24 de março de 2020 em Tecnologia

Citinova disponibiliza impressoras 3D em prol do projeto “Inovação contra o Covid-19”

O projeto irá contribuir para a qualidade de trabalho e a segurança dos profissionais de saúde


ciitnova
O projeto “Inovação contra o Covid-19” usará máquinas 3D alocadas no espaço CriarCE

A Prefeitura de Fortaleza disponibiliza, por meio da Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação (Citinova), cinco equipamentos de impressão em 3D para a criação de peças voltadas à segurança e proteção individual para hospitais na operação contra a Covid-19. A iniciativa é feita em parceria com o CriarCE, projeto da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), Universidade Estadual do Ceará (Uece), Instituto Atlântico e Idesco. Ao todo, cerca de 10 instituições estão juntas disponibilizando seus equipamentos, incluindo o ICC Biolabs e Joy Fab Lab.

O projeto “Inovação contra o Covid-19” usará máquinas 3D alocadas no espaço CriarCE, imprimindo protótipos de válvulas respiratórias e peças de reposição para maquinários que sejam requisitadas, além de materiais de segurança de trabalho e de proteção individual para profissionais de saúde que estão na linha de frente no enfrentamento ao novo coronavírus.

Para o presidente da Citinova, Cláudio Ricardo, a iniciativa visa “contribuir para a qualidade de trabalho e segurança dos profissionais de saúde que também constituem grupo de risco no combate ao coronavírus.”

Citinova disponibiliza impressoras 3D em prol do projeto “Inovação contra o Covid-19”

O projeto irá contribuir para a qualidade de trabalho e a segurança dos profissionais de saúde

ciitnova
O projeto “Inovação contra o Covid-19” usará máquinas 3D alocadas no espaço CriarCE

A Prefeitura de Fortaleza disponibiliza, por meio da Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação (Citinova), cinco equipamentos de impressão em 3D para a criação de peças voltadas à segurança e proteção individual para hospitais na operação contra a Covid-19. A iniciativa é feita em parceria com o CriarCE, projeto da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), Universidade Estadual do Ceará (Uece), Instituto Atlântico e Idesco. Ao todo, cerca de 10 instituições estão juntas disponibilizando seus equipamentos, incluindo o ICC Biolabs e Joy Fab Lab.

O projeto “Inovação contra o Covid-19” usará máquinas 3D alocadas no espaço CriarCE, imprimindo protótipos de válvulas respiratórias e peças de reposição para maquinários que sejam requisitadas, além de materiais de segurança de trabalho e de proteção individual para profissionais de saúde que estão na linha de frente no enfrentamento ao novo coronavírus.

Para o presidente da Citinova, Cláudio Ricardo, a iniciativa visa “contribuir para a qualidade de trabalho e segurança dos profissionais de saúde que também constituem grupo de risco no combate ao coronavírus.”