11 de setembro de 2019 em Saúde

Prefeito Roberto Cláudio participa da solenidade de entrega do Certificado de Acreditação para UPA do Cristo Redentor

Apenas seis Unidades de Pronto Atendimento do País contam com essa certificação que atesta a excelência dos serviços prestados


várias pessoas ao redor de uma placa que foi descerrada
Durante a entrega do Certificado, o prefeito Roberto Cláudio parabenizou todos os servdores e gestores da UPA do Cristo Redentor

Na manhã desta quarta-feira (11/09), o prefeito Roberto Cláudio participou da solenidade de entrega do Certificado de Acreditação  para a Unidade de Pronto Atendimento Dr. Eduíno França Barreira - UPA do Cristo Redentor. Concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), o Certificado é o principal atestado de qualidade do Brasil no setor de saúde e representa o reconhecimento da excelência dos serviços prestados a fortalezenses.

“Das 536 UPAs do País inteiro, só seis têm esse selo de qualidade e nós somos os primeiros do Nordeste. Estamos aqui para celebrar com todos os servidores e gestores dessa Unidade. Lembramos que as demais UPAs trabalham de forma muito semelhante, com as mesmas rotinas e padrões. Certamente que, para ter esse, selo falta ajustar muito pouco”, afirmou Roberto Cláudio.

O certificado, reconhecido em todo País e chancelado pela Sociedade Internacional para Qualidade na Saúde (ISQua), confirma o grau de excelência em uma série de itens avaliados no equipamento. A unidade passou por uma rigorosa auditoria levando em consideração a estrutura física, o quadro funcional (quantidade e qualificação de profissionais), as práticas de segurança, a capacidade de controle (informações oferecidas aos pacientes e seus acompanhantes), a qualidade de atendimento, dentre outros critérios.

Flávio Deulefeu, diretor-presidente Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH), que gerencia o equipamento municipal agraciado, explicou como se deu o processo de acreditação. “Uma equipe de certificadores fez a avaliação durante três dias, fazendo pesquisa, fluxo de pacientes, entrevistando funcionários, técnicos e médicos. Avaliaram também a segurança ou não dos processos. É um processo muito duro e ficamos felizes por ter recebido, pois são poucos, no país inteiro que tem”, disse.

Joana Maciel, secretária da Saúde de Fortaleza, lembrou que a certificação é um privilégio e garantia de um trabalho bem realizado. “Estamos muito felizes porque a certificação prevê processos de trabalho e de segurança para o paciente e o profissional. Além de avaliar os servidores. É a certeza que estamos prestando um serviço de excelência”, completou.

Hoje, Fortaleza conta com uma rede de 12 UPAs, sendo a capital do país que tem o maior número de equipamento da rede por cidadão. Assim como a do Cristo Redentor, a expectativa é que os processos das demais alcancem a acreditação.

Prefeito Roberto Cláudio participa da solenidade de entrega do Certificado de Acreditação para UPA do Cristo Redentor

Apenas seis Unidades de Pronto Atendimento do País contam com essa certificação que atesta a excelência dos serviços prestados

várias pessoas ao redor de uma placa que foi descerrada
Durante a entrega do Certificado, o prefeito Roberto Cláudio parabenizou todos os servdores e gestores da UPA do Cristo Redentor

Na manhã desta quarta-feira (11/09), o prefeito Roberto Cláudio participou da solenidade de entrega do Certificado de Acreditação  para a Unidade de Pronto Atendimento Dr. Eduíno França Barreira - UPA do Cristo Redentor. Concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), o Certificado é o principal atestado de qualidade do Brasil no setor de saúde e representa o reconhecimento da excelência dos serviços prestados a fortalezenses.

“Das 536 UPAs do País inteiro, só seis têm esse selo de qualidade e nós somos os primeiros do Nordeste. Estamos aqui para celebrar com todos os servidores e gestores dessa Unidade. Lembramos que as demais UPAs trabalham de forma muito semelhante, com as mesmas rotinas e padrões. Certamente que, para ter esse, selo falta ajustar muito pouco”, afirmou Roberto Cláudio.

O certificado, reconhecido em todo País e chancelado pela Sociedade Internacional para Qualidade na Saúde (ISQua), confirma o grau de excelência em uma série de itens avaliados no equipamento. A unidade passou por uma rigorosa auditoria levando em consideração a estrutura física, o quadro funcional (quantidade e qualificação de profissionais), as práticas de segurança, a capacidade de controle (informações oferecidas aos pacientes e seus acompanhantes), a qualidade de atendimento, dentre outros critérios.

Flávio Deulefeu, diretor-presidente Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH), que gerencia o equipamento municipal agraciado, explicou como se deu o processo de acreditação. “Uma equipe de certificadores fez a avaliação durante três dias, fazendo pesquisa, fluxo de pacientes, entrevistando funcionários, técnicos e médicos. Avaliaram também a segurança ou não dos processos. É um processo muito duro e ficamos felizes por ter recebido, pois são poucos, no país inteiro que tem”, disse.

Joana Maciel, secretária da Saúde de Fortaleza, lembrou que a certificação é um privilégio e garantia de um trabalho bem realizado. “Estamos muito felizes porque a certificação prevê processos de trabalho e de segurança para o paciente e o profissional. Além de avaliar os servidores. É a certeza que estamos prestando um serviço de excelência”, completou.

Hoje, Fortaleza conta com uma rede de 12 UPAs, sendo a capital do país que tem o maior número de equipamento da rede por cidadão. Assim como a do Cristo Redentor, a expectativa é que os processos das demais alcancem a acreditação.