28 de agosto de 2019 em Saúde

Prefeito Roberto Cláudio inaugura 11ª sala de Apoio à Mulher que Amamenta/Posto de Coleta de Leite Humano

Equipamento está localizado no Posto de Saude Aída Santos e Silva, no Vincente Pinzón


pessoa posando para foto
Com a nova sala, já são 11 equipamentos do tipo distribuídos pela Cidade

O prefeito Roberto Cláudio entregou a mais nova Sala de Apoio à Mulher que Amamenta/Posto de Coleta de Leite Humano, nesta quarta-feira (28/08), no bairro Vicente Pinzón. Mães e recém-nascidos da Regional II passam a contar com o equipamento no Posto de Saúde Aída Santos e Silva, trazendo mais saúde e conforto aos usuários. Com a sala, já são 11 equipamentos do tipo distribuídos pela Cidade.

“Esta sala que inauguramos hoje serve para apoiar a mulher que amamenta. Nela, ensinamos como pegar no bebê, como estimular o leite e damos todo treinamento para que ela não abra mão do aleitamento materno até os seis meses de vida. A melhor vitamina e nutrição é o leite materno. Dá-lo ainda cria um importante vínculo da mãe com a criança”, afirmou Roberto Cláudio.

O novo espaço estimula ainda a doação de leite materno, ajudando recém-nascido que não recebem o alimento, como explicou Roberto Cláudio. “A segunda razão da sala é para que aquelas mães que têm muito leite possam doar para ajudar aqueles bebês prematuros, de baixo peso, que nascem doentes e estão nas UTIs precisando dele para sobreviver”, disse. Todo o alimento coletado é enviado ao banco de leite do Hospital Geral de Fortaleza, propiciando a recuperação daqueles que tanto precisam.

O serviço busca ampliar o compartilhamento de informações sobre os benefícios do aleitamento materno, além de orientar as mães quanto às técnicas para uma boa amamentação. Joana Maciel, secretária da Saúde, explicou que a ação que faz parte do grande pacote de investimento na primeira infância. "Hoje, estamos com todas as maternidades com posto de coleta e ficamos muito felizes em estarmos abrindo mais essa sala em um posto de saúde, mais próximo a população”, disse.

mulher amamentando criança
Isadora Valentim Pereira recebe orientação sobre amamentação

Mãe de uma recém-nascida, Isadora Valentim Pereira (20), declarou que a sala só traz benefícios à população. “O espaço está lindo e é bem-vindo. Tem muitas mães que não sabem amamentar, dão o leite errado e, aqui, aprendem. A criança vai ficar forte. Também quando sobra a gente pode doar, para que outras crianças se desenvolvam. Já estou doando e me sinto bem em saber que estou ajudando aos filhos dos outros ficaram bem também”, completou.

Fortaleza é pioneira na política na instalação de pontos de coleta em postos de saúde. Com a entrega, o Município contará com 11 equipamentos, sendo seis em postos de saúde e outros cinco em maternidades. Cada sala consegue captar entre quatro e cinco litros de leite humano por mês. O trabalho beneficia dezenas de bebês e fortalece a amamentação exclusiva até os seis meses.

Saiba Mais

A entrega faz parte da programação iniciada no começo do mês de agosto em alusão a Semana Mundial de Aleitamento Materno 2019, um movimento global que, durante o mês, intensifica atividades de apoio a mulheres lactantes. O período também é simbolizado como “Agosto Dourado”, dedicado a sensibilizar papais e mamães, tanto antes como após o parto, da importância do leite materno na alimentação dos primeiros anos de vida dos bebês.

O leite materno contem todas as proteínas, gorduras, vitaminas, açúcares e água que uma criança necessita para se desenvolver, além dos anticorpos e glóbulos brancos que previnem as infecções e as doenças.

Prefeito Roberto Cláudio inaugura 11ª sala de Apoio à Mulher que Amamenta/Posto de Coleta de Leite Humano

Equipamento está localizado no Posto de Saude Aída Santos e Silva, no Vincente Pinzón

pessoa posando para foto
Com a nova sala, já são 11 equipamentos do tipo distribuídos pela Cidade

O prefeito Roberto Cláudio entregou a mais nova Sala de Apoio à Mulher que Amamenta/Posto de Coleta de Leite Humano, nesta quarta-feira (28/08), no bairro Vicente Pinzón. Mães e recém-nascidos da Regional II passam a contar com o equipamento no Posto de Saúde Aída Santos e Silva, trazendo mais saúde e conforto aos usuários. Com a sala, já são 11 equipamentos do tipo distribuídos pela Cidade.

“Esta sala que inauguramos hoje serve para apoiar a mulher que amamenta. Nela, ensinamos como pegar no bebê, como estimular o leite e damos todo treinamento para que ela não abra mão do aleitamento materno até os seis meses de vida. A melhor vitamina e nutrição é o leite materno. Dá-lo ainda cria um importante vínculo da mãe com a criança”, afirmou Roberto Cláudio.

O novo espaço estimula ainda a doação de leite materno, ajudando recém-nascido que não recebem o alimento, como explicou Roberto Cláudio. “A segunda razão da sala é para que aquelas mães que têm muito leite possam doar para ajudar aqueles bebês prematuros, de baixo peso, que nascem doentes e estão nas UTIs precisando dele para sobreviver”, disse. Todo o alimento coletado é enviado ao banco de leite do Hospital Geral de Fortaleza, propiciando a recuperação daqueles que tanto precisam.

O serviço busca ampliar o compartilhamento de informações sobre os benefícios do aleitamento materno, além de orientar as mães quanto às técnicas para uma boa amamentação. Joana Maciel, secretária da Saúde, explicou que a ação que faz parte do grande pacote de investimento na primeira infância. "Hoje, estamos com todas as maternidades com posto de coleta e ficamos muito felizes em estarmos abrindo mais essa sala em um posto de saúde, mais próximo a população”, disse.

mulher amamentando criança
Isadora Valentim Pereira recebe orientação sobre amamentação

Mãe de uma recém-nascida, Isadora Valentim Pereira (20), declarou que a sala só traz benefícios à população. “O espaço está lindo e é bem-vindo. Tem muitas mães que não sabem amamentar, dão o leite errado e, aqui, aprendem. A criança vai ficar forte. Também quando sobra a gente pode doar, para que outras crianças se desenvolvam. Já estou doando e me sinto bem em saber que estou ajudando aos filhos dos outros ficaram bem também”, completou.

Fortaleza é pioneira na política na instalação de pontos de coleta em postos de saúde. Com a entrega, o Município contará com 11 equipamentos, sendo seis em postos de saúde e outros cinco em maternidades. Cada sala consegue captar entre quatro e cinco litros de leite humano por mês. O trabalho beneficia dezenas de bebês e fortalece a amamentação exclusiva até os seis meses.

Saiba Mais

A entrega faz parte da programação iniciada no começo do mês de agosto em alusão a Semana Mundial de Aleitamento Materno 2019, um movimento global que, durante o mês, intensifica atividades de apoio a mulheres lactantes. O período também é simbolizado como “Agosto Dourado”, dedicado a sensibilizar papais e mamães, tanto antes como após o parto, da importância do leite materno na alimentação dos primeiros anos de vida dos bebês.

O leite materno contem todas as proteínas, gorduras, vitaminas, açúcares e água que uma criança necessita para se desenvolver, além dos anticorpos e glóbulos brancos que previnem as infecções e as doenças.