20 de fevereiro de 2020 em Mobilidade

Prefeitura de Fortaleza implanta novo binário em Messejana

Implantação inicia nesta sexta-feira (21/02). Agentes da AMC darão suporte operacional à intervenção


Dando continuidade ao conjunto de intervenções que estão sendo realizadas em Messejana, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) inicia, nesta sexta-feira (21/02), a implantação de mais um binário do bairro composto pelas ruas Guarujá e Aveledo. Agentes do órgão darão suporte operacional à intervenção.

A Rua Guarujá terá sentido Washington Soares/BR-116, enquanto a Rua Aveledo concentrará o fluxo no sentido contrário BR-116/Washington Soares, no trecho compreendido entre a BR-116 e a Av. Padre Pedro de Alencar. Além do binário, será instalado um novo semáforo no cruzamento da Av. José Hipólito com Av. I.

Para atender aos deslocamentos dos ciclistas, uma nova ciclofaixa passará a funcionar ao longo da Rua Guarujá. Com 1 km de extensão, a infraestrutura cicloviária vai interligar a Av. Padre Pedro de Alencar à BR-116.

Confira o mapa com as alterações

Transporte Coletivo

Em virtude da medida, as linhas que trafegam no sentido do terminal para os bairros deixam de trafegar pela Rua Guarujá e passam a circular pela Rua Aveledo. As linhas envolvidas no binário são (619) Paupina, (621) Pedras I, (622) Pedras II, (628) Sítio São João/Santa Maria, (630) Itamaraty/Elizabeth II, (632) Alto Alegre/Messejana, (636) Cj. Palmeiras/Parque Santa Maria, (639) Planalto Coaçu/Messejana, (647) Cj. Maria Tomásia/Santa Filomena e (653) Santa Fé, (636) Cj. Palmeiras/Parque Santa Maria.

Já as linhas (631) Carlos Albuquerque e (681) Alameda das Palmeiras, quando trafegarem no sentido inverso, ou seja, dos bairros para o terminal, devem acessar a Rua Uberlândia em direção à Rua Angélica Gurgel.

Com a implantação do binário, a partir do dia 03 de março, as linhas originárias do terminal em direção aos bairros devem seguir pelas ruas Santa Efigênia, Aveledo e Padre Pedro de Alencar, seguindo o itinerário vigente. As linhas envolvidas são (619) Paupina, (621) Pedras I, (622) Pedras II, (628) Sítio São João/Santa Maria, (630) Itamaraty/Elizabeth II, (632) Alto Alegre/Messejana, (639) Planalto Coaçu/Messejana, (647) Cj. Maria Tomásia/Santa Filomena e (653) Santa Fé.

No sentido do bairro para o terminal, a linha (636) Cj. Palmeiras/Parque Santa Maria agora seguirá pela Rua Guarujá, Rua João Ivo, Rua Miracema e Rua Angélica Gurgel.

Segurança viária

Messejana está recebendo nova sinalização, reordenamento do tráfego, semáforos inteligentes, readequação da velocidade, implantação de ciclofaixas, travessias elevadas, além de ações educativas e de fiscalização com foco nos principais fatores de risco. Ao todo, cerca de 250 cruzamentos serão sinalizados até março. O objetivo é preservar vidas e garantir um ir e vir cada vez mais seguro.

Embora seja um bairro predominantemente residencial, 30% do uso do solo é destinado a comércios e serviços que atraem grande fluxo de pessoas e veículos. Com 10,8 km de vias, Messejana também é conhecida pelo alto índice de acidentalidade. Cerca de 1.500 acidentes foram registrados entre 2015 e 2018, sendo 85 atropelamentos. Um total de 22 pessoas morreram e 826 ficaram feridas.

Prefeitura de Fortaleza implanta novo binário em Messejana

Implantação inicia nesta sexta-feira (21/02). Agentes da AMC darão suporte operacional à intervenção

Dando continuidade ao conjunto de intervenções que estão sendo realizadas em Messejana, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) inicia, nesta sexta-feira (21/02), a implantação de mais um binário do bairro composto pelas ruas Guarujá e Aveledo. Agentes do órgão darão suporte operacional à intervenção.

A Rua Guarujá terá sentido Washington Soares/BR-116, enquanto a Rua Aveledo concentrará o fluxo no sentido contrário BR-116/Washington Soares, no trecho compreendido entre a BR-116 e a Av. Padre Pedro de Alencar. Além do binário, será instalado um novo semáforo no cruzamento da Av. José Hipólito com Av. I.

Para atender aos deslocamentos dos ciclistas, uma nova ciclofaixa passará a funcionar ao longo da Rua Guarujá. Com 1 km de extensão, a infraestrutura cicloviária vai interligar a Av. Padre Pedro de Alencar à BR-116.

Confira o mapa com as alterações

Transporte Coletivo

Em virtude da medida, as linhas que trafegam no sentido do terminal para os bairros deixam de trafegar pela Rua Guarujá e passam a circular pela Rua Aveledo. As linhas envolvidas no binário são (619) Paupina, (621) Pedras I, (622) Pedras II, (628) Sítio São João/Santa Maria, (630) Itamaraty/Elizabeth II, (632) Alto Alegre/Messejana, (636) Cj. Palmeiras/Parque Santa Maria, (639) Planalto Coaçu/Messejana, (647) Cj. Maria Tomásia/Santa Filomena e (653) Santa Fé, (636) Cj. Palmeiras/Parque Santa Maria.

Já as linhas (631) Carlos Albuquerque e (681) Alameda das Palmeiras, quando trafegarem no sentido inverso, ou seja, dos bairros para o terminal, devem acessar a Rua Uberlândia em direção à Rua Angélica Gurgel.

Com a implantação do binário, a partir do dia 03 de março, as linhas originárias do terminal em direção aos bairros devem seguir pelas ruas Santa Efigênia, Aveledo e Padre Pedro de Alencar, seguindo o itinerário vigente. As linhas envolvidas são (619) Paupina, (621) Pedras I, (622) Pedras II, (628) Sítio São João/Santa Maria, (630) Itamaraty/Elizabeth II, (632) Alto Alegre/Messejana, (639) Planalto Coaçu/Messejana, (647) Cj. Maria Tomásia/Santa Filomena e (653) Santa Fé.

No sentido do bairro para o terminal, a linha (636) Cj. Palmeiras/Parque Santa Maria agora seguirá pela Rua Guarujá, Rua João Ivo, Rua Miracema e Rua Angélica Gurgel.

Segurança viária

Messejana está recebendo nova sinalização, reordenamento do tráfego, semáforos inteligentes, readequação da velocidade, implantação de ciclofaixas, travessias elevadas, além de ações educativas e de fiscalização com foco nos principais fatores de risco. Ao todo, cerca de 250 cruzamentos serão sinalizados até março. O objetivo é preservar vidas e garantir um ir e vir cada vez mais seguro.

Embora seja um bairro predominantemente residencial, 30% do uso do solo é destinado a comércios e serviços que atraem grande fluxo de pessoas e veículos. Com 10,8 km de vias, Messejana também é conhecida pelo alto índice de acidentalidade. Cerca de 1.500 acidentes foram registrados entre 2015 e 2018, sendo 85 atropelamentos. Um total de 22 pessoas morreram e 826 ficaram feridas.