19 de fevereiro de 2013 em Fortaleza

Seuma apresenta resultados da operação "Fortaleza: ambiente seguro, diversão garantida"


A Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) divulgou, nesta terça-feira (19/02), o balanço parcial da primeira fase da operação “Fortaleza: ambiente seguro, diversão garantida”. "Todos os 147 estabelecimentos visitados foram notificados por alguma irregularidade encontrada", afirmou a secretária Águeda Muniz.

O balanço é resultado de um reforço na fiscalização em boates, casas de shows, bares e buffets da capital, realizada pela Seuma em 11 dias consecutivos, em parceria com equipes das Secretarias Regionais e do Corpo de Bombeiros.

De acordo com o coordenador de fiscalização da Seuma, Alan Arraes, dos 147 estabelecimentos vistoriados, 88 não apresentaram alvará de funcionamento, apenas 44 tinham autorização sonora e seis apresentaram licença ambiental. Em relação ao termo de conformidade do Corpo de Bombeiros, 126 estabelecimentos não apresentaram o documento.

O objetivo da operação "Fortaleza: ambiente seguro, diversão garantida" é identificar todos os empreendimentos destinados ao lazer e entretenimento da capital, realizando um levantamento da regularidade documental dos estabelecimentos em relação à Prefeitura de Fortaleza. Durante a operação também é verificada a existência e a validade de licenças exigidas e, em parceria com o Corpo de Bombeiros, a relação dos itens de segurança exigidos por lei.

De acordo com o tenente-coronel Leandro nogueira, relações públicas do Corpo de Bombeiros, a ausência do termo de conformidade é a maior irregularidade encontrada pelo Corpo de Bombeiros, além de validade vencida de extintores contra incêndio e inadequações nas portas de entrada e saída de emergência.

Segundo Alan Arrais, a operação "Fortaleza: ambiente seguro, diversão garantida" deve continuar. "Vamos revisitar os estabelecimentos notificados, como também visitar equipamentos que ainda não foram fiscalizados", garantiu o coordenador. Alan informou ainda que reuniões serão realizadas com as regionais, Corpo de Bombeiros e órgãos envolvidos na fiscalização para delimitar áreas e uma agenda para a retomada das visitas a casas de shows, boates, bares e buffets de Fortaleza.

A operação "Fortaleza: ambiente seguro, diversão garantida" é realizada pela Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), em parceria com as Secretarias Regionais (I, II, III, IV, V, VI e Centro), Secretaria de Segurança Cidadã, do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia – CREA/CE e Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará.

Seuma apresenta resultados da operação "Fortaleza: ambiente seguro, diversão garantida"

A Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) divulgou, nesta terça-feira (19/02), o balanço parcial da primeira fase da operação “Fortaleza: ambiente seguro, diversão garantida”. "Todos os 147 estabelecimentos visitados foram notificados por alguma irregularidade encontrada", afirmou a secretária Águeda Muniz.

O balanço é resultado de um reforço na fiscalização em boates, casas de shows, bares e buffets da capital, realizada pela Seuma em 11 dias consecutivos, em parceria com equipes das Secretarias Regionais e do Corpo de Bombeiros.

De acordo com o coordenador de fiscalização da Seuma, Alan Arraes, dos 147 estabelecimentos vistoriados, 88 não apresentaram alvará de funcionamento, apenas 44 tinham autorização sonora e seis apresentaram licença ambiental. Em relação ao termo de conformidade do Corpo de Bombeiros, 126 estabelecimentos não apresentaram o documento.

O objetivo da operação "Fortaleza: ambiente seguro, diversão garantida" é identificar todos os empreendimentos destinados ao lazer e entretenimento da capital, realizando um levantamento da regularidade documental dos estabelecimentos em relação à Prefeitura de Fortaleza. Durante a operação também é verificada a existência e a validade de licenças exigidas e, em parceria com o Corpo de Bombeiros, a relação dos itens de segurança exigidos por lei.

De acordo com o tenente-coronel Leandro nogueira, relações públicas do Corpo de Bombeiros, a ausência do termo de conformidade é a maior irregularidade encontrada pelo Corpo de Bombeiros, além de validade vencida de extintores contra incêndio e inadequações nas portas de entrada e saída de emergência.

Segundo Alan Arrais, a operação "Fortaleza: ambiente seguro, diversão garantida" deve continuar. "Vamos revisitar os estabelecimentos notificados, como também visitar equipamentos que ainda não foram fiscalizados", garantiu o coordenador. Alan informou ainda que reuniões serão realizadas com as regionais, Corpo de Bombeiros e órgãos envolvidos na fiscalização para delimitar áreas e uma agenda para a retomada das visitas a casas de shows, boates, bares e buffets de Fortaleza.

A operação "Fortaleza: ambiente seguro, diversão garantida" é realizada pela Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), em parceria com as Secretarias Regionais (I, II, III, IV, V, VI e Centro), Secretaria de Segurança Cidadã, do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia – CREA/CE e Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará.