02 de setembro de 2019 em Participação social

Prefeitura de Fortaleza divulga resultado da eleição do Conselho Municipal de Planejamento Participativo

Foram ofertadas 39 vagas para Conselheiros e mais 39 para suplente


A Prefeitura de Fortaleza divulga, por meio da Coordenadoria Especial de Participação Social (CEPS), o resultado da eleição do Conselho Municipal de Planejamento Participativo para o período de 2019-2020.

Confira aqui o resultado

Foram ofertadas 39 vagas para Conselheiros, sendo uma para cada território, e mais 39 para suplente, destinada ao segundo candidato mais votado. As eleições ocorreram entre os dias 23 e 30 de agosto nas sedes das Regionais e da CEPS.

Conselho Municipal de Planejamento Participativo

Em dezembro de 2014, a Prefeitura de Fortaleza criou o Conselho Municipal de Planejamento Participativo por meio da Lei 10.277, que tem o objetivo de ampliar a participação da sociedade na discussão sobre a elaboração, execução, monitoramento e avaliação do Plano Plurianual (PPA) da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e da Lei Orçamentária Anual (LOA).

Os conselheiros municipais eleitos terão a oportunidade de representar os agentes de cidadania, propondo a definição de mecanismos que assegurem a efetiva participação da sociedade na formulação e monitoramento dos instrumentos de planejamento.

Prefeitura de Fortaleza divulga resultado da eleição do Conselho Municipal de Planejamento Participativo

Foram ofertadas 39 vagas para Conselheiros e mais 39 para suplente

A Prefeitura de Fortaleza divulga, por meio da Coordenadoria Especial de Participação Social (CEPS), o resultado da eleição do Conselho Municipal de Planejamento Participativo para o período de 2019-2020.

Confira aqui o resultado

Foram ofertadas 39 vagas para Conselheiros, sendo uma para cada território, e mais 39 para suplente, destinada ao segundo candidato mais votado. As eleições ocorreram entre os dias 23 e 30 de agosto nas sedes das Regionais e da CEPS.

Conselho Municipal de Planejamento Participativo

Em dezembro de 2014, a Prefeitura de Fortaleza criou o Conselho Municipal de Planejamento Participativo por meio da Lei 10.277, que tem o objetivo de ampliar a participação da sociedade na discussão sobre a elaboração, execução, monitoramento e avaliação do Plano Plurianual (PPA) da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e da Lei Orçamentária Anual (LOA).

Os conselheiros municipais eleitos terão a oportunidade de representar os agentes de cidadania, propondo a definição de mecanismos que assegurem a efetiva participação da sociedade na formulação e monitoramento dos instrumentos de planejamento.