07 de julho de 2018 em Mobilidade

Prefeitura e Governo entregam oito das dez estações do VLT

A extensão aumenta em 6,1 quilômetros o trajeto do VLT Parangaba Mucuripe


várias pessoas em cima de um palco
Inaugurações ocorreram na manhã desta sexta-feira (06/07)
O prefeito Roberto Cláudio e o governador Camilo Santana entregaram, nesta sexta-feira (06/07), a ampliação da operação assistida do VLT Parangaba- Mucuripe. Foram inauguradas 8 das 10 estações previstas no projeto. São elas: Parangaba, Montese, Vila União, Borges de Melo, São João do Tauape, Pontes Vieira, Antônio Sales e Papicu. A extensão aumenta em 6,1 quilômetros o trajeto percorrido pelo Veículo Leve sobre Trilhos.

Os gestores, acompanhados do Presidente do Congresso Nacional Eunício Oliveira e de diversas autoridades, desceram em cada uma das estações para inaugurá-las ao lado dos moradores.

“A partir de hoje, os passageiros terão mais comodidade para, de segunda a sexta-feira, das seis da manhã ao meio dia, se deslocarem gratuitamente entre a Parangaba até o Papicu. É um equipamento importante para a mobilidade urbana, já conectada com as linhas Sul e futuramente Leste do metrô”, afirmou o governador.

Técnicos da prefeitura de Fortaleza e do Governo do Estado já estão trabalhando para integrar o VLT e o metrô com o sistema de ônibus da Cidade. A previsão é que ainda esse ano haja a integração de todos os modais de transporte público da Capital.

“O VLT vai garantir agilidade porque cruza por comunidades que tem alta demanda do uso de transporte público. Em alguns pontos desse trajeto haverá a integração com as linhas de ônibus, para que em um futuro próximo, apenas com o bilhete único, o cidadão possa se movimentar de forma mais rápida pela cidade”, declarou o Prefeito Roberto Cláudio.

O projeto do VLT Parangaba-Mucuripe prevê 13,4 quilômetros de extensão com 10 estações, 12 pontes e 3 passarelas, além da urbanização de inúmeras áreas de 22 bairros de Fortaleza. A previsão é que o restante da obra seja entregue no final de 2018

O VLT já operava com operação assistida, de graça, entre as estações Parangaba e Borges de Melo. A previsão da demanda potencial do modal é de 90 mil passageiros.

Prefeitura e Governo entregam oito das dez estações do VLT

A extensão aumenta em 6,1 quilômetros o trajeto do VLT Parangaba Mucuripe

várias pessoas em cima de um palco
Inaugurações ocorreram na manhã desta sexta-feira (06/07)
O prefeito Roberto Cláudio e o governador Camilo Santana entregaram, nesta sexta-feira (06/07), a ampliação da operação assistida do VLT Parangaba- Mucuripe. Foram inauguradas 8 das 10 estações previstas no projeto. São elas: Parangaba, Montese, Vila União, Borges de Melo, São João do Tauape, Pontes Vieira, Antônio Sales e Papicu. A extensão aumenta em 6,1 quilômetros o trajeto percorrido pelo Veículo Leve sobre Trilhos.

Os gestores, acompanhados do Presidente do Congresso Nacional Eunício Oliveira e de diversas autoridades, desceram em cada uma das estações para inaugurá-las ao lado dos moradores.

“A partir de hoje, os passageiros terão mais comodidade para, de segunda a sexta-feira, das seis da manhã ao meio dia, se deslocarem gratuitamente entre a Parangaba até o Papicu. É um equipamento importante para a mobilidade urbana, já conectada com as linhas Sul e futuramente Leste do metrô”, afirmou o governador.

Técnicos da prefeitura de Fortaleza e do Governo do Estado já estão trabalhando para integrar o VLT e o metrô com o sistema de ônibus da Cidade. A previsão é que ainda esse ano haja a integração de todos os modais de transporte público da Capital.

“O VLT vai garantir agilidade porque cruza por comunidades que tem alta demanda do uso de transporte público. Em alguns pontos desse trajeto haverá a integração com as linhas de ônibus, para que em um futuro próximo, apenas com o bilhete único, o cidadão possa se movimentar de forma mais rápida pela cidade”, declarou o Prefeito Roberto Cláudio.

O projeto do VLT Parangaba-Mucuripe prevê 13,4 quilômetros de extensão com 10 estações, 12 pontes e 3 passarelas, além da urbanização de inúmeras áreas de 22 bairros de Fortaleza. A previsão é que o restante da obra seja entregue no final de 2018

O VLT já operava com operação assistida, de graça, entre as estações Parangaba e Borges de Melo. A previsão da demanda potencial do modal é de 90 mil passageiros.