27 de outubro de 2021 em Saúde

Fortaleza já aplicou mais de 6 mil doses no Ônibus da Vacina

Unidade móvel passou por seis bairros da Capital em 12 dias de ação


senhora sendo vacinada
Cleonice Correia tomou a dose única na terça-feira (26/10) e agora faz parte dos quase 60% de fortalezenses que receberam a segunda dose ou dose única da vacina contra a Covid-19 (Fotos: Thiago Gaspar)

Com o objetivo de reforçar a vacinação contra a Covid-19 em áreas de vulnerabilidade de Fortaleza, o Ônibus da Vacina, iniciativa da Cruz Vermelha em parceria com a Prefeitura de Fortaleza, já aplicou 6.366 doses até esta terça-feira (26/10). A ação teve início na Capital no dia 14 de outubro e passou pelos bairros Carlito Pamplona, Pici, Vila União, Floresta, Cais do Porto e Vicente Pinzón.

Grande parte do público atendido é composto por moradores das regiões que perderam o seu agendamento para primeira, segunda ou terceira dose. Esse foi o caso de Cleonice Correia, de 56 anos, moradora do bairro Vila União. “Eu fui agendada, mas não sei andar pela cidade. Agora, perto de casa, ficou mais fácil. Meu irmão veio se vacinar aqui no ônibus e minha mãe vem também, porque a gente sabe que isso é muito importante”, conta.

Cleonice, que tomou a dose única na terça-feira (26/10), agora faz parte dos quase 60% de fortalezenses que receberam a segunda dose ou dose única da vacina contra a Covid-19. Com a primeira dose, mais de dois milhões de pessoas foram vacinadas, número que corresponde a 76,4% da população total da Capital.

Apenas na Unidade Móvel de Vacinação, que inicialmente possuía uma expectativa de vacinar 400 pessoas por dia, estão sendo aplicadas, em média, 530 vacinas diárias. O número é avaliado positivamente pelas equipes. “Nosso objetivo é vacinar o máximo de fortalezenses, especialmente o público que possui uma maior vulnerabilidade. A estrutura e o alcance do ônibus têm nos ajudado a alcançar esse propósito”, afirma Erlemus Soares, coordenador da Rede de Atenção Primária e Psicossocial da Secretaria Municipal da Saúde (SMS).

Júlio Cals, presidente nacional da Cruz Vermelha Brasileira, reforça a ideia. “Sabemos que a busca ativa da população para o recebimento das vacinas contra a Covid-19 é crucial no combate à pandemia a longo prazo. Em Fortaleza, a unidade móvel tem exercido um trabalho incrível em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde e alcançado inúmeras pessoas ao longo desses dias de ação na Capital”.

senhor sendo vacinado
Francisco de Assis recebeu sua terceira dose no Ônibus da Vacina após perder seu agendamento

Além da primeira dose, estão sendo aplicadas segundas e terceiras doses para quem perdeu a data do agendamento. Francisco de Assis, de 74 anos, recebeu sua terceira dose no Ônibus da Vacina após perder a data do seu agendamento. “No posto de saúde do meu bairro me avisaram que eu poderia receber minha terceira dose aqui. Eu moro perto, mas iria onde a vacina estivesse”, conta o aposentado.

Até esta terça-feira (26/10), quase 300 idosos ou imunossuprimidos haviam recebido a terceira dose na Unidade Móvel. “Graças a Deus não peguei Covid-19, ela passou por outro quarteirão e não me viu, e agora com a terceira dose é que ela não vai nem lembrar de mim”, brinca Francisco.

O Ônibus da Vacina segue em Fortaleza até o dia 9 de novembro, em outros seis bairros da Capital. O atendimento acontece das 9h às 17h, de segunda-feira a sábado, recebendo o público a partir dos 12 anos de idade.

Cronograma do Ônibus da Vacina

27/10: Areninha Planalto Ayrton Senna (Rua Juventude com Rua Quixadá – Planalto Ayrton Senna)
28/10: Areninha Planalto Ayrton Senna (Rua Juventude com Rua Quixadá – Planalto Ayrton Senna)
29/10: Praça Santa Cecília (Av. Coronel Virgílio Nogueira com Rua Coronel João Correia – Granja Lisboa)
30/10: Praça Santa Cecília (Av. Coronel Virgílio Nogueira com Rua Coronel João Correia – Granja Lisboa)
01/11: Areninha do Servilha (Rua José Mendonça – Genibaú)
02/11: Areninha do Servilha (Rua José Mendonça – Genibaú)
03/11: Rua Irmão Olimpio, 197 – Jangurussu
04/11: Rua Irmão Olimpio, 197 – Jangurussu
05/11: CITS São Bernardo (Rua 24 de Novembro, 555 – Messejana)
06/11: CITS São Bernardo (Rua 24 de Novembro, 555 – Messejana)
08/11: Residencial José Euclides (Rua A, quadra 10 A – Ancuri)
09/11: Residencial José Euclides (Rua A, quadra 10 A – Ancuri)

Fortaleza já aplicou mais de 6 mil doses no Ônibus da Vacina

Unidade móvel passou por seis bairros da Capital em 12 dias de ação

senhora sendo vacinada
Cleonice Correia tomou a dose única na terça-feira (26/10) e agora faz parte dos quase 60% de fortalezenses que receberam a segunda dose ou dose única da vacina contra a Covid-19 (Fotos: Thiago Gaspar)

Com o objetivo de reforçar a vacinação contra a Covid-19 em áreas de vulnerabilidade de Fortaleza, o Ônibus da Vacina, iniciativa da Cruz Vermelha em parceria com a Prefeitura de Fortaleza, já aplicou 6.366 doses até esta terça-feira (26/10). A ação teve início na Capital no dia 14 de outubro e passou pelos bairros Carlito Pamplona, Pici, Vila União, Floresta, Cais do Porto e Vicente Pinzón.

Grande parte do público atendido é composto por moradores das regiões que perderam o seu agendamento para primeira, segunda ou terceira dose. Esse foi o caso de Cleonice Correia, de 56 anos, moradora do bairro Vila União. “Eu fui agendada, mas não sei andar pela cidade. Agora, perto de casa, ficou mais fácil. Meu irmão veio se vacinar aqui no ônibus e minha mãe vem também, porque a gente sabe que isso é muito importante”, conta.

Cleonice, que tomou a dose única na terça-feira (26/10), agora faz parte dos quase 60% de fortalezenses que receberam a segunda dose ou dose única da vacina contra a Covid-19. Com a primeira dose, mais de dois milhões de pessoas foram vacinadas, número que corresponde a 76,4% da população total da Capital.

Apenas na Unidade Móvel de Vacinação, que inicialmente possuía uma expectativa de vacinar 400 pessoas por dia, estão sendo aplicadas, em média, 530 vacinas diárias. O número é avaliado positivamente pelas equipes. “Nosso objetivo é vacinar o máximo de fortalezenses, especialmente o público que possui uma maior vulnerabilidade. A estrutura e o alcance do ônibus têm nos ajudado a alcançar esse propósito”, afirma Erlemus Soares, coordenador da Rede de Atenção Primária e Psicossocial da Secretaria Municipal da Saúde (SMS).

Júlio Cals, presidente nacional da Cruz Vermelha Brasileira, reforça a ideia. “Sabemos que a busca ativa da população para o recebimento das vacinas contra a Covid-19 é crucial no combate à pandemia a longo prazo. Em Fortaleza, a unidade móvel tem exercido um trabalho incrível em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde e alcançado inúmeras pessoas ao longo desses dias de ação na Capital”.

senhor sendo vacinado
Francisco de Assis recebeu sua terceira dose no Ônibus da Vacina após perder seu agendamento

Além da primeira dose, estão sendo aplicadas segundas e terceiras doses para quem perdeu a data do agendamento. Francisco de Assis, de 74 anos, recebeu sua terceira dose no Ônibus da Vacina após perder a data do seu agendamento. “No posto de saúde do meu bairro me avisaram que eu poderia receber minha terceira dose aqui. Eu moro perto, mas iria onde a vacina estivesse”, conta o aposentado.

Até esta terça-feira (26/10), quase 300 idosos ou imunossuprimidos haviam recebido a terceira dose na Unidade Móvel. “Graças a Deus não peguei Covid-19, ela passou por outro quarteirão e não me viu, e agora com a terceira dose é que ela não vai nem lembrar de mim”, brinca Francisco.

O Ônibus da Vacina segue em Fortaleza até o dia 9 de novembro, em outros seis bairros da Capital. O atendimento acontece das 9h às 17h, de segunda-feira a sábado, recebendo o público a partir dos 12 anos de idade.

Cronograma do Ônibus da Vacina

27/10: Areninha Planalto Ayrton Senna (Rua Juventude com Rua Quixadá – Planalto Ayrton Senna)
28/10: Areninha Planalto Ayrton Senna (Rua Juventude com Rua Quixadá – Planalto Ayrton Senna)
29/10: Praça Santa Cecília (Av. Coronel Virgílio Nogueira com Rua Coronel João Correia – Granja Lisboa)
30/10: Praça Santa Cecília (Av. Coronel Virgílio Nogueira com Rua Coronel João Correia – Granja Lisboa)
01/11: Areninha do Servilha (Rua José Mendonça – Genibaú)
02/11: Areninha do Servilha (Rua José Mendonça – Genibaú)
03/11: Rua Irmão Olimpio, 197 – Jangurussu
04/11: Rua Irmão Olimpio, 197 – Jangurussu
05/11: CITS São Bernardo (Rua 24 de Novembro, 555 – Messejana)
06/11: CITS São Bernardo (Rua 24 de Novembro, 555 – Messejana)
08/11: Residencial José Euclides (Rua A, quadra 10 A – Ancuri)
09/11: Residencial José Euclides (Rua A, quadra 10 A – Ancuri)