13 de novembro de 2019 em Educação

Prefeitura de Fortaleza lança Projeto Escola Areninha com foco no ensino em Tempo Integral

O objetivo é promover o acesso a práticas esportivas e o reforço nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática


várias pessoas num palco
O prefeito Roberto Cláudio explicou que o novo projeto permitirá a oferta de novas matrículas em tempo integral

O prefeito Roberto Cláudio lançou, na manhã desta quarta-feira (13/11), o projeto Escola Areninha – Esporte e Educação em Tempo Integral. A solenidade aconteceu na Academia do Professor Darcy Ribeiro e contou com a presença da secretária da Educação, Dalila Saldanha. O projeto chega para fortalecer a aprendizagem dos alunos da Rede Municipal, com o objetivo de promover o acesso a práticas esportivas e o reforço nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, além de contribuir para seu desenvolvimento pessoal, educacional e profissional com a formação para cidadania.

“É mais uma iniciativa que visa ampliar o atendimento em Tempo Integral, fazendo esta associação da educação com as práticas educativas e, desta vez , com o esporte. Nós vamos disponibilizar nas Areninhas já existentes e nas que estão em construção uma estrutura que contemple sala de aula, espaços para refeitórios, banheiros, acessibilidade e a própria Areninha, para também associar ao esporte outras iniciativas que contemplem o desenvolvimento dos nossos jovens", informou a secretária da Educação, Dalila Saldanha.

O prefeito Roberto Cláudio destacou a cobertura da Rede de Tempo Integral do Município:


Participarão do projeto alunos dos 6º, 7º, 8º e 9º anos do Ensino Fundamental das escolas municipais localizadas no entorno das dez Areninhas designadas para receber o programa nesta primeira etapa. As atividades acontecerão no contraturno escolar, de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 10h30 ou de 13h30 às 16h30. Além do turno e das disciplinas na escola, os alunos terão aulas de futebol de campo (6h/a), fortalecimento da aprendizagem em Língua Portuguesa (3h/a) e Matemática (4h/a) e Formação para Cidadania (2h/a). A prática esportiva irá acontecer na estrutura já disponível na Areninha. A previsão é que em abril do próximo ano todas elas comecem a funcionar.

Para o prefeito Roberto Cláudio, a implementação do projeto será um avanço para a educação e um caminho para alcançar uma meta ousada. “A gente tem 41% de nossa rede municipal já funcionando em Rede Integral. Queremos bater os 50%. A gente já tem um conjunto de escolas em construção para serem entregues, mas surgiu também a ideia de agregar valor às Areninhas, implantando o Tempo Integral. Como ainda queremos implantar mais 50 equipamentos como este ao longo do próximo ano, isto permitirá que a gente amplie o número para 16 mil novas matrículas e bata esta meta até 2021”, disse o Prefeito.

O projeto conta também com a parceria da Secretaria do Esporte e Lazer (Secel). Em cada equipamento esportivo, o projeto Escola Areninha deverá atender até 320 alunos da Rede Municipal, divididos em oito turmas. Para esses alunos com atividades no contraturno escolar, por meio do projeto, será ofertado almoço, lanche, fardamento, kit pedagógico, transporte, acompanhamento pedagógico e monitores. Todos os monitores serão aproveitados de projetos existentes. Dyonnara Farias é a coordenadora do Projeto Atleta Cidadão que acontece nas Areninhas da Capital. Dos 130 monitores existentes, 46 estão alocados nas estruturas e devem dar apoio aos alunos que farão parte do projeto. “A gente trabalha dentro das Areninhas, nas segundas, quartas e sextas-feiras. Então, temos uma grande capacidade de atendimento, com 7 mil crianças. Com o programa, o número deve dobrar e isso vai ser muito bom para Fortaleza”, explicou.

Programas de Fortalecimento da Aprendizagem

Os Programas de Fortalecimento da Aprendizagem comportam atividades voltadas à melhoria da qualidade do ensino, contribuindo para elevar os índices de aprendizagem dos alunos do 1° ao 9º ano, promovendo a educação integral e integrada, articulando a educação formal com vivências artísticas, esportivas e sociais. Eles fortalecem a aprendizagem dos alunos, suplementam o conteúdo oferecido nas escolas de tempo parcial e ampliam a carga-horária em 15 horas semanais.

estudante de farda posa para a foto
Samuel Silva, de 13 anos, é aluno do 7º ano da rede regular e diz ter interesse em migrar para o Tempo Integral

Tempo Integral

A Prefeitura de Fortaleza vem investindo amplamente na política de Tempo Integral para os alunos da Capital, buscando ampliar a jornada de estudo e fortalecer o aprendizado, por meio das Escolas de Tempo Integral, Centros de Educação Infantil e programas de fortalecimento da aprendizagem. De acordo com dados preliminares divulgados pelo Censo Escolar da Educação Básica 2019, Fortaleza é a segunda capital com mais matrículas em Tempo Integral, superando, inclusive, São Paulo. Com o avanço no número de matrículas, Fortaleza possui hoje 41,3% dos seus alunos estudando em tempo integral. A meta é chegar aos 50%, até 2020. Dados como esse, chamam a atenção de estudantes que ainda estão na rede regular. Samuel Silva, de 13 anos, é aluno do 7º ano e diz ter interesse em migrar para o Tempo Integral. "Tenho amigos que estudam nessas escolas e eles dizem que é muito bom, pois eles têm refeição, educação e ocupam o tempo com outras atividades. No período da tarde, eu costumo ajudar a minha mãe, mas gostaria de ter outras atividades e mais tempo para estudar. E o projeto é uma coisa muito boa, porque vai afastar os meninos das ruas e melhorar nossa educação", disse.

Prefeitura de Fortaleza lança Projeto Escola Areninha com foco no ensino em Tempo Integral

O objetivo é promover o acesso a práticas esportivas e o reforço nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática

várias pessoas num palco
O prefeito Roberto Cláudio explicou que o novo projeto permitirá a oferta de novas matrículas em tempo integral

O prefeito Roberto Cláudio lançou, na manhã desta quarta-feira (13/11), o projeto Escola Areninha – Esporte e Educação em Tempo Integral. A solenidade aconteceu na Academia do Professor Darcy Ribeiro e contou com a presença da secretária da Educação, Dalila Saldanha. O projeto chega para fortalecer a aprendizagem dos alunos da Rede Municipal, com o objetivo de promover o acesso a práticas esportivas e o reforço nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, além de contribuir para seu desenvolvimento pessoal, educacional e profissional com a formação para cidadania.

“É mais uma iniciativa que visa ampliar o atendimento em Tempo Integral, fazendo esta associação da educação com as práticas educativas e, desta vez , com o esporte. Nós vamos disponibilizar nas Areninhas já existentes e nas que estão em construção uma estrutura que contemple sala de aula, espaços para refeitórios, banheiros, acessibilidade e a própria Areninha, para também associar ao esporte outras iniciativas que contemplem o desenvolvimento dos nossos jovens", informou a secretária da Educação, Dalila Saldanha.

O prefeito Roberto Cláudio destacou a cobertura da Rede de Tempo Integral do Município:


Participarão do projeto alunos dos 6º, 7º, 8º e 9º anos do Ensino Fundamental das escolas municipais localizadas no entorno das dez Areninhas designadas para receber o programa nesta primeira etapa. As atividades acontecerão no contraturno escolar, de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 10h30 ou de 13h30 às 16h30. Além do turno e das disciplinas na escola, os alunos terão aulas de futebol de campo (6h/a), fortalecimento da aprendizagem em Língua Portuguesa (3h/a) e Matemática (4h/a) e Formação para Cidadania (2h/a). A prática esportiva irá acontecer na estrutura já disponível na Areninha. A previsão é que em abril do próximo ano todas elas comecem a funcionar.

Para o prefeito Roberto Cláudio, a implementação do projeto será um avanço para a educação e um caminho para alcançar uma meta ousada. “A gente tem 41% de nossa rede municipal já funcionando em Rede Integral. Queremos bater os 50%. A gente já tem um conjunto de escolas em construção para serem entregues, mas surgiu também a ideia de agregar valor às Areninhas, implantando o Tempo Integral. Como ainda queremos implantar mais 50 equipamentos como este ao longo do próximo ano, isto permitirá que a gente amplie o número para 16 mil novas matrículas e bata esta meta até 2021”, disse o Prefeito.

O projeto conta também com a parceria da Secretaria do Esporte e Lazer (Secel). Em cada equipamento esportivo, o projeto Escola Areninha deverá atender até 320 alunos da Rede Municipal, divididos em oito turmas. Para esses alunos com atividades no contraturno escolar, por meio do projeto, será ofertado almoço, lanche, fardamento, kit pedagógico, transporte, acompanhamento pedagógico e monitores. Todos os monitores serão aproveitados de projetos existentes. Dyonnara Farias é a coordenadora do Projeto Atleta Cidadão que acontece nas Areninhas da Capital. Dos 130 monitores existentes, 46 estão alocados nas estruturas e devem dar apoio aos alunos que farão parte do projeto. “A gente trabalha dentro das Areninhas, nas segundas, quartas e sextas-feiras. Então, temos uma grande capacidade de atendimento, com 7 mil crianças. Com o programa, o número deve dobrar e isso vai ser muito bom para Fortaleza”, explicou.

Programas de Fortalecimento da Aprendizagem

Os Programas de Fortalecimento da Aprendizagem comportam atividades voltadas à melhoria da qualidade do ensino, contribuindo para elevar os índices de aprendizagem dos alunos do 1° ao 9º ano, promovendo a educação integral e integrada, articulando a educação formal com vivências artísticas, esportivas e sociais. Eles fortalecem a aprendizagem dos alunos, suplementam o conteúdo oferecido nas escolas de tempo parcial e ampliam a carga-horária em 15 horas semanais.

estudante de farda posa para a foto
Samuel Silva, de 13 anos, é aluno do 7º ano da rede regular e diz ter interesse em migrar para o Tempo Integral

Tempo Integral

A Prefeitura de Fortaleza vem investindo amplamente na política de Tempo Integral para os alunos da Capital, buscando ampliar a jornada de estudo e fortalecer o aprendizado, por meio das Escolas de Tempo Integral, Centros de Educação Infantil e programas de fortalecimento da aprendizagem. De acordo com dados preliminares divulgados pelo Censo Escolar da Educação Básica 2019, Fortaleza é a segunda capital com mais matrículas em Tempo Integral, superando, inclusive, São Paulo. Com o avanço no número de matrículas, Fortaleza possui hoje 41,3% dos seus alunos estudando em tempo integral. A meta é chegar aos 50%, até 2020. Dados como esse, chamam a atenção de estudantes que ainda estão na rede regular. Samuel Silva, de 13 anos, é aluno do 7º ano e diz ter interesse em migrar para o Tempo Integral. "Tenho amigos que estudam nessas escolas e eles dizem que é muito bom, pois eles têm refeição, educação e ocupam o tempo com outras atividades. No período da tarde, eu costumo ajudar a minha mãe, mas gostaria de ter outras atividades e mais tempo para estudar. E o projeto é uma coisa muito boa, porque vai afastar os meninos das ruas e melhorar nossa educação", disse.