12 de julho de 2021 em Saúde

Ações de enfrentamento às arboviroses são intensificadas no Grande Bom Jardim, Novo Mondubim e Aracapé

Secretaria Regional 5 realiza nesta semana estratégias para eliminar focos do Aedes aegypti, transmissor da dengue, zica e chikungunya


A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Regional 5, intensifica nesta semana as ações educativas sobre a importância da prevenção e eliminação dos focos e criadouros do Aedes Aegypti, transmissor da dengue, zica e chikungunya, nos bairros Grande Bom Jardim, Novo Mondubim e Aracape. As atividades seguem por todo o mês de julho.

A iniciativa, realizada por meio do Núcleo de Educação em Saúde e Mobilização Social da Célula de Vigilância Ambiental e de Riscos Biológicos da Saúde, prevê atividades de abordagens educativas nos principais corredores comerciais, vias, praças, além de equipamentos públicos como postos, escolas e os Centros de Referência da Assistência Social (Cras).

Na sexta-feira (16/07), os educadores em saúde e mobilizadores sociais promovem, a partir das 9 horas, atração lúdica com teatro de fantoche e leitura das revistinhas do "Marcelinho, o detetive contra o Aedes", na escola Crescer Kids, na Av. Oscar Araripe.

Na oportunidade, também serão realizadas medidas de prevenção, UBV fumacê costal e eliminação de potenciais criadouros do mosquito, além do controle químico com máquinas portáteis nos pontos estratégicos de maior vulnerabilidade, através dos agentes de endemias.

Ações de enfrentamento às arboviroses são intensificadas no Grande Bom Jardim, Novo Mondubim e Aracapé

Secretaria Regional 5 realiza nesta semana estratégias para eliminar focos do Aedes aegypti, transmissor da dengue, zica e chikungunya

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Regional 5, intensifica nesta semana as ações educativas sobre a importância da prevenção e eliminação dos focos e criadouros do Aedes Aegypti, transmissor da dengue, zica e chikungunya, nos bairros Grande Bom Jardim, Novo Mondubim e Aracape. As atividades seguem por todo o mês de julho.

A iniciativa, realizada por meio do Núcleo de Educação em Saúde e Mobilização Social da Célula de Vigilância Ambiental e de Riscos Biológicos da Saúde, prevê atividades de abordagens educativas nos principais corredores comerciais, vias, praças, além de equipamentos públicos como postos, escolas e os Centros de Referência da Assistência Social (Cras).

Na sexta-feira (16/07), os educadores em saúde e mobilizadores sociais promovem, a partir das 9 horas, atração lúdica com teatro de fantoche e leitura das revistinhas do "Marcelinho, o detetive contra o Aedes", na escola Crescer Kids, na Av. Oscar Araripe.

Na oportunidade, também serão realizadas medidas de prevenção, UBV fumacê costal e eliminação de potenciais criadouros do mosquito, além do controle químico com máquinas portáteis nos pontos estratégicos de maior vulnerabilidade, através dos agentes de endemias.