08 de junho de 2018 em Mobilidade

Prefeito Roberto Cláudio premia usuários do Bicicletar

Sistema de compartilhamento de bicicletas ultrapassa 2 milhões de viagens


Premiação
Os usuários José Adriano Rodrigues Cilene Damasceno e Romério de Oliveira ganharam bicicletas (Foto: Thiago Gaspar)
O sistema de compartilhamento de bicicletas da Capital ultrapassou 2 milhões de viagens e, para comemorar a marca, a Prefeitura de Fortaleza premiou, na manhã desta sexta-feira (08/06), três usuários do Bicicletar.

Foram premiados com uma bicicleta, os usuários José Adriano Rodrigues, por ter feito a viagem de número 2.000.000; Cilene Damasceno e Romério de Oliveira, por terem sido os usuários que mais utilizaram o Bicicletar, com 1.400 e 1.992 viagens respectivamente. As bicicletas foram adquiridas numa parceria entre a Unimed Fortaleza e Serttel, empresas patrocinadora e operadora do sistema Bicicletar.

A atendente de telemarketing Cilene Rodrigues foi a mulher que mais utilizou o sistema de compartilhamento. Foram 1.400 viagens feitas por quem nunca tinha tido uma bicicleta. “Quando a Prefeitura lançou o bicicletar, eu resolvi fazer pequenos testes para ver se conseguiria. Hoje, é muito difícil eu ir para o trabalho ou para a casa, se não for de bicicleta. Deixarei essa que ganhei para os meus passeios no fim de semana e não abandonarei a verdinha”, disse a usuária.

Além da premiação, para incentivar que mais pessoas se locomovam utilizando bikes, os usuários do sistema poderão solicitar, a partir desta sexta-feira (08/06) até a sexta-feira da próxima semana (15/06), um passe semanal por um valor 80% menor que o passe diário normal. Os novos usuários ou aqueles já cadastrados no sistema poderão solicitar um passe semanal de utilização por apenas R$ 1,00. Para adquirir, basta que os interessados acessem www.bicicletar.com.br ou o aplicativo para celular, disponível para Android (https://goo.gl/X4orti) e iOS (https://goo.gl/AvWqFr).

“A bicicleta é o meio de transporte de vários cidadãos, e a premiação é uma forma de reconhecer as pessoas que acreditaram nessa política que começou pequena e conquistou a Cidade. Foram mais de 2 milhões de viagens e muitas outras serão feitas já que, até 2020, inúmeras outras ações serão realizadas para aumentar e melhorar a estrutura cicloviária da Cidade”, explicou o prefeito Roberto Cláudio.

Para aumentar o número de usuários e de bicicletas, a Prefeitura de Fortaleza, criou um fundo para arrecadar valores do estacionamento da Zona Azul da Cidade. A expectativa é que, ainda neste semestre, a Câmara dos Vereadores aprove e sancione a lei. De acordo com a mensagem, os recursos servirão como um fundo que, além de aumentar o número de ciclofaixas e ciclovias, vai permitir a implantação de estações do bicicletar em locais onde é mais difícil conseguir patrocinador.

Com projeto desenvolvido pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), o Bicicletar realizou 2.003.309 viagens e também deixaram de ser emitidas mais de 724 toneladas de gás carbônico na atmosfera (até 9h do dia 08/06/2018) com a utilização das bicicletas compartilhadas, já que esse seria o montante produzido caso essas viagens tivessem sido realizadas por carros.

Outro projeto que incentiva o uso de bicicletas foi desenvolvido pela Prefeitura em março deste ano. A Política de Mobilidade Corporativa é destinada a empresas e começou a funcionar experimentalmente em seis prédios do Município, incluindo o Paço Municipal. No modelo, que serve aos funcionários públicos municipais, as bicicletas são brancas, georreferenciadas e têm travamento eletrônico.

Para retirá-las da estação, não precisa de internet. Basta se cadastrar, ter o aplicativo instalado no celular, informar a estação e fazer a leitura digital do código de barras exposto no guidão e na traseira da bicicleta. “Não podemos obrigar as empresas, mas estamos incentivando o setor privado a investir nesse sistema. Estamos num período de teste de seis meses para avaliar o impacto direto nos usuários, mas todos sabemos que funcionário saudával é mais eficiente”, ressaltou o secretário-executivo da Conservação e Serviços Públicos, Luiz Alberto Sabóia.

O compartilhamento corporativo é financiado pelo projeto Cidades Sustentáveis, apoiado pela iniciativa Bloomberg de segurança viária e pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Bicicletar em números
Hoje, o Bicicletar oferece um total de 800 bicicletas distribuídas em 80 estações em diferentes bairros, contabilizando uma média de 6,1 viagens por bicicleta diariamente, apresentando uma maior utilização em dias úteis. O sistema já verificou uma média de 2.600 viagens em dias úteis. Já nos fins de semana e feriados, a maior média verificada foi de 2.100 viagens por dia.

Estudo realizado pela equipe do PAITT revela que 88% dos usuários consideram o Bicicletar “Bom” ou “Ótimo”; cerca de 33% dos usuários são mulheres; 75% dos usuários têm entre 15 e 35 anos de idade; 60% escolhem o sistema, pois realiza deslocamento mais rápido; e cerca de 38% dos usuários são estudantes. Atualmente, são mais de 209 mil usuários cadastrados no Bicicletar, sendo 91% desse total utilizando o Bilhete Único.

O Bicicletar surgiu em 15 de dezembro de 2014 como uma solução de transporte de pequeno percurso para facilitar o deslocamento das pessoas em Fortaleza, estando as estações localizadas em pontos estratégicos da cidade. A Unimed Fortaleza segue como patrocinadora do sistema na Capital e a empresa Serttel é a operadora e responsável pela manutenção técnica nos equipamentos.

Inovações e modernização
De acordo com levantamento recente, o número de utilizações do Bicicletar vem aumentando nos últimos meses, resultado do ciclo de inovações técnicas e modernização do sistema pelos quais o Bicicletar tem passado, como a substituição de bicicletas, além de inovações técnicas, como a interligação das estações por meio de fibra ótica, câmeras de vídeomonitoramento 24 horas e novas funções do aplicativo. De dezembro de 2017 até o início deste mês, foram substituídas 500 bicicletas por outras mais modernas, que possuem um design renovado, o que facilita seu uso, principalmente para mulheres, por ter um quadro rebaixado. Além disso, o quadro é mais reforçado, com um tubo único, fortalecendo sua estrutura e aumentando sua durabilidade. A cestinha também teve sua capacidade aumentada de 7 para 9 litros.

A interligação por meio de fibra ótica das estações do Bicicletar faz com que os usuários das bikes tenham informações mais rápidas e precisas sobre o sistema, como a quantidade de bicicletas disponíveis em cada estação por meio do aplicativo, além de evitar que as estações fiquem fora de serviço. As câmeras de videomonotoramento funcionam 24 horas para que as equipes técnicas acompanhem seu desempenho em tempo real. Além de proporcionar um serviço mais rápido aos usuários, a ação vai possibilitar mais segurança aos usuários do Bicicletar. Todas as estações estão recebendo câmeras progressivamente.

Novidades do app
Disponíveis para Android e iOS desde dezembro, as novas funcionalidades do app do Bicicletar possibilitam, por exemplo, a identificação do histórico das viagens e rotas para a estação de destino, além de atendimento via Whatsapp, inovações que ajudam ainda mais os ciclistas em seus percursos diários. A nova versão do aplicativo vem oferecendo mais funções e serviços específicos aos ciclistas, como, por exemplo, a possibilidade de informar em tempo real, por meio de chamada ou mensagem, possíveis demandas que precisem ser solucionadas pela empresa operadora do sistema. São elas:

- Informação em tempo real quando a bike foi retirada ou devolvida;

- Histórico das viagens;

- Identificação de rotas para a estação de destino;

- Informação da quantidade média de calorias gastas por viagem;

- Navegabilidade muito mais intuitiva e prática;

- Atendimento via app Whatsapp;

- Permite que o usuário informe possíveis problemas na estação ou na bicicleta.

 

Prefeito Roberto Cláudio premia usuários do Bicicletar

Sistema de compartilhamento de bicicletas ultrapassa 2 milhões de viagens

Premiação
Os usuários José Adriano Rodrigues Cilene Damasceno e Romério de Oliveira ganharam bicicletas (Foto: Thiago Gaspar)
O sistema de compartilhamento de bicicletas da Capital ultrapassou 2 milhões de viagens e, para comemorar a marca, a Prefeitura de Fortaleza premiou, na manhã desta sexta-feira (08/06), três usuários do Bicicletar.

Foram premiados com uma bicicleta, os usuários José Adriano Rodrigues, por ter feito a viagem de número 2.000.000; Cilene Damasceno e Romério de Oliveira, por terem sido os usuários que mais utilizaram o Bicicletar, com 1.400 e 1.992 viagens respectivamente. As bicicletas foram adquiridas numa parceria entre a Unimed Fortaleza e Serttel, empresas patrocinadora e operadora do sistema Bicicletar.

A atendente de telemarketing Cilene Rodrigues foi a mulher que mais utilizou o sistema de compartilhamento. Foram 1.400 viagens feitas por quem nunca tinha tido uma bicicleta. “Quando a Prefeitura lançou o bicicletar, eu resolvi fazer pequenos testes para ver se conseguiria. Hoje, é muito difícil eu ir para o trabalho ou para a casa, se não for de bicicleta. Deixarei essa que ganhei para os meus passeios no fim de semana e não abandonarei a verdinha”, disse a usuária.

Além da premiação, para incentivar que mais pessoas se locomovam utilizando bikes, os usuários do sistema poderão solicitar, a partir desta sexta-feira (08/06) até a sexta-feira da próxima semana (15/06), um passe semanal por um valor 80% menor que o passe diário normal. Os novos usuários ou aqueles já cadastrados no sistema poderão solicitar um passe semanal de utilização por apenas R$ 1,00. Para adquirir, basta que os interessados acessem www.bicicletar.com.br ou o aplicativo para celular, disponível para Android (https://goo.gl/X4orti) e iOS (https://goo.gl/AvWqFr).

“A bicicleta é o meio de transporte de vários cidadãos, e a premiação é uma forma de reconhecer as pessoas que acreditaram nessa política que começou pequena e conquistou a Cidade. Foram mais de 2 milhões de viagens e muitas outras serão feitas já que, até 2020, inúmeras outras ações serão realizadas para aumentar e melhorar a estrutura cicloviária da Cidade”, explicou o prefeito Roberto Cláudio.

Para aumentar o número de usuários e de bicicletas, a Prefeitura de Fortaleza, criou um fundo para arrecadar valores do estacionamento da Zona Azul da Cidade. A expectativa é que, ainda neste semestre, a Câmara dos Vereadores aprove e sancione a lei. De acordo com a mensagem, os recursos servirão como um fundo que, além de aumentar o número de ciclofaixas e ciclovias, vai permitir a implantação de estações do bicicletar em locais onde é mais difícil conseguir patrocinador.

Com projeto desenvolvido pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), o Bicicletar realizou 2.003.309 viagens e também deixaram de ser emitidas mais de 724 toneladas de gás carbônico na atmosfera (até 9h do dia 08/06/2018) com a utilização das bicicletas compartilhadas, já que esse seria o montante produzido caso essas viagens tivessem sido realizadas por carros.

Outro projeto que incentiva o uso de bicicletas foi desenvolvido pela Prefeitura em março deste ano. A Política de Mobilidade Corporativa é destinada a empresas e começou a funcionar experimentalmente em seis prédios do Município, incluindo o Paço Municipal. No modelo, que serve aos funcionários públicos municipais, as bicicletas são brancas, georreferenciadas e têm travamento eletrônico.

Para retirá-las da estação, não precisa de internet. Basta se cadastrar, ter o aplicativo instalado no celular, informar a estação e fazer a leitura digital do código de barras exposto no guidão e na traseira da bicicleta. “Não podemos obrigar as empresas, mas estamos incentivando o setor privado a investir nesse sistema. Estamos num período de teste de seis meses para avaliar o impacto direto nos usuários, mas todos sabemos que funcionário saudával é mais eficiente”, ressaltou o secretário-executivo da Conservação e Serviços Públicos, Luiz Alberto Sabóia.

O compartilhamento corporativo é financiado pelo projeto Cidades Sustentáveis, apoiado pela iniciativa Bloomberg de segurança viária e pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Bicicletar em números
Hoje, o Bicicletar oferece um total de 800 bicicletas distribuídas em 80 estações em diferentes bairros, contabilizando uma média de 6,1 viagens por bicicleta diariamente, apresentando uma maior utilização em dias úteis. O sistema já verificou uma média de 2.600 viagens em dias úteis. Já nos fins de semana e feriados, a maior média verificada foi de 2.100 viagens por dia.

Estudo realizado pela equipe do PAITT revela que 88% dos usuários consideram o Bicicletar “Bom” ou “Ótimo”; cerca de 33% dos usuários são mulheres; 75% dos usuários têm entre 15 e 35 anos de idade; 60% escolhem o sistema, pois realiza deslocamento mais rápido; e cerca de 38% dos usuários são estudantes. Atualmente, são mais de 209 mil usuários cadastrados no Bicicletar, sendo 91% desse total utilizando o Bilhete Único.

O Bicicletar surgiu em 15 de dezembro de 2014 como uma solução de transporte de pequeno percurso para facilitar o deslocamento das pessoas em Fortaleza, estando as estações localizadas em pontos estratégicos da cidade. A Unimed Fortaleza segue como patrocinadora do sistema na Capital e a empresa Serttel é a operadora e responsável pela manutenção técnica nos equipamentos.

Inovações e modernização
De acordo com levantamento recente, o número de utilizações do Bicicletar vem aumentando nos últimos meses, resultado do ciclo de inovações técnicas e modernização do sistema pelos quais o Bicicletar tem passado, como a substituição de bicicletas, além de inovações técnicas, como a interligação das estações por meio de fibra ótica, câmeras de vídeomonitoramento 24 horas e novas funções do aplicativo. De dezembro de 2017 até o início deste mês, foram substituídas 500 bicicletas por outras mais modernas, que possuem um design renovado, o que facilita seu uso, principalmente para mulheres, por ter um quadro rebaixado. Além disso, o quadro é mais reforçado, com um tubo único, fortalecendo sua estrutura e aumentando sua durabilidade. A cestinha também teve sua capacidade aumentada de 7 para 9 litros.

A interligação por meio de fibra ótica das estações do Bicicletar faz com que os usuários das bikes tenham informações mais rápidas e precisas sobre o sistema, como a quantidade de bicicletas disponíveis em cada estação por meio do aplicativo, além de evitar que as estações fiquem fora de serviço. As câmeras de videomonotoramento funcionam 24 horas para que as equipes técnicas acompanhem seu desempenho em tempo real. Além de proporcionar um serviço mais rápido aos usuários, a ação vai possibilitar mais segurança aos usuários do Bicicletar. Todas as estações estão recebendo câmeras progressivamente.

Novidades do app
Disponíveis para Android e iOS desde dezembro, as novas funcionalidades do app do Bicicletar possibilitam, por exemplo, a identificação do histórico das viagens e rotas para a estação de destino, além de atendimento via Whatsapp, inovações que ajudam ainda mais os ciclistas em seus percursos diários. A nova versão do aplicativo vem oferecendo mais funções e serviços específicos aos ciclistas, como, por exemplo, a possibilidade de informar em tempo real, por meio de chamada ou mensagem, possíveis demandas que precisem ser solucionadas pela empresa operadora do sistema. São elas:

- Informação em tempo real quando a bike foi retirada ou devolvida;

- Histórico das viagens;

- Identificação de rotas para a estação de destino;

- Informação da quantidade média de calorias gastas por viagem;

- Navegabilidade muito mais intuitiva e prática;

- Atendimento via app Whatsapp;

- Permite que o usuário informe possíveis problemas na estação ou na bicicleta.