14 de maio de 2019 em Finanças

Prefeito Roberto Cláudio participa de palestra sobre Ajustes Fiscais ministrada pelo Secretário do Tesouro Nacional

Mansueto Almeida também foi condecorado com medalha Boticário Ferreira, maior comenda da Câmara dos Vereadores de Fortaleza


várias pessoas num palco
A palestra abrangeu uma contextualização do crescimento econômico brasileiro, trazendo uma retrospectiva desde a década de 30

O prefeito Roberto Cláudio participou, nesta segunda-feira (13/05), de palestra ministrada pelo economista cearense e titular da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), Mansueto Facundo de Almeida, na Assembleia Legislativa do Estado do Ceará. O tema contemplado foi Ajuste Fiscal e Retomada do Crescimento, trazendo maiores detalhes sobre a reestruturação das finanças brasileiras, em déficit desde 2014.

Dentre as autoridades presentes, estavam o secretário de Desenvolvimento do Governo do Estado, Maia Júnior, representando o governador Camilo Santana; o anfitrião do evento e diretor da VSM Comunicação, Marcos André Borges; o deputado estadual Queiroz Filho, representando a Assembleia; e o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, vereador Antônio Henrique

No comando da STN desde abril de 2018, o Secretário permaneceu no cargo durante a transição de governo, o que para Roberto Cláudio demonstra compromisso e vocação com as responsabilidades assumidas. “É importante que os cearenses conheçam cada vez mais não só a história, mas o grande trabalho de interesse nacional que ele vem empreendendo em suas funções. Mansueto está agora numa função estratégica para o país e também para o Estado do Ceará e Fortaleza. Viemos ouvi-lo, saber quais são as necessidades e as responsabilidades compartilhadas entre União, Estado e Município", destacou o gestor.

A palestra abrangeu uma contextualização do crescimento econômico brasileiro, trazendo uma retrospectiva desde a década de 30, quando houve a primeira maior depressão do País, cuja prosperidade ainda vinha, sobretudo, da agricultura. Avanços nas telecomunicações, mercado do petróleo, reformas econômicas e oportunidades como a concorrência foram, conforme Mansueto, fatores determinantes para desenvolvimento da nação.

No entanto, o economista alerta que a situação é delicada. O Brasil é um país com carga tributária muito alta em relação a média da América Latina, cerca de R$700 bilhões ou 33% do Produto Interno Bruto (PIB) arrecadados. Além disso, a dívida brasileira já é muito elevada em comparação a outros países de renda semelhante, atingindo cerca de 80% do PIB, sendo em outros países em torno de 50%. Mesmo com essa carga tributária alta, muito pouco é investido.

Outros fatores agravantes citados foram o envelhecimento da população, que além de um aumento do que se paga em aposentadoria, representa a diminuição da mão de obra; bem como investimentos equivocados mal realizados em diversos setores como saúde, educação e sobretudo no setor privado, cuja forma de incentivo precisa ser repensada, segundo Mansueto. Apesar disso, ele ressalta que a população acaba não sentindo tanto os efeitos da crise porque o Brasil é um país cuja rede de proteção social é muito forte.

"Nós temos que debater por meio da política e procurar um consenso para fazer as reformas. Hoje temos uma economia que tem 13 milhões de desempregados, 40 milhões no mercado informal. A gente sabe qual é a solução: um país que incentiva a educação inovação e se integra ao resto do mundo, mantém o sistema tributário e as contas publico em equilíbrio, a consequência natural é crescer mais. Este é o nosso desafio para que o país possa voltar a brilhar", afirmou.

várias pessoas posando para a foto
A solenidade entrega da Medalha Boticário Ferreira ocorreu no plenário da Câmara Municipal

Medalha Boticário Ferreira

Durante o período da tarde desta segunda-feira (13/05), o prefeito Roberto Cláudio esteve presente na cerimônia de entrega da medalha Boticário Ferreira ao economista cearense e secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Facundo de Almeida. A maior comenda da Câmara dos Vereadores de Fortaleza condecorou a trajetória profissional do homenageado em sessão solene presidida pelo presidente da Casa Legislativa, Antônio Henrique.

Os vereadores Dr. Porto e Antônio Henrique, autores do requerimento que conferiu a homenagem, atribuíram a iniciativa à relevância dos serviços prestados pelo economista. Na oportunidade, Antônio Henrique reconheceu a atuação do profissional diante da tratativa de assuntos institucionais entre a Prefeitura de Fortaleza, o Governo do Estado, o Tesouro Nacional e o Senado Federal.

“Esta honraria, aprovada por unanimidade, reconhece, nesta ocasião, o trabalho realizado pelo dr. Mansueto, que auxilia a administração municipal e estadual por meio da aprovação de recursos em Brasília para o desenvolvimento de políticas públicas das quais a população precisa”, discursou o Presidente.

Durante a cerimônia, o prefeito Roberto Cláudio elogiou a iniciativa do legislativo municipal e expôs a relevância da união de esforços em prol da construção de uma Fortaleza mais justa e igualitária. “O Mansueto Facundo assumiu um cargo de grande envergadura no cenário brasileiro. Foi reconduzido à missão, mesmo com a mudança dos governos, e tem ajudado muito o município de Fortaleza. Ao longo de nossa gestão, algumas operações de crédito passaram pelo Tesouro Nacional. Tem havido acolhimento e apoio em relação a áreas prioritárias na nossa Cidade, envolvendo políticas de juventude, de saúde, de meio ambiente e de saneamento”, elencou.

Em seu discurso, Mansueto Facundo descreveu a emoção do momento. “Como cidadão de Fortaleza, eu me sinto muito honrado. Esta, talvez, seja a maior homenagem que recebi na minha vida. No exercício da minha profissão, busco manter o diálogo aberto com qualquer vertente, com qualquer pensamento ideológico”, declarou.

O homenageado

Mansueto Facundo de Almeida Júnior é economista graduado pela Universidade Federal do Ceará (UFC), possui Mestrado na Universidade de São Paulo (USP) e especialização com ênfase em Macroeconomia. Atual secretário do Tesouro Nacional, é um dos maiores especialistas do País em contas públicas. Participa frequentemente de Conferências, Seminários e Palestras relativas ao tema Econômico, principalmente no tocante as Contas Públicas do Governo Federal. Tem diversas publicações na área de finanças públicas.

A honraria

A Medalha Boticário Ferreira foi instituída em 1981 pela Câmara Municipal de Fortaleza para premiar o mérito cívico do cidadão que presta relevantes serviços à coletividade do Município.

Prefeito Roberto Cláudio participa de palestra sobre Ajustes Fiscais ministrada pelo Secretário do Tesouro Nacional

Mansueto Almeida também foi condecorado com medalha Boticário Ferreira, maior comenda da Câmara dos Vereadores de Fortaleza

várias pessoas num palco
A palestra abrangeu uma contextualização do crescimento econômico brasileiro, trazendo uma retrospectiva desde a década de 30

O prefeito Roberto Cláudio participou, nesta segunda-feira (13/05), de palestra ministrada pelo economista cearense e titular da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), Mansueto Facundo de Almeida, na Assembleia Legislativa do Estado do Ceará. O tema contemplado foi Ajuste Fiscal e Retomada do Crescimento, trazendo maiores detalhes sobre a reestruturação das finanças brasileiras, em déficit desde 2014.

Dentre as autoridades presentes, estavam o secretário de Desenvolvimento do Governo do Estado, Maia Júnior, representando o governador Camilo Santana; o anfitrião do evento e diretor da VSM Comunicação, Marcos André Borges; o deputado estadual Queiroz Filho, representando a Assembleia; e o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, vereador Antônio Henrique

No comando da STN desde abril de 2018, o Secretário permaneceu no cargo durante a transição de governo, o que para Roberto Cláudio demonstra compromisso e vocação com as responsabilidades assumidas. “É importante que os cearenses conheçam cada vez mais não só a história, mas o grande trabalho de interesse nacional que ele vem empreendendo em suas funções. Mansueto está agora numa função estratégica para o país e também para o Estado do Ceará e Fortaleza. Viemos ouvi-lo, saber quais são as necessidades e as responsabilidades compartilhadas entre União, Estado e Município", destacou o gestor.

A palestra abrangeu uma contextualização do crescimento econômico brasileiro, trazendo uma retrospectiva desde a década de 30, quando houve a primeira maior depressão do País, cuja prosperidade ainda vinha, sobretudo, da agricultura. Avanços nas telecomunicações, mercado do petróleo, reformas econômicas e oportunidades como a concorrência foram, conforme Mansueto, fatores determinantes para desenvolvimento da nação.

No entanto, o economista alerta que a situação é delicada. O Brasil é um país com carga tributária muito alta em relação a média da América Latina, cerca de R$700 bilhões ou 33% do Produto Interno Bruto (PIB) arrecadados. Além disso, a dívida brasileira já é muito elevada em comparação a outros países de renda semelhante, atingindo cerca de 80% do PIB, sendo em outros países em torno de 50%. Mesmo com essa carga tributária alta, muito pouco é investido.

Outros fatores agravantes citados foram o envelhecimento da população, que além de um aumento do que se paga em aposentadoria, representa a diminuição da mão de obra; bem como investimentos equivocados mal realizados em diversos setores como saúde, educação e sobretudo no setor privado, cuja forma de incentivo precisa ser repensada, segundo Mansueto. Apesar disso, ele ressalta que a população acaba não sentindo tanto os efeitos da crise porque o Brasil é um país cuja rede de proteção social é muito forte.

"Nós temos que debater por meio da política e procurar um consenso para fazer as reformas. Hoje temos uma economia que tem 13 milhões de desempregados, 40 milhões no mercado informal. A gente sabe qual é a solução: um país que incentiva a educação inovação e se integra ao resto do mundo, mantém o sistema tributário e as contas publico em equilíbrio, a consequência natural é crescer mais. Este é o nosso desafio para que o país possa voltar a brilhar", afirmou.

várias pessoas posando para a foto
A solenidade entrega da Medalha Boticário Ferreira ocorreu no plenário da Câmara Municipal

Medalha Boticário Ferreira

Durante o período da tarde desta segunda-feira (13/05), o prefeito Roberto Cláudio esteve presente na cerimônia de entrega da medalha Boticário Ferreira ao economista cearense e secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Facundo de Almeida. A maior comenda da Câmara dos Vereadores de Fortaleza condecorou a trajetória profissional do homenageado em sessão solene presidida pelo presidente da Casa Legislativa, Antônio Henrique.

Os vereadores Dr. Porto e Antônio Henrique, autores do requerimento que conferiu a homenagem, atribuíram a iniciativa à relevância dos serviços prestados pelo economista. Na oportunidade, Antônio Henrique reconheceu a atuação do profissional diante da tratativa de assuntos institucionais entre a Prefeitura de Fortaleza, o Governo do Estado, o Tesouro Nacional e o Senado Federal.

“Esta honraria, aprovada por unanimidade, reconhece, nesta ocasião, o trabalho realizado pelo dr. Mansueto, que auxilia a administração municipal e estadual por meio da aprovação de recursos em Brasília para o desenvolvimento de políticas públicas das quais a população precisa”, discursou o Presidente.

Durante a cerimônia, o prefeito Roberto Cláudio elogiou a iniciativa do legislativo municipal e expôs a relevância da união de esforços em prol da construção de uma Fortaleza mais justa e igualitária. “O Mansueto Facundo assumiu um cargo de grande envergadura no cenário brasileiro. Foi reconduzido à missão, mesmo com a mudança dos governos, e tem ajudado muito o município de Fortaleza. Ao longo de nossa gestão, algumas operações de crédito passaram pelo Tesouro Nacional. Tem havido acolhimento e apoio em relação a áreas prioritárias na nossa Cidade, envolvendo políticas de juventude, de saúde, de meio ambiente e de saneamento”, elencou.

Em seu discurso, Mansueto Facundo descreveu a emoção do momento. “Como cidadão de Fortaleza, eu me sinto muito honrado. Esta, talvez, seja a maior homenagem que recebi na minha vida. No exercício da minha profissão, busco manter o diálogo aberto com qualquer vertente, com qualquer pensamento ideológico”, declarou.

O homenageado

Mansueto Facundo de Almeida Júnior é economista graduado pela Universidade Federal do Ceará (UFC), possui Mestrado na Universidade de São Paulo (USP) e especialização com ênfase em Macroeconomia. Atual secretário do Tesouro Nacional, é um dos maiores especialistas do País em contas públicas. Participa frequentemente de Conferências, Seminários e Palestras relativas ao tema Econômico, principalmente no tocante as Contas Públicas do Governo Federal. Tem diversas publicações na área de finanças públicas.

A honraria

A Medalha Boticário Ferreira foi instituída em 1981 pela Câmara Municipal de Fortaleza para premiar o mérito cívico do cidadão que presta relevantes serviços à coletividade do Município.