19 de dezembro de 2020 em Saúde

Prefeito Roberto Cláudio entrega Centro de Parto Normal do Gonzaguinha de Messejana

Nova estrutura deve ampliar em mais de 50% o atendimento materno-infantil na unidade


prefeito em pé de máscara e outras pessoas ao lado, todas de máscara posando para a foto
“É um conceito novo, de humanização, de alívio da dor, de mais tranquilidade e conforto nesse momento importante da vida da mulher e da criança que nasce”, frisou Roberto Cláudio

O prefeito Roberto Cláudio entregou neste sábado (19/12), o Centro de Parto Normal do Hospital Distrital Gonzaga Mota, no bairro Messejana (Gonzaguinha de Messejana). A nova unidade do complexo hospitalar recebeu o nome do Dr. José Gerardo Ponte, em homenagem ao médico cearense referência em ginecologia e obstetrícia.

“Eu e dois dos meus três irmãos nascemos pelas mãos do Dr. José Gerardo Ponte. Ele teve um papel fundamental, central, para a medicina e, especificamente, para a ginecologia e a obstetrícia”, comentou o Prefeito.

O novo Centro de Parto Normal (CPN) é um ambiente de obstetrícia direcionado ao parto humanizado. O espaço ocupa uma área de 280m² e conta com cinco salas de PPP (pré-parto, parto e puerpério), destinado à gestante e seu acompanhante, onde a atenção aos primeiros cuidados clínicos do parto e do nascimento ocorrem no mesmo ambiente, da internação à alta.

sala de hospital com maca, poltrona de acompanhante, mesa lateral, berço e acessórios
O novo Centro de Parto Normal (CPN) é um ambiente de obstetrícia direcionado ao parto humanizado

“É um conceito novo, de humanização, de alívio da dor, de mais tranquilidade e conforto nesse momento importante da vida da mulher e da criança que nasce”, frisou Roberto Cláudio.

As novas salas, somadas às nove já existentes no Gonzaguinha de Messejana, totalizam 14 espaços para parto na unidade de saúde. Atualmente, o Hospital faz cerca de 350 partos por mês. E com a entrega do novo CPN, a capacidade será ampliada em 50%.

O parto normal traz uma série de benefícios, que vão desde a respiração ao sistema imunológico do bebê, ampliando as chances de um início de vida mais saudável.

De acordo com a secretária adjunta da Saúde de Fortaleza, Dra. Ana Estela Fernandes, essa estrutura vai dar apoio à mulher que quer ter um parto normal. "O CPN tem o objetivo de acolher essas mulheres e dar boas condições para elas terem um parto humanizado como sempre quiseram", destacou.

Gonzaguinha de Messejana

O Gonzaguinha da Messejana realiza, mensalmente, cerca de 1.200 atendimentos nas áreas ginecologia e obstetrícia. Visando atender com mais conforto e segurança a população, a unidade também foi contemplada com a reforma do centro cirúrgico e com a entrega de uma sala de preparo de medicação. Além disso, a Prefeitura entregou um novo ambiente de repouso para os profissionais da saúde, proporcionando mais bem-estar aos servidores durante o horário de expediente.

fachada do centro de parto normal com letreiro escrito Centro de Parto Normal Dr. José Gerardo Ponte
As novas salas, somadas às nove já existentes no Gonzaguinha de Messejana, totalizam 14 espaços para parto na unidade de saúde

Sobre o homenageado

Dr. José Gerardo Ponte nasceu na cidade de Sobral-CE, no dia 14 de fevereiro de 1926. Em 1947, ingressou na Faculdade de Ciências Médicas, hoje pertencente à Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ). Formou-se em dezembro de 1952 e recebeu medalha de ouro pelo reconhecimento de ter sido o melhor aluno do ano.

Iniciou no magistério médico em 1953 e em 1954, transferiu-se para a Cátedra de Clínica Cirúrgica, onde permaneceu até 1956. Com a federalização da Universidade Federal do Ceará (UFC), iniciou carreira na ginecologia. Foi chefe de departamento e contribuiu com a formação dos residentes da Maternidade Escola Assis Chateaubriand.

Trabalhou no Serviço de Assistência Médica Domiciliar e de Urgência (SAMDU), no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), na Cooperativa dos Rodoviários, no Instituto Dr. José Frota (IJF) ena Santa Casa de Misericórdia. Foi membro efetivo do Centro Médico Cearense e sócio-fundador da Sociedade Cearense de Ginecologia e Obstetrícia, além de membro efetivo. Também foi membro honorário da Academia Cearense de Medicina e, por fim, construiu o Hospital Gênesis.

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR TODAS AS FOTOS DA COBERTURA

Prefeito Roberto Cláudio entrega Centro de Parto Normal do Gonzaguinha de Messejana

Nova estrutura deve ampliar em mais de 50% o atendimento materno-infantil na unidade

prefeito em pé de máscara e outras pessoas ao lado, todas de máscara posando para a foto
“É um conceito novo, de humanização, de alívio da dor, de mais tranquilidade e conforto nesse momento importante da vida da mulher e da criança que nasce”, frisou Roberto Cláudio

O prefeito Roberto Cláudio entregou neste sábado (19/12), o Centro de Parto Normal do Hospital Distrital Gonzaga Mota, no bairro Messejana (Gonzaguinha de Messejana). A nova unidade do complexo hospitalar recebeu o nome do Dr. José Gerardo Ponte, em homenagem ao médico cearense referência em ginecologia e obstetrícia.

“Eu e dois dos meus três irmãos nascemos pelas mãos do Dr. José Gerardo Ponte. Ele teve um papel fundamental, central, para a medicina e, especificamente, para a ginecologia e a obstetrícia”, comentou o Prefeito.

O novo Centro de Parto Normal (CPN) é um ambiente de obstetrícia direcionado ao parto humanizado. O espaço ocupa uma área de 280m² e conta com cinco salas de PPP (pré-parto, parto e puerpério), destinado à gestante e seu acompanhante, onde a atenção aos primeiros cuidados clínicos do parto e do nascimento ocorrem no mesmo ambiente, da internação à alta.

sala de hospital com maca, poltrona de acompanhante, mesa lateral, berço e acessórios
O novo Centro de Parto Normal (CPN) é um ambiente de obstetrícia direcionado ao parto humanizado

“É um conceito novo, de humanização, de alívio da dor, de mais tranquilidade e conforto nesse momento importante da vida da mulher e da criança que nasce”, frisou Roberto Cláudio.

As novas salas, somadas às nove já existentes no Gonzaguinha de Messejana, totalizam 14 espaços para parto na unidade de saúde. Atualmente, o Hospital faz cerca de 350 partos por mês. E com a entrega do novo CPN, a capacidade será ampliada em 50%.

O parto normal traz uma série de benefícios, que vão desde a respiração ao sistema imunológico do bebê, ampliando as chances de um início de vida mais saudável.

De acordo com a secretária adjunta da Saúde de Fortaleza, Dra. Ana Estela Fernandes, essa estrutura vai dar apoio à mulher que quer ter um parto normal. "O CPN tem o objetivo de acolher essas mulheres e dar boas condições para elas terem um parto humanizado como sempre quiseram", destacou.

Gonzaguinha de Messejana

O Gonzaguinha da Messejana realiza, mensalmente, cerca de 1.200 atendimentos nas áreas ginecologia e obstetrícia. Visando atender com mais conforto e segurança a população, a unidade também foi contemplada com a reforma do centro cirúrgico e com a entrega de uma sala de preparo de medicação. Além disso, a Prefeitura entregou um novo ambiente de repouso para os profissionais da saúde, proporcionando mais bem-estar aos servidores durante o horário de expediente.

fachada do centro de parto normal com letreiro escrito Centro de Parto Normal Dr. José Gerardo Ponte
As novas salas, somadas às nove já existentes no Gonzaguinha de Messejana, totalizam 14 espaços para parto na unidade de saúde

Sobre o homenageado

Dr. José Gerardo Ponte nasceu na cidade de Sobral-CE, no dia 14 de fevereiro de 1926. Em 1947, ingressou na Faculdade de Ciências Médicas, hoje pertencente à Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ). Formou-se em dezembro de 1952 e recebeu medalha de ouro pelo reconhecimento de ter sido o melhor aluno do ano.

Iniciou no magistério médico em 1953 e em 1954, transferiu-se para a Cátedra de Clínica Cirúrgica, onde permaneceu até 1956. Com a federalização da Universidade Federal do Ceará (UFC), iniciou carreira na ginecologia. Foi chefe de departamento e contribuiu com a formação dos residentes da Maternidade Escola Assis Chateaubriand.

Trabalhou no Serviço de Assistência Médica Domiciliar e de Urgência (SAMDU), no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), na Cooperativa dos Rodoviários, no Instituto Dr. José Frota (IJF) ena Santa Casa de Misericórdia. Foi membro efetivo do Centro Médico Cearense e sócio-fundador da Sociedade Cearense de Ginecologia e Obstetrícia, além de membro efetivo. Também foi membro honorário da Academia Cearense de Medicina e, por fim, construiu o Hospital Gênesis.

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR TODAS AS FOTOS DA COBERTURA