14 de maio de 2019 em Mobilidade

Prefeitura de Fortaleza inicia implantação de ciclofaixas, arborização e paraciclos na Avenida Oliveira Paiva

Projeto beneficia os ciclistas que percorrem os bairros Cidade dos Funcionários, Parque Manibura, Sapiranga e adjacências


Ciclista pedalando em ciclofaixa em avenida
As ciclofaixas serão unidirecionais junto ao canteiro central da Av. Oliveira Paiva, no trecho entre a Rua Melo César e a Av. Washington Soares

A Prefeitura de Fortaleza inicia a implantação de novas ciclofaixas na Avenida Oliveira Paiva, beneficiando os ciclistas que percorrem os bairros Cidade dos Funcionários, Parque Manibura, Sapiranga e adjacências. Neste projeto, todos os pontos de parada de ônibus foram requalificados e também serão plantadas mudas de árvores no canteiro central, além da manutenção e recuperação de calçadas e rampas para cadeirantes e a implantação de paraciclos ao longo da via.

Coordenados pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio da Gestão Cicloviária do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), os trabalhos são executados em parceria com a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), Autarquia de Urbanismo e Paisagismo de Fortaleza (UrbFor), Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf) e a Secretaria Regional VI.

O projeto prevê a implantação de ciclofaixas unidirecionais junto ao canteiro central da Avenida Oliveira Paiva, no trecho entre a Rua Melo César e a Avenida Washington Soares, com extensão de 2,6 km de novo percurso exclusivo aos ciclistas na região. Dessa forma, as novas ciclofaixas vão se conectar à ciclofaixa da Avenida Desembargador Gonzaga, implantada em setembro de 2017, e à ciclovia da Avenida Washington Soares.

Pontos de ônibus, arborização, paraciclos e manutenção de calçadas

Todos os pontos de parada de ônibus da Avenida Oliveira Paiva foram requalificados, trocando os antigos abrigos de concreto por abrigos metálicos, com informativo de linhas do transporte público.

Como forma de sombrear o percurso das novas ciclofaixas, serão plantadas ao longo do canteiro central da via 60 novas mudas de árvores, como mungubeiras, cedro, mogno e ipê amarelo, dentre outras espécies. Também serão implantados 20 paraciclos ao longo da Avenida Oliveira Paiva, que receberá, ainda, a manutenção e recuperação de algumas calçadas e rampas para cadeirantes.

Ciclista pedalando em ciclofaixa em avenida
Novo percurso exclusivo aos ciclistas na região tem extensão de 2,6 km

Malha Cicloviária em Fortaleza

Hoje, Fortaleza conta com 257,5 km de infraestrutura cicloviária, sendo 105,9 km de ciclovias, 147,5 km de ciclofaixas, 4 km de ciclorrotas e 0,1 km de passeio compartilhado. Após a implantação das novas ciclofaixas, a cidade passará a ter 260,1 km de percurso exclusivo e seguro destinado aos ciclistas. Com o Programa de Expansão da Malha Cicloviária em amplo desenvolvimento, a Prefeitura de Fortaleza, somente no período da atual gestão, bateu um recorde histórico, ampliando em cerca de 277% a rede cicloviária na cidade, que, ao final de 2012, tinha apenas 68,2 km de rede cicloviária.

Dando um passo bem mais à frente, a Prefeitura de Fortaleza projeta, até o final de 2020, chegar a uma marca de 400 km de malha cicloviária disponível na cidade. Dessa forma, seguem em andamento estudos para a implantação de novas ciclofaixas em outros pontos, como por exemplo no bairro Henrique Jorge e adjacências, além da Avenida Borges de Melo.

Prefeitura de Fortaleza inicia implantação de ciclofaixas, arborização e paraciclos na Avenida Oliveira Paiva

Projeto beneficia os ciclistas que percorrem os bairros Cidade dos Funcionários, Parque Manibura, Sapiranga e adjacências

Ciclista pedalando em ciclofaixa em avenida
As ciclofaixas serão unidirecionais junto ao canteiro central da Av. Oliveira Paiva, no trecho entre a Rua Melo César e a Av. Washington Soares

A Prefeitura de Fortaleza inicia a implantação de novas ciclofaixas na Avenida Oliveira Paiva, beneficiando os ciclistas que percorrem os bairros Cidade dos Funcionários, Parque Manibura, Sapiranga e adjacências. Neste projeto, todos os pontos de parada de ônibus foram requalificados e também serão plantadas mudas de árvores no canteiro central, além da manutenção e recuperação de calçadas e rampas para cadeirantes e a implantação de paraciclos ao longo da via.

Coordenados pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio da Gestão Cicloviária do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), os trabalhos são executados em parceria com a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), Autarquia de Urbanismo e Paisagismo de Fortaleza (UrbFor), Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf) e a Secretaria Regional VI.

O projeto prevê a implantação de ciclofaixas unidirecionais junto ao canteiro central da Avenida Oliveira Paiva, no trecho entre a Rua Melo César e a Avenida Washington Soares, com extensão de 2,6 km de novo percurso exclusivo aos ciclistas na região. Dessa forma, as novas ciclofaixas vão se conectar à ciclofaixa da Avenida Desembargador Gonzaga, implantada em setembro de 2017, e à ciclovia da Avenida Washington Soares.

Pontos de ônibus, arborização, paraciclos e manutenção de calçadas

Todos os pontos de parada de ônibus da Avenida Oliveira Paiva foram requalificados, trocando os antigos abrigos de concreto por abrigos metálicos, com informativo de linhas do transporte público.

Como forma de sombrear o percurso das novas ciclofaixas, serão plantadas ao longo do canteiro central da via 60 novas mudas de árvores, como mungubeiras, cedro, mogno e ipê amarelo, dentre outras espécies. Também serão implantados 20 paraciclos ao longo da Avenida Oliveira Paiva, que receberá, ainda, a manutenção e recuperação de algumas calçadas e rampas para cadeirantes.

Ciclista pedalando em ciclofaixa em avenida
Novo percurso exclusivo aos ciclistas na região tem extensão de 2,6 km

Malha Cicloviária em Fortaleza

Hoje, Fortaleza conta com 257,5 km de infraestrutura cicloviária, sendo 105,9 km de ciclovias, 147,5 km de ciclofaixas, 4 km de ciclorrotas e 0,1 km de passeio compartilhado. Após a implantação das novas ciclofaixas, a cidade passará a ter 260,1 km de percurso exclusivo e seguro destinado aos ciclistas. Com o Programa de Expansão da Malha Cicloviária em amplo desenvolvimento, a Prefeitura de Fortaleza, somente no período da atual gestão, bateu um recorde histórico, ampliando em cerca de 277% a rede cicloviária na cidade, que, ao final de 2012, tinha apenas 68,2 km de rede cicloviária.

Dando um passo bem mais à frente, a Prefeitura de Fortaleza projeta, até o final de 2020, chegar a uma marca de 400 km de malha cicloviária disponível na cidade. Dessa forma, seguem em andamento estudos para a implantação de novas ciclofaixas em outros pontos, como por exemplo no bairro Henrique Jorge e adjacências, além da Avenida Borges de Melo.