22 de novembro de 2021 em Educação

Prefeitura inicia novo ponto de vacinação no Centro de Eventos exclusivo para alunos da Rede Municipal

73% dos estudantes de 12 a 17 anos matriculados nas escolas municipais já receberam a 1ª dose do imunizante


Aluno exibindo cartão de vacina
A meta agora é vacinar os 23 mil estudantes que faltam até o dia 30 de novembro

Para atender alunos da Rede Municipal que ainda não receberam a 1ª dose da vacina contra Covid-19, a Prefeitura de Fortaleza inicia, nesta terça-feira (23/11), um novo ponto de vacinação exclusivo no Centro de Eventos. A iniciativa faz parte da ação que a Prefeitura realiza, por meio da Secretaria Municipal da Educação (SME) e Secretaria Municipal da Saúde (SMS), desde o último dia 16 até dia 30 de novembro, com a meta de vacinar os estudantes de 12 a 17 anos matriculados nas escolas municipais.

Ao longo dos dias, a SME está disponibilizando transporte para levar os alunos ao Centro de Eventos e aos postos de saúde da Capital - ao todo, são 93 postos na força-tarefa. As escolas municipais que pertencem aos Distritos de Educação 2 e 6 vão para o Centro de Eventos e as demais unidades vão para os postos. Cerca de 50 ônibus escolares estão sendo utilizados para as rotas de transporte dos alunos. Atualmente, a Rede Municipal tem 73.428 mil adolescentes matriculados na Rede de Ensino.

No início da ação, o mapeamento realizado pela SME identificou que 36.658 alunos nesta faixa etária faltaram ao dia do agendamento da 1ª dose do imunizante. No balanço dos primeiros dias da mobilização, de terça-feira (16) a sábado (20), a SME registrou que 13.804 adolescentes da Rede Municipal já foram contemplados com a 1ª dose. O número atual de alunos vacinados na Rede passa a ser 50.462, o que representa 73% dos adolescentes matriculados. A meta agora é vacinar os 23 mil que faltam até o dia 30 de novembro.

O monitoramento realizado pela SME apontou que muitos adolescentes não tinham ido se vacinar por alguma dificuldade de deslocamento. A secretária da Educação de Fortaleza, Dalila Saldanha, explica que esta mobilização para a vacinação dos alunos também faz parte do plano de retomada das aulas presenciais. “Com todos os nossos alunos desta faixa etária imunizados, damos mais um passo importante para, em breve, retomar as aulas presenciais com 100% dos alunos todos os dias na escola”, prevê.

Agentes escolares na busca ativa

Uma das estratégias importantes neste processo de busca ativa dos alunos para a vacinação foi os agentes escolares. O prefeito José Sarto lançou edital, em julho deste ano, para a seleção de mais de 1.300 agentes que atuam nas escolas municipais, desenvolvendo ações de enfrentamento ao abandono escolar, entre outras atividades de suporte aos alunos.

Antes mesmo do início da retomada das aulas presenciais de forma escalonada, todas as unidades de ensino já funcionavam como pontos de cadastramento para estudantes e seus familiares. A ação mobilizou todas as unidades escolares no contato com os familiares dos mais de 240 mil alunos matriculados na Rede Municipal. O objetivo inicial era identificar o público que ainda não havia efetuado o cadastro, tanto alunos como familiares. Neste momento, a busca ativa dos alunos teve o foco na viabilização deles até o local de vacinação.

Balanço da vacinação dos adolescentes

Fortaleza iniciou, no dia 25 de agosto, a vacinação para o público adolescente de 12 a 17 anos. A imunização começou priorizando os jovens restritos ao leito, que foram vacinados em domicílio pelas equipes da Atenção Primária à Saúde.

Logo, a vacinação do público geral desta faixa etária foi iniciada, via agendamento e divulgação das listas nominais publicadas no portal da Prefeitura. O público dessa faixa etária está sendo imunizado com dose da vacina Pfizer, a única utilizada no Brasil com autorização da Anvisa para aplicação.

Atualmente, Fortaleza tem 193.459 adolescentes, entre 12 e 17 anos, cadastrados no Saúde Digital. Até o momento, o Município já vacinou 182.639 adolescentes com a 1ª dose e 106.362 com a 2ª dose. Além disso, a campanha contra a Covid-19 já contemplou 100% dos trabalhadores da Educação com a D1 do imunizante. 93% deles já tomaram a D2.

Prefeitura inicia novo ponto de vacinação no Centro de Eventos exclusivo para alunos da Rede Municipal

73% dos estudantes de 12 a 17 anos matriculados nas escolas municipais já receberam a 1ª dose do imunizante

Aluno exibindo cartão de vacina
A meta agora é vacinar os 23 mil estudantes que faltam até o dia 30 de novembro

Para atender alunos da Rede Municipal que ainda não receberam a 1ª dose da vacina contra Covid-19, a Prefeitura de Fortaleza inicia, nesta terça-feira (23/11), um novo ponto de vacinação exclusivo no Centro de Eventos. A iniciativa faz parte da ação que a Prefeitura realiza, por meio da Secretaria Municipal da Educação (SME) e Secretaria Municipal da Saúde (SMS), desde o último dia 16 até dia 30 de novembro, com a meta de vacinar os estudantes de 12 a 17 anos matriculados nas escolas municipais.

Ao longo dos dias, a SME está disponibilizando transporte para levar os alunos ao Centro de Eventos e aos postos de saúde da Capital - ao todo, são 93 postos na força-tarefa. As escolas municipais que pertencem aos Distritos de Educação 2 e 6 vão para o Centro de Eventos e as demais unidades vão para os postos. Cerca de 50 ônibus escolares estão sendo utilizados para as rotas de transporte dos alunos. Atualmente, a Rede Municipal tem 73.428 mil adolescentes matriculados na Rede de Ensino.

No início da ação, o mapeamento realizado pela SME identificou que 36.658 alunos nesta faixa etária faltaram ao dia do agendamento da 1ª dose do imunizante. No balanço dos primeiros dias da mobilização, de terça-feira (16) a sábado (20), a SME registrou que 13.804 adolescentes da Rede Municipal já foram contemplados com a 1ª dose. O número atual de alunos vacinados na Rede passa a ser 50.462, o que representa 73% dos adolescentes matriculados. A meta agora é vacinar os 23 mil que faltam até o dia 30 de novembro.

O monitoramento realizado pela SME apontou que muitos adolescentes não tinham ido se vacinar por alguma dificuldade de deslocamento. A secretária da Educação de Fortaleza, Dalila Saldanha, explica que esta mobilização para a vacinação dos alunos também faz parte do plano de retomada das aulas presenciais. “Com todos os nossos alunos desta faixa etária imunizados, damos mais um passo importante para, em breve, retomar as aulas presenciais com 100% dos alunos todos os dias na escola”, prevê.

Agentes escolares na busca ativa

Uma das estratégias importantes neste processo de busca ativa dos alunos para a vacinação foi os agentes escolares. O prefeito José Sarto lançou edital, em julho deste ano, para a seleção de mais de 1.300 agentes que atuam nas escolas municipais, desenvolvendo ações de enfrentamento ao abandono escolar, entre outras atividades de suporte aos alunos.

Antes mesmo do início da retomada das aulas presenciais de forma escalonada, todas as unidades de ensino já funcionavam como pontos de cadastramento para estudantes e seus familiares. A ação mobilizou todas as unidades escolares no contato com os familiares dos mais de 240 mil alunos matriculados na Rede Municipal. O objetivo inicial era identificar o público que ainda não havia efetuado o cadastro, tanto alunos como familiares. Neste momento, a busca ativa dos alunos teve o foco na viabilização deles até o local de vacinação.

Balanço da vacinação dos adolescentes

Fortaleza iniciou, no dia 25 de agosto, a vacinação para o público adolescente de 12 a 17 anos. A imunização começou priorizando os jovens restritos ao leito, que foram vacinados em domicílio pelas equipes da Atenção Primária à Saúde.

Logo, a vacinação do público geral desta faixa etária foi iniciada, via agendamento e divulgação das listas nominais publicadas no portal da Prefeitura. O público dessa faixa etária está sendo imunizado com dose da vacina Pfizer, a única utilizada no Brasil com autorização da Anvisa para aplicação.

Atualmente, Fortaleza tem 193.459 adolescentes, entre 12 e 17 anos, cadastrados no Saúde Digital. Até o momento, o Município já vacinou 182.639 adolescentes com a 1ª dose e 106.362 com a 2ª dose. Além disso, a campanha contra a Covid-19 já contemplou 100% dos trabalhadores da Educação com a D1 do imunizante. 93% deles já tomaram a D2.