20 de setembro de 2022 em Saúde

Prefeito Sarto sanciona incentivos aos profissionais da Atenção Básica de Fortaleza

Os incentivos chegam a R$ 4,8 milhões. O recurso é proveniente do Fundo Estadual de Saúde (Fundes)


O Prefeito José Sarto assinou na terça-feira (20/09) uma sanção de incentivos aos profissionais de saúde da atenção básica do Município que trabalham no tratamento contra a Covid-19. Ao todo, os incentivos chegam a R$ 4.866.103,80 e devem beneficiar cerca de 4 mil profissionais.

O recurso é proveniente do Fundo Estadual de Saúde (Fundes) e será dividido entre os profissionais da Atenção Primária à Saúde (APS). A resolução foi aprovada em fevereiro pelo Conselho Estadual de Saúde (Cesau/CE), normatizada pelo Conselho Municipal de Saúde de Fortaleza e enviada como projeto de Lei à Câmara Municipal de Fortaleza. Serão contemplados os servidores que trabalharam na atenção primária no período de janeiro de 2021 e que continuam ativos.

"Essa é uma importante política de valorização profissional e de reconhecimento pelos esforços da categoria durante o enfrentamento da pandemia. Vamos beneficiar trabalhadores da atenção primária que estiveram na linha de frente nos momentos mais críticos da luta contra a doença", destaca o Prefeito José Sarto.

Para a titular da Secretária da Saúde de Fortaleza Ana Estela Leite, a atenção primária no município de Fortaleza teve um papel importantíssimo em todo o enfrentamento da Covid 19. "Tanto no que diz respeito ao acolhimento dos pacientes de mais baixo risco como no monitoramento desses pacientes, no acompanhamento com realização de exames e de muitas vezes com referência para as unidades de maior complexidade," detalha.

Segundo a gestora, a grande missão do município é ter uma atenção primária que seja resolutiva. "É ela que ordena toda a demanda de saúde do município. Investir na atenção primária, qualificando, ampliando a cobertura, isso se reflete em todos os indicadores de saúde do município, inclusive nas demandas de busca por hospital e busca por internação", explica Ana Estela.

Covid-19

Durante a pandemia de Covid-19, a Atenção Primária à Saúde se tornou a principal porta de entrada dos pacientes com suspeita de coronavírus em casos de baixa complexidade. O atendimento e acompanhamento regular dos pacientes suspeitos ou confirmados de Covid-19 e outras Síndromes Gripais são realizados pelos 116 postos de saúde.

Durante o cenário de incremento dos novos casos em Fortaleza, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) manteve o atendimento de pacientes nos postos durante os fins de semana e feriados, exclusivo para atendimentos às síndromes gripais, em número ampliado conforme a demanda assistencial.

A equipe técnica da SMS segue monitorando a quantidade de atendimentos por Síndromes Gripais em todas as unidades, bem como a realização de testagem com a respectiva positividade, a quantidade de remoções demandadas, a dispensação de antivirais, o estoque de medicamentos e o absenteísmo dos colaboradores por adoecimento.

Prefeito Sarto sanciona incentivos aos profissionais da Atenção Básica de Fortaleza

Os incentivos chegam a R$ 4,8 milhões. O recurso é proveniente do Fundo Estadual de Saúde (Fundes)

O Prefeito José Sarto assinou na terça-feira (20/09) uma sanção de incentivos aos profissionais de saúde da atenção básica do Município que trabalham no tratamento contra a Covid-19. Ao todo, os incentivos chegam a R$ 4.866.103,80 e devem beneficiar cerca de 4 mil profissionais.

O recurso é proveniente do Fundo Estadual de Saúde (Fundes) e será dividido entre os profissionais da Atenção Primária à Saúde (APS). A resolução foi aprovada em fevereiro pelo Conselho Estadual de Saúde (Cesau/CE), normatizada pelo Conselho Municipal de Saúde de Fortaleza e enviada como projeto de Lei à Câmara Municipal de Fortaleza. Serão contemplados os servidores que trabalharam na atenção primária no período de janeiro de 2021 e que continuam ativos.

"Essa é uma importante política de valorização profissional e de reconhecimento pelos esforços da categoria durante o enfrentamento da pandemia. Vamos beneficiar trabalhadores da atenção primária que estiveram na linha de frente nos momentos mais críticos da luta contra a doença", destaca o Prefeito José Sarto.

Para a titular da Secretária da Saúde de Fortaleza Ana Estela Leite, a atenção primária no município de Fortaleza teve um papel importantíssimo em todo o enfrentamento da Covid 19. "Tanto no que diz respeito ao acolhimento dos pacientes de mais baixo risco como no monitoramento desses pacientes, no acompanhamento com realização de exames e de muitas vezes com referência para as unidades de maior complexidade," detalha.

Segundo a gestora, a grande missão do município é ter uma atenção primária que seja resolutiva. "É ela que ordena toda a demanda de saúde do município. Investir na atenção primária, qualificando, ampliando a cobertura, isso se reflete em todos os indicadores de saúde do município, inclusive nas demandas de busca por hospital e busca por internação", explica Ana Estela.

Covid-19

Durante a pandemia de Covid-19, a Atenção Primária à Saúde se tornou a principal porta de entrada dos pacientes com suspeita de coronavírus em casos de baixa complexidade. O atendimento e acompanhamento regular dos pacientes suspeitos ou confirmados de Covid-19 e outras Síndromes Gripais são realizados pelos 116 postos de saúde.

Durante o cenário de incremento dos novos casos em Fortaleza, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) manteve o atendimento de pacientes nos postos durante os fins de semana e feriados, exclusivo para atendimentos às síndromes gripais, em número ampliado conforme a demanda assistencial.

A equipe técnica da SMS segue monitorando a quantidade de atendimentos por Síndromes Gripais em todas as unidades, bem como a realização de testagem com a respectiva positividade, a quantidade de remoções demandadas, a dispensação de antivirais, o estoque de medicamentos e o absenteísmo dos colaboradores por adoecimento.