14 de março de 2019 em Esporte e Lazer

Prefeitura de Fortaleza inaugura núcleos de muay thai, jiu-jitsu e boxe no Projeto Atleta Cidadão

As novas modalidades fortalecem a grade de atividades ofertadas pela iniciativa


Atleta cidadãp
As aulas acontecem com a orientação de profissionais de educação física (Foto: Kaio Machado)
A Prefeitura de Fortaleza realizou, na noite desta quarta-feira (13/03), a aula inaugural referente à expansão das modalidades esportivas oferecidas pelo Projeto Atleta Cidadão. Núcleos de muay thai, jiu-jitsu e boxe fortalecem a grade de atividades ofertadas pela iniciativa, oriunda da parceria entre a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Secel) e a Federação de Triathlon do Estado do Ceará (Fetriece). A ocasião reuniu cerca de 200 crianças e adolescentes no equipamento, além de professores e técnicos do programa.

De acordo com o titular da Secretaria de Esporte e Lazer de Fortaleza, Ronaldo Martins, é visível o engajamento e o avanço dos atletas participantes do Programa, e a iniciativa abre as portas do Paulo Sarasate para que outros sejam beneficiados. "O esporte é uma ferramenta importantíssima para tirarmos o jovem da ociosidade, das drogas. Quando a gente abre as portas de um equipamento como este, que é referência, a criança fica muito feliz, se sente incentivada a continuar e a praticar essas novas modalidades", disse.

O professor de boxe Renato Farias avalia a expansão das modalidades como uma maior oportunidade para que as crianças e jovens possam aprender, através dos princípios das artes marciais, valores que vão na contramão da violência. "Muita criança procura treinar não somente pela questão lúdica e do divertimento, mas também da educação. O objetivo maior é tirar da área de risco, fazer com que eles se eduquem, se tornem cidadãos dignos", ressaltou.

Presente na ocasião, o atleta de 14 anos Daniel Chaves de Sousa, beneficiado pela iniciativa, já pratica judô desde 2015. Entre idas e vindas, viu no Projeto Atleta Cidadão a melhor oportunidade para se manter praticando esporte. Ele espera expandir para as outras novas modalidades, aprendendo mais técnicas e mais filosofias das artes marciais. "É muito importante para mim. Quando comecei, percebi que era algo que eu queria para a minha vida, e sempre vou querer mais", contou.

Inscrições
As aulas regulares acontecerão no Ginásio Paulo Sarasate às terças e quintas-feiras, durante a tarde e à noite. Jovens de 8 a 29 anos, que estejam interessados em compor o projeto, devem se inscrever diretamente no núcleo da modalidade, na rua Ildefonso Albano, 2050, no bairro Dionísio Torres (Regional II).

Alcance do Atleta Cidadão
Com a adição do muay thai, boxe e jiu-jitsu, o programa passa a ofertar 17 modalidades para mais de 5 mil jovens da Capital, levando acesso gratuito ao esporte e ao lazer por meio de aulas regulares dentro das comunidades.

As aulas acontecem com a orientação de profissionais de educação física e incluem futebol, futsal, judô, atletismo, duathlon terrestre, duathlon aquático, natação, beach soccer, karatê, karatê olímpico, badminton, voleibol, dança, capoeira e, agora, muay thai, boxe e jiu-jitsu.

Com a realização de atividades físicas e brincadeiras, a iniciativa estimula a convivência social e a formação cidadã nos 80 núcleos esportivos instalados em praças, equipamentos esportivos e associações de Fortaleza.

Prefeitura de Fortaleza inaugura núcleos de muay thai, jiu-jitsu e boxe no Projeto Atleta Cidadão

As novas modalidades fortalecem a grade de atividades ofertadas pela iniciativa

Atleta cidadãp
As aulas acontecem com a orientação de profissionais de educação física (Foto: Kaio Machado)
A Prefeitura de Fortaleza realizou, na noite desta quarta-feira (13/03), a aula inaugural referente à expansão das modalidades esportivas oferecidas pelo Projeto Atleta Cidadão. Núcleos de muay thai, jiu-jitsu e boxe fortalecem a grade de atividades ofertadas pela iniciativa, oriunda da parceria entre a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Secel) e a Federação de Triathlon do Estado do Ceará (Fetriece). A ocasião reuniu cerca de 200 crianças e adolescentes no equipamento, além de professores e técnicos do programa.

De acordo com o titular da Secretaria de Esporte e Lazer de Fortaleza, Ronaldo Martins, é visível o engajamento e o avanço dos atletas participantes do Programa, e a iniciativa abre as portas do Paulo Sarasate para que outros sejam beneficiados. "O esporte é uma ferramenta importantíssima para tirarmos o jovem da ociosidade, das drogas. Quando a gente abre as portas de um equipamento como este, que é referência, a criança fica muito feliz, se sente incentivada a continuar e a praticar essas novas modalidades", disse.

O professor de boxe Renato Farias avalia a expansão das modalidades como uma maior oportunidade para que as crianças e jovens possam aprender, através dos princípios das artes marciais, valores que vão na contramão da violência. "Muita criança procura treinar não somente pela questão lúdica e do divertimento, mas também da educação. O objetivo maior é tirar da área de risco, fazer com que eles se eduquem, se tornem cidadãos dignos", ressaltou.

Presente na ocasião, o atleta de 14 anos Daniel Chaves de Sousa, beneficiado pela iniciativa, já pratica judô desde 2015. Entre idas e vindas, viu no Projeto Atleta Cidadão a melhor oportunidade para se manter praticando esporte. Ele espera expandir para as outras novas modalidades, aprendendo mais técnicas e mais filosofias das artes marciais. "É muito importante para mim. Quando comecei, percebi que era algo que eu queria para a minha vida, e sempre vou querer mais", contou.

Inscrições
As aulas regulares acontecerão no Ginásio Paulo Sarasate às terças e quintas-feiras, durante a tarde e à noite. Jovens de 8 a 29 anos, que estejam interessados em compor o projeto, devem se inscrever diretamente no núcleo da modalidade, na rua Ildefonso Albano, 2050, no bairro Dionísio Torres (Regional II).

Alcance do Atleta Cidadão
Com a adição do muay thai, boxe e jiu-jitsu, o programa passa a ofertar 17 modalidades para mais de 5 mil jovens da Capital, levando acesso gratuito ao esporte e ao lazer por meio de aulas regulares dentro das comunidades.

As aulas acontecem com a orientação de profissionais de educação física e incluem futebol, futsal, judô, atletismo, duathlon terrestre, duathlon aquático, natação, beach soccer, karatê, karatê olímpico, badminton, voleibol, dança, capoeira e, agora, muay thai, boxe e jiu-jitsu.

Com a realização de atividades físicas e brincadeiras, a iniciativa estimula a convivência social e a formação cidadã nos 80 núcleos esportivos instalados em praças, equipamentos esportivos e associações de Fortaleza.