14 de fevereiro de 2020 em Saúde

Último dia do Seminário Internacional de Políticas Intersetoriais da Primeira Infância à Juventude aborda as experiências na área da saúde

Gestores e estudiosos na temática compartilharam saberes e experiências visando fortalecer as políticas públicas em Fortaleza


dois homens e duas mulheres sentados em cima de palco e plateia assistindo à frente
A manhã do último dia do evento foi marcada por debates e palestras voltados para ações na área da saúde e promoção do desenvolvimento de crianças e adolescentes de Fortaleza

Nesta sexta-feira (14/02), o Seminário Internacional de Políticas da Primeira Infância à Juventude foi marcado por debates e palestras voltados para ações na área da saúde e promoção do desenvolvimento de crianças e adolescentes de Fortaleza. Durante a manhã do último dia do evento, que ocorre desde esta quinta-feira (13/02), no Centro de Eventos do Ceará, gestores e estudiosos na temática compartilharam saberes e experiências com objetivo de fortalecer as políticas públicas para a infância e juventude da Capital.

senhor falando ao microfone
O norte-americano Christopher Sudfeld, mestre em epidemiologia

O Seminário iniciou com a participação do norte-americano Christopher Sudfeld, mestre em epidemiologia e especialista em pesquisa com foco na interação da nutrição e da infecção na saúde materna e infantil, no contexto de recursos limitados. “Em Fortaleza, já foram alcançadas boas conquistas na saúde juvenil. Agora, o grande desafio é que as ações alcancem todas as crianças, com foco naquelas que mais precisam, tornando-a uma política pública para todos”, declarou Sudfeld.

Em seguida, foi realizada plenária com a médica pediatra Ana Cecília Lins Sucupira, da Universidade de São Paulo, que dividiu experiências exitosas realizadas em Sobral. “Lá, conseguimos bons resultados atuando desde o pré-natal, a primeira infância e o período completo de 0 a 6 em diversos projetos. Na juventude, trabalhamos o projeto Flor do Maracatu, que tem como foco a educação sexual para uma vida saudável, prevenção da gravidez e acolhimento quando ela acontece. Nessas linhas, conseguimos pegar a população jovem mais carente, que é a mais suscetível à morte e doenças, para alcançar um bom nível de desenvolvimento”, completou.

senhora falando ao microfone em cima de palco e homem ao fundo sentado assistindo
Ana Maria Cavalcante, presidente da Sociedade Cearense de Pediatria

A presidente da Sociedade Cearense de Pediatria, Ana Maria Cavalcante, mestre em saúde pública com passagens pelo Hospital Albert Sabin, pela Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza e Secretaria de Saúde do Estado, bem como pela Escola de Saúde Pública do Estado do Ceará, também apresentou suas ações desenvolvidas na infância durante seus anos na gestão pública, com enfoque na redução de mortes de recém-nascidos em Sobral.

Ana Estela Fernandes, secretária adjunta da Saúde de Fortaleza, dividiu as atividades desenvolvidas na gestão municipal. “Mostramos o que a Prefeitura está fazendo na linha do cuidado, desde a gestação à juventude, uma linha de cuidado integral. Entendemos que é preciso trabalhar o pré-natal, preparar a gestante para o nascimento do filho, o parto humanizado, as boas práticas de parto, a primeira infância e a fase escolar. Todos fundamentais para termos um jovem em sua total plenitude de capacidade e desenvolvimento”, disse.

senhor falando ao microfone em púlpito
“Mostramos o que a Prefeitura está fazendo na linha do cuidado, desde a gestação à juventude, uma linha de cuidado integral", disse Ana Estela Fernandes, secretária adjunta da Saúde de Fortaleza 

Participante do evento, Emanuella Carneiro, responsável pelo projeto Cresça com Seu Filho/Criança Feliz e o Programa de Agentes Comunitários, comentou que o momento foi fundamental para fortalecer as políticas implementadas pela Prefeitura na área da infância e da juventude. “Esse é um evento de grande importância. Motiva e estimula, pois muitas vezes os profissionais estão nas unidades de saúde trabalhando tanto que não se dão conta da importância do que fazem. Aqui, acabamos visibilizando o trabalho que realizamos, promovendo um reconhecimento que nos motiva. Além disso, trouxe os aspectos teóricos de atualização de tudo que é feito na primeira infância, com novas abordagens para atuarmos”, atentou.

O Seminário Internacional de Políticas Intersetoriais da Primeira Infância à Juventude – Juventude Cidadã: construindo caminhos desde a Primeira Infância é uma promovido pelo Gabinete da Primeira-dama Carol Bezerra em parceria com as secretarias de Saúde, Educação, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social e a Coordenadoria Especial de Políticas Públicas da Juventude. Ao todo, estima-se que 1.500 participantes, entre servidores da Prefeitura, convidados e parceiros que atuam na área da infância e juventude da Cidade, tenham participado do evento.

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR TODAS AS FOTOS DA COBERTURA

Último dia do Seminário Internacional de Políticas Intersetoriais da Primeira Infância à Juventude aborda as experiências na área da saúde

Gestores e estudiosos na temática compartilharam saberes e experiências visando fortalecer as políticas públicas em Fortaleza

dois homens e duas mulheres sentados em cima de palco e plateia assistindo à frente
A manhã do último dia do evento foi marcada por debates e palestras voltados para ações na área da saúde e promoção do desenvolvimento de crianças e adolescentes de Fortaleza

Nesta sexta-feira (14/02), o Seminário Internacional de Políticas da Primeira Infância à Juventude foi marcado por debates e palestras voltados para ações na área da saúde e promoção do desenvolvimento de crianças e adolescentes de Fortaleza. Durante a manhã do último dia do evento, que ocorre desde esta quinta-feira (13/02), no Centro de Eventos do Ceará, gestores e estudiosos na temática compartilharam saberes e experiências com objetivo de fortalecer as políticas públicas para a infância e juventude da Capital.

senhor falando ao microfone
O norte-americano Christopher Sudfeld, mestre em epidemiologia

O Seminário iniciou com a participação do norte-americano Christopher Sudfeld, mestre em epidemiologia e especialista em pesquisa com foco na interação da nutrição e da infecção na saúde materna e infantil, no contexto de recursos limitados. “Em Fortaleza, já foram alcançadas boas conquistas na saúde juvenil. Agora, o grande desafio é que as ações alcancem todas as crianças, com foco naquelas que mais precisam, tornando-a uma política pública para todos”, declarou Sudfeld.

Em seguida, foi realizada plenária com a médica pediatra Ana Cecília Lins Sucupira, da Universidade de São Paulo, que dividiu experiências exitosas realizadas em Sobral. “Lá, conseguimos bons resultados atuando desde o pré-natal, a primeira infância e o período completo de 0 a 6 em diversos projetos. Na juventude, trabalhamos o projeto Flor do Maracatu, que tem como foco a educação sexual para uma vida saudável, prevenção da gravidez e acolhimento quando ela acontece. Nessas linhas, conseguimos pegar a população jovem mais carente, que é a mais suscetível à morte e doenças, para alcançar um bom nível de desenvolvimento”, completou.

senhora falando ao microfone em cima de palco e homem ao fundo sentado assistindo
Ana Maria Cavalcante, presidente da Sociedade Cearense de Pediatria

A presidente da Sociedade Cearense de Pediatria, Ana Maria Cavalcante, mestre em saúde pública com passagens pelo Hospital Albert Sabin, pela Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza e Secretaria de Saúde do Estado, bem como pela Escola de Saúde Pública do Estado do Ceará, também apresentou suas ações desenvolvidas na infância durante seus anos na gestão pública, com enfoque na redução de mortes de recém-nascidos em Sobral.

Ana Estela Fernandes, secretária adjunta da Saúde de Fortaleza, dividiu as atividades desenvolvidas na gestão municipal. “Mostramos o que a Prefeitura está fazendo na linha do cuidado, desde a gestação à juventude, uma linha de cuidado integral. Entendemos que é preciso trabalhar o pré-natal, preparar a gestante para o nascimento do filho, o parto humanizado, as boas práticas de parto, a primeira infância e a fase escolar. Todos fundamentais para termos um jovem em sua total plenitude de capacidade e desenvolvimento”, disse.

senhor falando ao microfone em púlpito
“Mostramos o que a Prefeitura está fazendo na linha do cuidado, desde a gestação à juventude, uma linha de cuidado integral", disse Ana Estela Fernandes, secretária adjunta da Saúde de Fortaleza 

Participante do evento, Emanuella Carneiro, responsável pelo projeto Cresça com Seu Filho/Criança Feliz e o Programa de Agentes Comunitários, comentou que o momento foi fundamental para fortalecer as políticas implementadas pela Prefeitura na área da infância e da juventude. “Esse é um evento de grande importância. Motiva e estimula, pois muitas vezes os profissionais estão nas unidades de saúde trabalhando tanto que não se dão conta da importância do que fazem. Aqui, acabamos visibilizando o trabalho que realizamos, promovendo um reconhecimento que nos motiva. Além disso, trouxe os aspectos teóricos de atualização de tudo que é feito na primeira infância, com novas abordagens para atuarmos”, atentou.

O Seminário Internacional de Políticas Intersetoriais da Primeira Infância à Juventude – Juventude Cidadã: construindo caminhos desde a Primeira Infância é uma promovido pelo Gabinete da Primeira-dama Carol Bezerra em parceria com as secretarias de Saúde, Educação, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social e a Coordenadoria Especial de Políticas Públicas da Juventude. Ao todo, estima-se que 1.500 participantes, entre servidores da Prefeitura, convidados e parceiros que atuam na área da infância e juventude da Cidade, tenham participado do evento.

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR TODAS AS FOTOS DA COBERTURA