém-inaugurada irá beneficiar, sobretudo, bairros da Regional V adjacentes ao equipamento.

“Serão contemplados, de forma prioritária e estratégica, os chamados vindos de área aproximada de 3 quilômetros quadrados. Hoje, o tempo de resposta do suporte avançado gira em torno de 11 minutos, enquanto o suporte básico chega ao local da ocorrência em torno de 13. Com equipes mais próximas, minimizaremos possíveis complicações”, reiterou.

Expansão 

Além do Conjunto Ceará, o serviço já beneficia os bairros Papicu, Pici, Jóquei Clube, Benfica, Maraponga, Cajazeiras, Antônio Bezerra, Edson Queiroz, José Walter, dentre outros.

a foto mostra duas ambulâncias e um container da base descentralizada do Samu
Até o fim de 2020, a população de Fortaleza contará com 13 bases descentralizadas do Samu 192

De acordo com a titular da Secretaria da Saúde de Fortaleza, Joana Maciel, até o fim de 2020, a população de Fortaleza contará com 13 bases descentralizadas do Samu 192, incluindo novas instalações no Shopping Iguatemi e no Cuca Barra do Ceará.

“Fortaleza é uma cidade grande. Em determinados horários, apesar dos avanços na mobilidade, o nosso trânsito ainda é desafiador. Para chegar o quanto antes aos locais dos acidentes e das ocorrências, temos trabalhado de forma assertiva. Além de descentralizar as bases, renovamos 100% da frota e investimos na qualificação permanente das equipes para que o nosso tempo de resposta esteja cada vez mais próximo do ideal”, garantiu.

Oferta de ambulâncias

Conforme o coordenador da Rede Pré-Hospitalar e Hospitalar do Município, Romel Araújo, nove novas ambulâncias estarão, em breve, à disposição de toda a população de Fortaleza. “Nesse sentido, contaremos com 65 equipamentos, superando o número recomendado pelo Ministério da Saúde”, afirmou.

Avaliação positiva

Moradora do bairro Genibaú, a aposentada Maria do Socorro Pinto, 74, elogiou os esforços intersetoriais realizados pela Prefeitura de Fortaleza nos últimos oito anos.

“Além de trazer o Samu para mais perto da gente, o prefeito Roberto Cláudio entregou essa Central de Distribuição de Medicamentos, facilitou a recarga do Bilhete Único e melhorou a estrutura do próprio terminal. Eu estou satisfeita e consigo ver as mudanças de perto”, avaliou.

Saiba Mais

O Samu é destinado ao atendimento de emergências médicas pré-hospitalares agudas e graves. O serviço é acionado pelo número 192, que funciona 24 horas, e dá acesso a uma Central de Regulação na Coordenadoria Integrada de Ações de Segurança (Ciops). As chamadas são acolhidas por telefonistas treinados, e os casos são enviados para análise de médicos, que enviam o suporte necessário de acordo com a natureza da emergência.

Baixe as fotos do evento