02 de março de 2018 em Juventude

Prefeito Roberto Cláudio visita teatro do Cuca Jangurussu

O espaço é equipado com plateia composta por 252 lugares, dois camarins e duas salas de controle de som


Teatro
Infraestrutura cenotécnica está em fase de acabamento, mas a utilização do teatro já foi liberada (Foto: Kaio Machado)
O prefeito Roberto Cláudio visitou, nesta sexta-feira (02/03), o teatro do Cuca Jangurussu. O equipamento, cuja infraestrutura cenotécnica está em fase de acabamento, foi entregue à população e já está sendo utilizado pela juventude da região.

O espaço, equipado com plateia composta por 252 lugares, dois camarins e duas salas de controle de som, recebeu investimento equivalente a R$ 1.190.000. “Nós estamos visitando a obra deste teatro, que foi entregue esta semana e vem fortalecer a cultura nesta área da Cidade, composta pelo Jangurussu, pelo Conjunto Palmeiras, pelo São Cristóvão e por todo o entorno. Poucas áreas da Capital dispõem de um equipamento cultural como este. Estando instalado no Cuca, ele passa a ser um equipamento de formação. Aqui, nós temos bailarinas, músicos, artistas. Talentos estão sendo descobertos. A juventude precisa de um espaço como este para expressar e qualificar o seu trabalho. A parte cenotécnica também será implantada, com iluminação, cortina e outros detalhes. Mas as atividades de formação e os eventos já estão acontecendo. Estou cada vez mais convencido do impacto que a cultura exerce para transformar a juventude de Fortaleza”, declarou o Prefeito.

De acordo com o titular da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude de Fortaleza, Júlio Brizzi, o processo de conclusão da obra deverá ser finalizado até o início do segundo semestre deste ano. “Pela complexidade do equipamento, a obra segue em etapas pela especificidade do acabamento e das necessidades gerais. A gente estima que, até o meio do ano, todo o processo esteja concluído. Mas é importante registrar que a utilização do teatro já está liberada. A região do Jangurussu tem uma grande concentração de jovens, que devem ser beneficiados a partir das atividades aqui desenvolvidas”, disse.

Durante a visita, que contou com a presença de secretários municipais, vereadores, lideranças políticas e comunitárias, apresentações artísticas enriqueceram o cenário. Na ocasião, a população não escondeu a alegria. “Nem todas as Capitais contam com um equipamento de ponta como este. Este teatro vem se somar ao que a Prefeitura já vem fazendo em vários eixos pela comunidade do Grande Jangurussu. Isso vai assegurar à criança, ao jovem e ao adolescente o direito à cultura. Aqui, a vulnerabilidade social ainda é muito grande. É preciso investir em oportunidade para os jovens daqui. A gente só tem a aplaudir essa boa gestão que o Prefeito vem fazendo”, considerou César Pinheiro, morador do entorno e agente comunitário de cidadania.

O secretário Executivo da Regional VI, Roberto Rios, avaliou positivamente a transformação pela qual o território vem passando ao longo da gestão do prefeito Roberto Cláudio. “Eu moro nesta Regional há 28 anos. Durante esse tempo, presenciei manifestações artísticas e culturais na chuva, em quadras com infraestruturas comprometidas e, literalmente, no meio da rua. É uma alegria muito grande observar que a cultura está evoluindo graças a equipamentos como este, que possibilitam a troca de experiências e de aprendizados”, finalizou.

Prefeito Roberto Cláudio visita teatro do Cuca Jangurussu

O espaço é equipado com plateia composta por 252 lugares, dois camarins e duas salas de controle de som

Teatro
Infraestrutura cenotécnica está em fase de acabamento, mas a utilização do teatro já foi liberada (Foto: Kaio Machado)
O prefeito Roberto Cláudio visitou, nesta sexta-feira (02/03), o teatro do Cuca Jangurussu. O equipamento, cuja infraestrutura cenotécnica está em fase de acabamento, foi entregue à população e já está sendo utilizado pela juventude da região.

O espaço, equipado com plateia composta por 252 lugares, dois camarins e duas salas de controle de som, recebeu investimento equivalente a R$ 1.190.000. “Nós estamos visitando a obra deste teatro, que foi entregue esta semana e vem fortalecer a cultura nesta área da Cidade, composta pelo Jangurussu, pelo Conjunto Palmeiras, pelo São Cristóvão e por todo o entorno. Poucas áreas da Capital dispõem de um equipamento cultural como este. Estando instalado no Cuca, ele passa a ser um equipamento de formação. Aqui, nós temos bailarinas, músicos, artistas. Talentos estão sendo descobertos. A juventude precisa de um espaço como este para expressar e qualificar o seu trabalho. A parte cenotécnica também será implantada, com iluminação, cortina e outros detalhes. Mas as atividades de formação e os eventos já estão acontecendo. Estou cada vez mais convencido do impacto que a cultura exerce para transformar a juventude de Fortaleza”, declarou o Prefeito.

De acordo com o titular da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude de Fortaleza, Júlio Brizzi, o processo de conclusão da obra deverá ser finalizado até o início do segundo semestre deste ano. “Pela complexidade do equipamento, a obra segue em etapas pela especificidade do acabamento e das necessidades gerais. A gente estima que, até o meio do ano, todo o processo esteja concluído. Mas é importante registrar que a utilização do teatro já está liberada. A região do Jangurussu tem uma grande concentração de jovens, que devem ser beneficiados a partir das atividades aqui desenvolvidas”, disse.

Durante a visita, que contou com a presença de secretários municipais, vereadores, lideranças políticas e comunitárias, apresentações artísticas enriqueceram o cenário. Na ocasião, a população não escondeu a alegria. “Nem todas as Capitais contam com um equipamento de ponta como este. Este teatro vem se somar ao que a Prefeitura já vem fazendo em vários eixos pela comunidade do Grande Jangurussu. Isso vai assegurar à criança, ao jovem e ao adolescente o direito à cultura. Aqui, a vulnerabilidade social ainda é muito grande. É preciso investir em oportunidade para os jovens daqui. A gente só tem a aplaudir essa boa gestão que o Prefeito vem fazendo”, considerou César Pinheiro, morador do entorno e agente comunitário de cidadania.

O secretário Executivo da Regional VI, Roberto Rios, avaliou positivamente a transformação pela qual o território vem passando ao longo da gestão do prefeito Roberto Cláudio. “Eu moro nesta Regional há 28 anos. Durante esse tempo, presenciei manifestações artísticas e culturais na chuva, em quadras com infraestruturas comprometidas e, literalmente, no meio da rua. É uma alegria muito grande observar que a cultura está evoluindo graças a equipamentos como este, que possibilitam a troca de experiências e de aprendizados”, finalizou.