15 de dezembro de 2021 em Mobilidade

AMC realiza curso de pilotagem segura para motociclistas entregadores por aplicativo

O curso será implementado em caráter permanente em 2022


pilotagem_uber
A formação, desenvolvida em caráter piloto, beneficia cerca de 30 condutores em três turmas

A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) realiza, nesta quarta-feira (15/12), curso de pilotagem segura voltada para motociclistas entregadores por aplicativo. A formação, desenvolvida em caráter piloto, beneficia cerca de 30 condutores em três turmas. O curso será implementado, no próximo ano, em caráter definitivo.

Um estudo realizado pela AMC revelou que 39% dos entregadores percorrem de 70 a 120 quilômetros diariamente. Destes, 53% já se envolveram em sinistros de trânsito; sendo 77% em acidentes do tipo colisão e os 21% restantes caíram ou escorregaram da motocicleta.

"Durante a formação, a gente mostra a realidade que ocorre hoje no cenário de Fortaleza sobre mortos e feridos que trafegam de motocicleta. Também é enfatizado o comportamento seguro no trânsito e situação de riscos para que os motociclistas identifiquem os momentos que eles se colocam em risco", destaca o educador de trânsito da AMC, Roberto Garcia.

A capacitação, desenvolvida na sede da AMC, é dividida em dois momentos com aulas teóricas e práticas com carga horária de três horas. São aprimoradas técnicas de pilotagem e desenvolvidas habilidades na condução segura da motocicleta para enfrentar qualquer situação no trânsito. Legislação, mecânica aplicada e noções de direção defensiva são alguns dos módulos estudados.

O curso, que será implementado em caráter permanente para entregadores por aplicativo em 2022, é semelhante ao que é desenvolvido desde o primeiro semestre para motociclistas em geral. Este público é considerado o mais vulnerável a acidentes de trânsito e representam mais da metade do número de mortes registradas em Fortaleza. Dentre os 98 óbitos contabilizados no primeiro semestre deste ano, 52% trafegavam em veículo motorizado de duas rodas.

AMC realiza curso de pilotagem segura para motociclistas entregadores por aplicativo

O curso será implementado em caráter permanente em 2022

pilotagem_uber
A formação, desenvolvida em caráter piloto, beneficia cerca de 30 condutores em três turmas

A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) realiza, nesta quarta-feira (15/12), curso de pilotagem segura voltada para motociclistas entregadores por aplicativo. A formação, desenvolvida em caráter piloto, beneficia cerca de 30 condutores em três turmas. O curso será implementado, no próximo ano, em caráter definitivo.

Um estudo realizado pela AMC revelou que 39% dos entregadores percorrem de 70 a 120 quilômetros diariamente. Destes, 53% já se envolveram em sinistros de trânsito; sendo 77% em acidentes do tipo colisão e os 21% restantes caíram ou escorregaram da motocicleta.

"Durante a formação, a gente mostra a realidade que ocorre hoje no cenário de Fortaleza sobre mortos e feridos que trafegam de motocicleta. Também é enfatizado o comportamento seguro no trânsito e situação de riscos para que os motociclistas identifiquem os momentos que eles se colocam em risco", destaca o educador de trânsito da AMC, Roberto Garcia.

A capacitação, desenvolvida na sede da AMC, é dividida em dois momentos com aulas teóricas e práticas com carga horária de três horas. São aprimoradas técnicas de pilotagem e desenvolvidas habilidades na condução segura da motocicleta para enfrentar qualquer situação no trânsito. Legislação, mecânica aplicada e noções de direção defensiva são alguns dos módulos estudados.

O curso, que será implementado em caráter permanente para entregadores por aplicativo em 2022, é semelhante ao que é desenvolvido desde o primeiro semestre para motociclistas em geral. Este público é considerado o mais vulnerável a acidentes de trânsito e representam mais da metade do número de mortes registradas em Fortaleza. Dentre os 98 óbitos contabilizados no primeiro semestre deste ano, 52% trafegavam em veículo motorizado de duas rodas.