21 de novembro de 2019 em Social

Projeto Leitura na Praça chega ao bairro João XXIII

Quiosque é o 11º instalado em espaços públicos da Capital pela Prefeitura de Fortaleza


menina troca violão na frente do quiosque de leitura
A estudante e multi-instrumentista de 10 anos, Lohana Gomes, aprovou a iniciativa

Expandindo o acesso ao aprendizado por meio da cultura, o Projeto Leitura na Praça chegou, nesta quarta-feira (20/11), à Praça João XXIII. Por meio da iniciativa, a Prefeitura de Fortaleza oferece uma série de livros infantojuvenis, organizados em quiosques metálicos, disponíveis à população para leitura rotativa. A ação, idealizada pela primeira-dama de Fortaleza, Carol Bezerra, irá distribuir 60 equipamentos similares pelas sete Regionais da Cidade, ofertando, cada um, cerca de 400 títulos variados.

Dentre as temáticas exploradas, destacam-se solidariedade, cidadania, autoestima, vínculos familiares, sonhos e criatividade. Além de auxiliar o processo de aprimoramento da linguagem, a leitura amplia o vínculo afetivo entre pais e filhos e fortalece a estrutura psíquica e emocional da criança, possibilitando a constituição de bases seguras para a autonomia e o relacionamento social.

A cerimônia de inauguração contou com programação cultural, contação de histórias, show de palhaços e manifestações musicais. A estudante e multi-instrumentista de 10 anos, Lohana Gomes, aprovou a iniciativa. “A leitura é importante como a música em minha vida. Leio Rachel de Queiroz todos os dias e, com esse quiosque, vou conhecer muitos outros livros”, destacou.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria, a prática estimula, ainda, o desenvolvimento da atenção, da memória e do raciocínio, a melhoria da concentração, a ampliação do vocabulário, o estímulo à curiosidade, à imaginação e à criatividade, a melhoria na percepção de sentimentos e emoções, além do enriquecimento intelectual.

O Projeto é incorporado às ações da Prefeitura em prol do desenvolvimento das crianças e dos adolescentes da Capital. “Há sete anos, defendemos, com unhas e dentes, os direitos das crianças e dos adolescentes da nossa Cidade. Por meio do trabalho voluntário da primeira-dama Carol Bezerra, buscamos ampliar os horizontes da juventude para garantir lazer, estudo, desenvolvimento saudável e oportunidades. O Leitura na Praça irá estimular a criatividade, a linguagem, os sonhos. Esperamos que a comunidade faça bom usufruto”, afirmou Márcia Dias, coordenadora do gabinete da Primeira-Dama de Fortaleza.

A estudante Karine Maria de Alencar Araujo (9 anos), da Escola Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, destacou a importância da leitura para as crianças:

Alcance do Projeto

Além do recém-inaugurado, a Prefeitura de Fortaleza já entregou dez outros quiosques do projeto Leitura na Praça. Ao todo, serão estrategicamente instalados 60 equipamentos similares na Cidade, em uma importante ação que busca impactar toda a comunidade. Todas as Regionais serão contemplados.

Conforme Mara Bulcão, secretária da Regional III, até o fim da gestão do prefeito Roberto Cláudio, a área será contemplada com 10 quiosques.

mulher lê um livro para uma criança
A servidora pública Regina Assêncio assumiu o compromisso de cuidar do quiosque da praça do João XXIII

Adoção dos quiosques

Os adotantes dos espaços em que se instalam o projeto Leitura na Praça passam por uma capacitação da Prefeitura de Fortaleza sobre autogestão do equipamento social que será implantado na comunidade. Além disso, é firmado um Termo de Compromisso com a gestão municipal para definir o horário de funcionamento e a organização.

A servidora pública Regina Assêncio assumiu o compromisso de cuidar do quiosque da praça do João XXIII. “Esta praça vem mudando para melhor. Nosso bairro vem recebendo uma atenção especial, beneficiando crianças, jovens, famílias. Este quiosque é de cunho cultural e lúdico. As crianças estão felizes e motivadas para participar dessa atividade”, comentou.

Projeto Leitura na Praça chega ao bairro João XXIII

Quiosque é o 11º instalado em espaços públicos da Capital pela Prefeitura de Fortaleza

menina troca violão na frente do quiosque de leitura
A estudante e multi-instrumentista de 10 anos, Lohana Gomes, aprovou a iniciativa

Expandindo o acesso ao aprendizado por meio da cultura, o Projeto Leitura na Praça chegou, nesta quarta-feira (20/11), à Praça João XXIII. Por meio da iniciativa, a Prefeitura de Fortaleza oferece uma série de livros infantojuvenis, organizados em quiosques metálicos, disponíveis à população para leitura rotativa. A ação, idealizada pela primeira-dama de Fortaleza, Carol Bezerra, irá distribuir 60 equipamentos similares pelas sete Regionais da Cidade, ofertando, cada um, cerca de 400 títulos variados.

Dentre as temáticas exploradas, destacam-se solidariedade, cidadania, autoestima, vínculos familiares, sonhos e criatividade. Além de auxiliar o processo de aprimoramento da linguagem, a leitura amplia o vínculo afetivo entre pais e filhos e fortalece a estrutura psíquica e emocional da criança, possibilitando a constituição de bases seguras para a autonomia e o relacionamento social.

A cerimônia de inauguração contou com programação cultural, contação de histórias, show de palhaços e manifestações musicais. A estudante e multi-instrumentista de 10 anos, Lohana Gomes, aprovou a iniciativa. “A leitura é importante como a música em minha vida. Leio Rachel de Queiroz todos os dias e, com esse quiosque, vou conhecer muitos outros livros”, destacou.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria, a prática estimula, ainda, o desenvolvimento da atenção, da memória e do raciocínio, a melhoria da concentração, a ampliação do vocabulário, o estímulo à curiosidade, à imaginação e à criatividade, a melhoria na percepção de sentimentos e emoções, além do enriquecimento intelectual.

O Projeto é incorporado às ações da Prefeitura em prol do desenvolvimento das crianças e dos adolescentes da Capital. “Há sete anos, defendemos, com unhas e dentes, os direitos das crianças e dos adolescentes da nossa Cidade. Por meio do trabalho voluntário da primeira-dama Carol Bezerra, buscamos ampliar os horizontes da juventude para garantir lazer, estudo, desenvolvimento saudável e oportunidades. O Leitura na Praça irá estimular a criatividade, a linguagem, os sonhos. Esperamos que a comunidade faça bom usufruto”, afirmou Márcia Dias, coordenadora do gabinete da Primeira-Dama de Fortaleza.

A estudante Karine Maria de Alencar Araujo (9 anos), da Escola Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, destacou a importância da leitura para as crianças:

Alcance do Projeto

Além do recém-inaugurado, a Prefeitura de Fortaleza já entregou dez outros quiosques do projeto Leitura na Praça. Ao todo, serão estrategicamente instalados 60 equipamentos similares na Cidade, em uma importante ação que busca impactar toda a comunidade. Todas as Regionais serão contemplados.

Conforme Mara Bulcão, secretária da Regional III, até o fim da gestão do prefeito Roberto Cláudio, a área será contemplada com 10 quiosques.

mulher lê um livro para uma criança
A servidora pública Regina Assêncio assumiu o compromisso de cuidar do quiosque da praça do João XXIII

Adoção dos quiosques

Os adotantes dos espaços em que se instalam o projeto Leitura na Praça passam por uma capacitação da Prefeitura de Fortaleza sobre autogestão do equipamento social que será implantado na comunidade. Além disso, é firmado um Termo de Compromisso com a gestão municipal para definir o horário de funcionamento e a organização.

A servidora pública Regina Assêncio assumiu o compromisso de cuidar do quiosque da praça do João XXIII. “Esta praça vem mudando para melhor. Nosso bairro vem recebendo uma atenção especial, beneficiando crianças, jovens, famílias. Este quiosque é de cunho cultural e lúdico. As crianças estão felizes e motivadas para participar dessa atividade”, comentou.