20 de maio de 2015 em Saúde

Prefeitura e Governo do Estado se unem no combate a dengue nos bairros com maior incidência em Fortaleza

As ações são executadas por meio das Secretarias da Saúde do Município (SMS) e do Estado (Sesa)


A força tarefa em combate ao mosquito aedes aegypti teve início na última segunda-feira (18/05) e segue até sexta-feira (22/05)

A Prefeitura Municipal de Fortaleza e o Governo do Estado reforçam o combate a dengue com carros do fumacê, bombas costais e outras atividades nos 15 bairros com maior índice de infestação na Capital. As ações são executadas por meio das Secretarias da Saúde do Município (SMS) e do Estado (Sesa).

A força tarefa em combate ao mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue e febre Chikungunya, teve início na última segunda-feira (18/05) e segue até sexta-feira (22/05), com atividades acontecendo de 7h às 17h, nos seguintes bairros: Canindezinho, Passaré, Messejana, Bom Jardim, Siqueira, Conjunto Ceará I, Conjunto Ceará II, Planalto Ayrton Senna, Boa Vista, Curió, Cajazeiras, Santa Maria, Barroso, Guajerú e Parque Dois Irmãos.

Ao todo, foram acionados sete carros do fumacê, 12 maquinas costais (que adentram as ruas mais estreitas, onde os carros não conseguem entrar) e mais 30 Agentes Comunitários de Edemias (ACE) para atuar em 3.427 quarteirões, distribuídos nos bairros selecionados.

Ainda compondo a programação, estão agendados mutirão  de limpeza; visitas domiciliares com entrega de sacos de lixo e dicas de como evitar o criadouro do mosquito; mobilização social em escolas, igrejas e empresas; palestras e exposição educativa com apresentação de banners e maquetes explicando o ciclo evolutivo do aedes aegypti; formação de brigadas; caminhadas pelo bairro; operação quintal limpo, entre outras atividades.

De acordo com o gerente da Célula de Vigilância Ambiental e Riscos Biológicos, Nélio Morais, as operações de combate a dengue na Capital, são feitas de forma sistemática e periódica conforme planejamento da Vigilância. “Em toda Fortaleza  acontece uma série de ações para prevenir problemas sanitários à população, porém, estamos  intensificando ainda mais, nos bairros com maior incidência”, reforçou.

Prefeitura e Governo do Estado se unem no combate a dengue nos bairros com maior incidência em Fortaleza

As ações são executadas por meio das Secretarias da Saúde do Município (SMS) e do Estado (Sesa)

A força tarefa em combate ao mosquito aedes aegypti teve início na última segunda-feira (18/05) e segue até sexta-feira (22/05)

A Prefeitura Municipal de Fortaleza e o Governo do Estado reforçam o combate a dengue com carros do fumacê, bombas costais e outras atividades nos 15 bairros com maior índice de infestação na Capital. As ações são executadas por meio das Secretarias da Saúde do Município (SMS) e do Estado (Sesa).

A força tarefa em combate ao mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue e febre Chikungunya, teve início na última segunda-feira (18/05) e segue até sexta-feira (22/05), com atividades acontecendo de 7h às 17h, nos seguintes bairros: Canindezinho, Passaré, Messejana, Bom Jardim, Siqueira, Conjunto Ceará I, Conjunto Ceará II, Planalto Ayrton Senna, Boa Vista, Curió, Cajazeiras, Santa Maria, Barroso, Guajerú e Parque Dois Irmãos.

Ao todo, foram acionados sete carros do fumacê, 12 maquinas costais (que adentram as ruas mais estreitas, onde os carros não conseguem entrar) e mais 30 Agentes Comunitários de Edemias (ACE) para atuar em 3.427 quarteirões, distribuídos nos bairros selecionados.

Ainda compondo a programação, estão agendados mutirão  de limpeza; visitas domiciliares com entrega de sacos de lixo e dicas de como evitar o criadouro do mosquito; mobilização social em escolas, igrejas e empresas; palestras e exposição educativa com apresentação de banners e maquetes explicando o ciclo evolutivo do aedes aegypti; formação de brigadas; caminhadas pelo bairro; operação quintal limpo, entre outras atividades.

De acordo com o gerente da Célula de Vigilância Ambiental e Riscos Biológicos, Nélio Morais, as operações de combate a dengue na Capital, são feitas de forma sistemática e periódica conforme planejamento da Vigilância. “Em toda Fortaleza  acontece uma série de ações para prevenir problemas sanitários à população, porém, estamos  intensificando ainda mais, nos bairros com maior incidência”, reforçou.