10 de janeiro de 2022 em Infraestrutura

Família de jovem com deficiência tem acessibilidade garantida por obra de urbanização da Prefeitura no Parque Presidente Vargas

Intervenções de drenagem, saneamento e pavimentação na periferia grantem acesso seguro ao transporte público


Rana empurra a cadeira de rodas do filho Ítalo na rua onde mora
Agora, conseguindo se locomover com maior facilidade e sem riscos de acidente, Hana, que também é líder de um projeto social dedicado a pessoas com deficiência, comemora as melhorias (Foto: Kiko Silva)
As obras do Programa de Infraestrutura em Educação e Saneamento de Fortaleza (Proinfra) seguem avançando e melhorando a qualidade de vida das pessoas residentes dos bairros mais vulneráveis de Fortaleza. As intervenções já foram concluídas em boa parte do bairro Parque Presidente Vargas (Regional 10), onde a moradora Rana Sousa, mãe do jovem com paralisia cerebral Ítalo, de 15 anos, já se beneficia do direito à acessibilidade.

Habitante da região desde os quatro anos de idade, hoje com 41, Rana conviveu com buracos, lamas e acúmulo de lixo cotidianamente. O quadro se agravou ainda mais quando passou a transportar, sozinha, a cadeira de rodas do filho. “Como tenho ele, preciso ir a médicos para fazer os acompanhamentos e dependo muito do metrô e dos ônibus adaptados. Eu levo ele a pé, então era muito difícil, e eu sofria com a distância”.

Agora, conseguindo se locomover com maior facilidade e sem riscos de acidente, Hana, que também é líder de um projeto social dedicado a pessoas com deficiência, comemora as melhorias. “O bairro está sendo totalmente urbanizado, com pavimentação, drenagem e esgoto. As ruas tem esse piso maravilhoso, quando chove, não fica nada, não tem mais lama, e nem perdemos o acesso”, descreveu.

Rana se sente orgulhosa em poder conduzir a cadeira de rodas do filho sem medo de quebrá-la. “Eu sempre andava com duas rodas. Vocês não têm noção do que estou sentindo hoje, fico até emocionada, porque é um orgulho poder empurrar as quatro rodas tranquilamente, sem ter medo de queda, sem atolar e nem me preocupar em quebrar a cadeira dele futuramente. Foi uma doação que recebemos”, afirmou.

Segundo o secretário da Regional 10, Leonardo Freire,  é preciso mudar a mentalidade de que apenas asfaltar as ruas sem pavimento resolve a falta de estrutura básica e acessibilidade para as pessoas da periferia de Fortaleza. Precisamos de saneamento, esgotamento sanitário, drenagem de águas pluviais e depois esse piso maravilhoso, trazendo dignidade para cada um dos moradores, além de saúde e acesso. A prefeitura de Fortaleza tem tratado as mudanças junto com as pessoas que pensam pela comunidade e, dessa forma, chegamos às soluções”, explicou.

O benefício não apenas dela, mas também dos outros moradores do bairro, como idosos e até mesmo outros cadeirantes que necessitam do espaço com acessibilidade para se locomoverem. “Sempre digo às pessoas que tenham paciência, pois as mudanças estão acontecendo. Eu e outros líderes comunitários pedimos sempre a compreensão da comunidade, e assim como chegou na minha vez, a de todo mundo vai chegar”, frisou.

Sobre o Proinfra

O Programa de Infraestrutura em Educação e Saneamento de Fortaleza (Proinfra), o maior conjunto de investimentos já realizado nos bairros não centrais, está transformando comunidades de alto nível de vulnerabilidade social. O projeto, com orçamento de mais de R$ 2 bilhões, contempla 30 bairros que receberão melhorias de obras de saneamento, drenagem, pavimentação e urbanismo.

A iniciativa tem como critério de escolha para a realização das obras os locais que possuem os menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH), no intuito de garantir benefícios a longo prazo por meio de melhorias na qualidade de vida para toda a população

Os recursos são do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). As obras foram iniciadas em setembro de 2019.

Família de jovem com deficiência tem acessibilidade garantida por obra de urbanização da Prefeitura no Parque Presidente Vargas

Intervenções de drenagem, saneamento e pavimentação na periferia grantem acesso seguro ao transporte público

Rana empurra a cadeira de rodas do filho Ítalo na rua onde mora
Agora, conseguindo se locomover com maior facilidade e sem riscos de acidente, Hana, que também é líder de um projeto social dedicado a pessoas com deficiência, comemora as melhorias (Foto: Kiko Silva)
As obras do Programa de Infraestrutura em Educação e Saneamento de Fortaleza (Proinfra) seguem avançando e melhorando a qualidade de vida das pessoas residentes dos bairros mais vulneráveis de Fortaleza. As intervenções já foram concluídas em boa parte do bairro Parque Presidente Vargas (Regional 10), onde a moradora Rana Sousa, mãe do jovem com paralisia cerebral Ítalo, de 15 anos, já se beneficia do direito à acessibilidade.

Habitante da região desde os quatro anos de idade, hoje com 41, Rana conviveu com buracos, lamas e acúmulo de lixo cotidianamente. O quadro se agravou ainda mais quando passou a transportar, sozinha, a cadeira de rodas do filho. “Como tenho ele, preciso ir a médicos para fazer os acompanhamentos e dependo muito do metrô e dos ônibus adaptados. Eu levo ele a pé, então era muito difícil, e eu sofria com a distância”.

Agora, conseguindo se locomover com maior facilidade e sem riscos de acidente, Hana, que também é líder de um projeto social dedicado a pessoas com deficiência, comemora as melhorias. “O bairro está sendo totalmente urbanizado, com pavimentação, drenagem e esgoto. As ruas tem esse piso maravilhoso, quando chove, não fica nada, não tem mais lama, e nem perdemos o acesso”, descreveu.

Rana se sente orgulhosa em poder conduzir a cadeira de rodas do filho sem medo de quebrá-la. “Eu sempre andava com duas rodas. Vocês não têm noção do que estou sentindo hoje, fico até emocionada, porque é um orgulho poder empurrar as quatro rodas tranquilamente, sem ter medo de queda, sem atolar e nem me preocupar em quebrar a cadeira dele futuramente. Foi uma doação que recebemos”, afirmou.

Segundo o secretário da Regional 10, Leonardo Freire,  é preciso mudar a mentalidade de que apenas asfaltar as ruas sem pavimento resolve a falta de estrutura básica e acessibilidade para as pessoas da periferia de Fortaleza. Precisamos de saneamento, esgotamento sanitário, drenagem de águas pluviais e depois esse piso maravilhoso, trazendo dignidade para cada um dos moradores, além de saúde e acesso. A prefeitura de Fortaleza tem tratado as mudanças junto com as pessoas que pensam pela comunidade e, dessa forma, chegamos às soluções”, explicou.

O benefício não apenas dela, mas também dos outros moradores do bairro, como idosos e até mesmo outros cadeirantes que necessitam do espaço com acessibilidade para se locomoverem. “Sempre digo às pessoas que tenham paciência, pois as mudanças estão acontecendo. Eu e outros líderes comunitários pedimos sempre a compreensão da comunidade, e assim como chegou na minha vez, a de todo mundo vai chegar”, frisou.

Sobre o Proinfra

O Programa de Infraestrutura em Educação e Saneamento de Fortaleza (Proinfra), o maior conjunto de investimentos já realizado nos bairros não centrais, está transformando comunidades de alto nível de vulnerabilidade social. O projeto, com orçamento de mais de R$ 2 bilhões, contempla 30 bairros que receberão melhorias de obras de saneamento, drenagem, pavimentação e urbanismo.

A iniciativa tem como critério de escolha para a realização das obras os locais que possuem os menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH), no intuito de garantir benefícios a longo prazo por meio de melhorias na qualidade de vida para toda a população

Os recursos são do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). As obras foram iniciadas em setembro de 2019.