11 de junho de 2019 em Educação

Prefeito Roberto Cláudio inaugura Centro de Educação Infantil no Cidade Jardim II

Fortaleza já ampliou 130% das vagas em tempo integral para crianças de 1 a 5 anos


pessoa posando para foto
CEI foi inaugurado na última segunda-feira (10/06)

O prefeito Roberto Cláudio, acompanhado da primeira-dama Carol Bezerra, inaugurou, nesta segunda-feira (10/06), o novo Centro de Educação Infantil (CEI) Maria Letícia Mota Moreira. Localizada no bairro José Walter (Distrito de Educação 4), a nova unidade beneficiará cerca de 200 crianças de 1 a 5 anos de idade do Residencial Cidade Jardim. O CEI faz parte do Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil (Proinfância), com investimento de R$ 2.334.857,20, sendo R$ 466.441,59 oriundos do Município.

A creche possui área total de 2.400,00 m², com 1.317,99 m² e dispõe de dez salas de aula, banheiros com acessibilidade, cozinha, refeitório, despensa, lavanderia com depósito para material de limpeza, fraldário, lactário, secretaria, coordenação, sala de professores, entre outros espaços. O projeto contempla, ainda, brinquedoteca (sala multiuso), área de lazer com playground e solarium. Com esta inauguração, a Prefeitura de Fortaleza chega a 117 unidades de Educação Infantil entregues.

O Prefeito destacou o aumento de 130% das vagas de creche, sendo todas em tempo integral e com qualidade de atendimento. “Esta é uma das nossas políticas de educação de maior sucesso. Mais do que um espaço para que a mãe vá trabalhar, é importante para antecipar os primeiros estímulos cognitivos, motores, sociais, afetivos, fundamentais para a aprendizagem. É isso que estamos ofertando, em uma estrutura de muita qualidade, comparável à escolas particulares, e de muito capital humano”, afirmou.

Conforme o secretário adjunto de Educação, Jefferson Maia, este ano Fortaleza atingirá mais de 50 mil matrículas em Educação Infantil, um recorde absoluto na rede que comprova a prioridade e a atenção que a gestão possui em relação a primeira infância. "A gente está sempre onde a população mais precisa, nas áreas mais carentes, com maior concentração populacional e crianças mais vulneráveis. O objetivo do equipamento é, além da aprendizagem, a proteção", disse.

duas mulheres e um criança
Victória Moreira (dir.) elogiou a estrutura da creche e reforçou a necessidade do equipamento para as famílias do bairro

Victória Moreira, moradora do Cidade Jardim II, já garantiu o lugar na escola para a filha. Ela elogiou a estrutura da creche e reforçou a necessidade do equipamento para as famílias do bairro. "Muitas mães não podem trabalhar porque precisam ficar em casa cuidando dos filhos. Com a creche, a mãe fica despreocupada e o filho ainda aprende e tem uma alimentação completa", contou.

Educação Infantil

Ainda este ano, a Prefeitura mais um novo CEI na área do Cidade Jardim, de acordo com Roberto Cláudio. “Aqui a gente tem mais de 5.500 famílias morando, e este é o primeiro equipamento social entregue. Vamos entregar outro em agosto, com estrutura semelhante”, destacou o gestor.

Nos anos de 2017 e 2018, foram inaugurados 19 novos CEIs. Ainda em 2019, a Rede Municipal de Ensino passa a contar com 160 Centros de Educação Infantil, mais 95 creches parceiras, totalizando 255 equipamentos atendendo as famílias fortalezenses. Além disso, Fortaleza também possui 145 escolas municipais que possuem turmas de pré-escola.

Homenagem

Durante a cerimônia de inauguração do CEI Maria Letícia Mota Moreira, a educadora foi homenageada e parentes dela estiveram presentes. Tanto o prefeito Roberto Cláudio como a primeira-dama Carol Bezerra se emocionaram ao contar brevemente a história dela, que lutou junto à gestão em prol da Educação Infantil.

Para Roberto Cláudio, Maria Letícia foi "uma professora universitária, uma militante da primeira infância, uma articuladora política para garantir o acesso à educação pública infantil de qualidade. Um exemplo de dedicação de vida à causa da educação".

Carol Bezerra destacou o papel de Maria Letícia dentro do Plano Municipal da Primeira Infância e na Fundação da Criança e da Família Cidadã. “O que nos encantou, além da alegria, foi ela ser uma pessoa muito bem formada, com uma simplicidade e humanidade que tocava o coração de todos que conviviam com ela. Ela estava sempre buscando a melhoria na vida das pessoas”, disse.

Maria Letícia Mota Moreira era socióloga formada pela Universidade Federal do Ceará (UFC), professora aposentada da Universidade Estadual do Ceará (Uece), tendo exercido os cargos de chefe de departamento, diretora do departamento de Ensino e Graduação e pró-reitora de Graduação (1993-1995). Foi uma das fundadoras da Escola Prof. José Neudson Braga (1971), inicialmente, para ensino dos funcionários da UFC e atualmente para jovens e adultos. Foi Secretária-Adjunta de Educação no Município de Fortaleza (2002-2004).

Também foi consultora Unesco e PNUD, prestando consultoria para o Ministério de Educação na Reforma do Ensino Médio e na elaboração do Plano de Ações Articuladas e monitoramento do Programa Brasil Alfabetizado. Exerceu, ainda, o cargo de Gerente de Proteção da Primeira Infância/FUNCI/SDHDS, secretária executiva do Comitê de Sub-Registro de Fortaleza.

Prefeito Roberto Cláudio inaugura Centro de Educação Infantil no Cidade Jardim II

Fortaleza já ampliou 130% das vagas em tempo integral para crianças de 1 a 5 anos

pessoa posando para foto
CEI foi inaugurado na última segunda-feira (10/06)

O prefeito Roberto Cláudio, acompanhado da primeira-dama Carol Bezerra, inaugurou, nesta segunda-feira (10/06), o novo Centro de Educação Infantil (CEI) Maria Letícia Mota Moreira. Localizada no bairro José Walter (Distrito de Educação 4), a nova unidade beneficiará cerca de 200 crianças de 1 a 5 anos de idade do Residencial Cidade Jardim. O CEI faz parte do Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil (Proinfância), com investimento de R$ 2.334.857,20, sendo R$ 466.441,59 oriundos do Município.

A creche possui área total de 2.400,00 m², com 1.317,99 m² e dispõe de dez salas de aula, banheiros com acessibilidade, cozinha, refeitório, despensa, lavanderia com depósito para material de limpeza, fraldário, lactário, secretaria, coordenação, sala de professores, entre outros espaços. O projeto contempla, ainda, brinquedoteca (sala multiuso), área de lazer com playground e solarium. Com esta inauguração, a Prefeitura de Fortaleza chega a 117 unidades de Educação Infantil entregues.

O Prefeito destacou o aumento de 130% das vagas de creche, sendo todas em tempo integral e com qualidade de atendimento. “Esta é uma das nossas políticas de educação de maior sucesso. Mais do que um espaço para que a mãe vá trabalhar, é importante para antecipar os primeiros estímulos cognitivos, motores, sociais, afetivos, fundamentais para a aprendizagem. É isso que estamos ofertando, em uma estrutura de muita qualidade, comparável à escolas particulares, e de muito capital humano”, afirmou.

Conforme o secretário adjunto de Educação, Jefferson Maia, este ano Fortaleza atingirá mais de 50 mil matrículas em Educação Infantil, um recorde absoluto na rede que comprova a prioridade e a atenção que a gestão possui em relação a primeira infância. "A gente está sempre onde a população mais precisa, nas áreas mais carentes, com maior concentração populacional e crianças mais vulneráveis. O objetivo do equipamento é, além da aprendizagem, a proteção", disse.

duas mulheres e um criança
Victória Moreira (dir.) elogiou a estrutura da creche e reforçou a necessidade do equipamento para as famílias do bairro

Victória Moreira, moradora do Cidade Jardim II, já garantiu o lugar na escola para a filha. Ela elogiou a estrutura da creche e reforçou a necessidade do equipamento para as famílias do bairro. "Muitas mães não podem trabalhar porque precisam ficar em casa cuidando dos filhos. Com a creche, a mãe fica despreocupada e o filho ainda aprende e tem uma alimentação completa", contou.

Educação Infantil

Ainda este ano, a Prefeitura mais um novo CEI na área do Cidade Jardim, de acordo com Roberto Cláudio. “Aqui a gente tem mais de 5.500 famílias morando, e este é o primeiro equipamento social entregue. Vamos entregar outro em agosto, com estrutura semelhante”, destacou o gestor.

Nos anos de 2017 e 2018, foram inaugurados 19 novos CEIs. Ainda em 2019, a Rede Municipal de Ensino passa a contar com 160 Centros de Educação Infantil, mais 95 creches parceiras, totalizando 255 equipamentos atendendo as famílias fortalezenses. Além disso, Fortaleza também possui 145 escolas municipais que possuem turmas de pré-escola.

Homenagem

Durante a cerimônia de inauguração do CEI Maria Letícia Mota Moreira, a educadora foi homenageada e parentes dela estiveram presentes. Tanto o prefeito Roberto Cláudio como a primeira-dama Carol Bezerra se emocionaram ao contar brevemente a história dela, que lutou junto à gestão em prol da Educação Infantil.

Para Roberto Cláudio, Maria Letícia foi "uma professora universitária, uma militante da primeira infância, uma articuladora política para garantir o acesso à educação pública infantil de qualidade. Um exemplo de dedicação de vida à causa da educação".

Carol Bezerra destacou o papel de Maria Letícia dentro do Plano Municipal da Primeira Infância e na Fundação da Criança e da Família Cidadã. “O que nos encantou, além da alegria, foi ela ser uma pessoa muito bem formada, com uma simplicidade e humanidade que tocava o coração de todos que conviviam com ela. Ela estava sempre buscando a melhoria na vida das pessoas”, disse.

Maria Letícia Mota Moreira era socióloga formada pela Universidade Federal do Ceará (UFC), professora aposentada da Universidade Estadual do Ceará (Uece), tendo exercido os cargos de chefe de departamento, diretora do departamento de Ensino e Graduação e pró-reitora de Graduação (1993-1995). Foi uma das fundadoras da Escola Prof. José Neudson Braga (1971), inicialmente, para ensino dos funcionários da UFC e atualmente para jovens e adultos. Foi Secretária-Adjunta de Educação no Município de Fortaleza (2002-2004).

Também foi consultora Unesco e PNUD, prestando consultoria para o Ministério de Educação na Reforma do Ensino Médio e na elaboração do Plano de Ações Articuladas e monitoramento do Programa Brasil Alfabetizado. Exerceu, ainda, o cargo de Gerente de Proteção da Primeira Infância/FUNCI/SDHDS, secretária executiva do Comitê de Sub-Registro de Fortaleza.