18 de dezembro de 2014 em Saúde

Prorrogada vacinação contra poliomielite e sarampo em Fortaleza

A Prefeitura disponibiliza 93 postos de saúde para aplicação da vacina, dos quais 82 funcionam das 7h às 19h


A campanha busca manter a erradicação da poliomielite e garantir a eliminação do sarampo no Brasil (Foto: Queiroz Neto)

O Ministério da Saúde prorrogou a Campanha Nacional de Vacinação contra a poliomielite (paralisia infantil) e o sarampo em Fortaleza. As crianças com idade de seis meses a menores de cinco anos serão imunizadas até a Capital atingir a meta de vacinar 95% do público-alvo, no caso da pólio; e até ser quebrada a cadeia de transmissão do sarampo na cidade.

A campanha busca manter a erradicação da poliomielite e garantir a eliminação do sarampo no Brasil. Até o dia 17 de dezembro, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), vacinou 123.302 crianças contra a poliomielite, o que representa 78,5% da meta; e 190.453 crianças contra o sarampo, cerca de 121% da meta.

A SMS faz um alerta aos pais que ainda não levaram seus filhos para receberem as vacinas, pois a imunização é a única forma de prevenir essas doenças. A Prefeitura disponibiliza 93 postos de saúde para aplicação da vacina, dos quais 82 funcionam das 7h às 19h e 11 funcionam das 8h às 17h.

Saiba mais
A poliomielite, conhecida como paralisia infantil, é uma doença infectocontagiosa grave causada pelo poliovírus e a infecção se dá, principalmente, por via oral. Na maioria dos casos, a criança não vai a óbito quando infectada, mas adquire sérias lesões que afetam o sistema nervoso, provocando paralisia irreversível, principalmente nos membros inferiores.

O Brasil está livre da poliomielite desde 1990. Desde então, não foram registrados novos casos. Em 1994, o País recebeu da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) a Certificação de Área Livre de Circulação do Poliovírus Selvagem em seu território. A continuidade das campanhas de vacinação é fundamental para evitar a reintrodução da doença no País.

O sarampo é uma doença infecciosa aguda, causada por vírus, extremamente contagiosa e muito comum na infância. A transmissão ocorre de pessoa para pessoa através das secreções respiratórias, como gotículas expelidas ao tossir, falar ou respirar. O período de incubação é, geralmente, de 10 dias, desde a data da exposição até o aparecimento da febre, e cerca de 14 dias até o início do exantema (manchas vermelhas em todo o corpo).

Prorrogada vacinação contra poliomielite e sarampo em Fortaleza

A Prefeitura disponibiliza 93 postos de saúde para aplicação da vacina, dos quais 82 funcionam das 7h às 19h

A campanha busca manter a erradicação da poliomielite e garantir a eliminação do sarampo no Brasil (Foto: Queiroz Neto)

O Ministério da Saúde prorrogou a Campanha Nacional de Vacinação contra a poliomielite (paralisia infantil) e o sarampo em Fortaleza. As crianças com idade de seis meses a menores de cinco anos serão imunizadas até a Capital atingir a meta de vacinar 95% do público-alvo, no caso da pólio; e até ser quebrada a cadeia de transmissão do sarampo na cidade.

A campanha busca manter a erradicação da poliomielite e garantir a eliminação do sarampo no Brasil. Até o dia 17 de dezembro, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), vacinou 123.302 crianças contra a poliomielite, o que representa 78,5% da meta; e 190.453 crianças contra o sarampo, cerca de 121% da meta.

A SMS faz um alerta aos pais que ainda não levaram seus filhos para receberem as vacinas, pois a imunização é a única forma de prevenir essas doenças. A Prefeitura disponibiliza 93 postos de saúde para aplicação da vacina, dos quais 82 funcionam das 7h às 19h e 11 funcionam das 8h às 17h.

Saiba mais
A poliomielite, conhecida como paralisia infantil, é uma doença infectocontagiosa grave causada pelo poliovírus e a infecção se dá, principalmente, por via oral. Na maioria dos casos, a criança não vai a óbito quando infectada, mas adquire sérias lesões que afetam o sistema nervoso, provocando paralisia irreversível, principalmente nos membros inferiores.

O Brasil está livre da poliomielite desde 1990. Desde então, não foram registrados novos casos. Em 1994, o País recebeu da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) a Certificação de Área Livre de Circulação do Poliovírus Selvagem em seu território. A continuidade das campanhas de vacinação é fundamental para evitar a reintrodução da doença no País.

O sarampo é uma doença infecciosa aguda, causada por vírus, extremamente contagiosa e muito comum na infância. A transmissão ocorre de pessoa para pessoa através das secreções respiratórias, como gotículas expelidas ao tossir, falar ou respirar. O período de incubação é, geralmente, de 10 dias, desde a data da exposição até o aparecimento da febre, e cerca de 14 dias até o início do exantema (manchas vermelhas em todo o corpo).