Obras de urbanização da Av. Desembargador Moreira seguem com serviços de drenagem

29 de janeiro de 2020 em Infraestrutura

Obras de urbanização da Av. Desembargador Moreira seguem com serviços de drenagem

Orçada em R$ 11,2 milhões, a obra da nova Av. Desembargador Moreira terá duração de até 12 meses e está dividida em três trechos


operários trabalhando numa obra de drenagem
A pavimentação asfáltica da via foi demolida para receber os dutos do novo sistema de drenagem que será implantado na avenida

As obras de urbanização da Av. Desembargador Moreira avançam com os serviços de drenagem. A pavimentação asfáltica da via foi demolida para receber os dutos do novo sistema de drenagem que será implantado na avenida e terá cerca de 650 metros de extensão. Quando finalizada a construção da nova galeria, a via receberá obras de urbanização com a instalação de novo pavimento com piso intertravado e nova sinalização.

Desde o início do mês de janeiro a Av. Desembargador Moreira teve o sentido praia/sertão (lado oeste) da via bloqueado entre as avenidas Abolição e Dom Luís. Agora, os condutores que desejam trafegar neste sentido devem utilizar as ruas Oswaldo Cruz ou Barbosa de Freitas.

A Autarquia Municipal de Trânsito (AMC) informa que a rua Barbosa de Freitas tem absorvido com eficácia o trânsito da região, já que teve a capacidade de circulação ampliada de uma para duas faixas de tráfego, além de receber três novos semáforos no cruzamento com as ruas Ana Bilhar, Canuto de Aguiar e Pereira Valente.

Segundo a Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf), em abril deste ano, a pista deverá ser liberada para tráfego para que as obras prossigam no sentido oposto da via, que deverá ser bloqueada. O trânsito da região permanecerá na configuração atual, com acesso apenas no sentido sertão/praia pela Desembargador Moreira.

O lado leste da avenida também receberá obras de drenagem. Quando concluídos os serviços, o local receberá um amplo e colorido calçadão em concreto com acesso exclusivo para pedestre, além de uma ciclovia. A medida visa melhorar a utilização dos espaços, já que o mesmo será integrado às novas calçadas da Praça Portugal e ciclofaixa da Av. Dom Luís.

As obras referentes ao trecho 3 do projeto, contemplam, ainda, projeto paisagístico com o plantio de árvores e arbustos, nova iluminação em LED, mobiliários urbanos, pavimento em blocos de concreto, calçadas acessíveis e ciclofaixa.

Orçada em R$ 11,2 milhões, a obra da nova Av. Desembargador Moreira terá duração de até 12 meses e está dividida em três trechos.

Trecho 1 - Entre avenidas Padre Antônio Tomás e Pontes Vieira

A Av. Desembargador Moreira, no trecho entre as avenidas Padre Antônio Tomás e Pontes Vieira, passará por obras de requalificação viária com a retirada do antigo pavimento e implantação de novo asfalto, além da reconstrução do canteiro central, sinalização, itens de acessibilidade e pavimento em concreto nos pontos de ônibus. A obra visa facilitar o tráfego de pedestres e veículos, além de recuperar toda a malha viária em direção ao aeroporto.

Trecho 2 - Entre avenidas Padre Antônio Tomás e Dom Luís

Neste trecho está prevista a substituição de todo o asfalto da via por piso intertravado (blocos em concreto) o que irá facilitar o escoamento da água, além de melhorar a sensação térmica da via. Não haverá mudanças no tráfego neste trecho, que permanecerá com dois sentidos. A urbanização desta extensão da avenida se conectará ao trecho 3.

Trecho 3 - Entre avenidas Dom Luís e Abolição (em execução)

Com fluxo intenso de pedestres e ciclistas, a Av. Desembargador Moreira é um convite para aqueles que desejam sair para compras a pé, passeios e lazer. Pensando nessa demanda, a região ganhará pavimento em blocos de concreto, ciclofaixa e um amplo e colorido calçadão no trecho entre a Av. Abolição e Dom Luís. A intervenção foi inspirada nas ruas de Santiago, no Chile, um convite para o pedestre caminhar e ficar. O local ganhará ainda paisagismo, mobiliários urbanos e nova iluminação. A avenida passará a operar em mão única, no sentido sertão/praia, com duas faixas de tráfego.

Obras de urbanização da Av. Desembargador Moreira seguem com serviços de drenagem

Orçada em R$ 11,2 milhões, a obra da nova Av. Desembargador Moreira terá duração de até 12 meses e está dividida em três trechos

operários trabalhando numa obra de drenagem
A pavimentação asfáltica da via foi demolida para receber os dutos do novo sistema de drenagem que será implantado na avenida

As obras de urbanização da Av. Desembargador Moreira avançam com os serviços de drenagem. A pavimentação asfáltica da via foi demolida para receber os dutos do novo sistema de drenagem que será implantado na avenida e terá cerca de 650 metros de extensão. Quando finalizada a construção da nova galeria, a via receberá obras de urbanização com a instalação de novo pavimento com piso intertravado e nova sinalização.

Desde o início do mês de janeiro a Av. Desembargador Moreira teve o sentido praia/sertão (lado oeste) da via bloqueado entre as avenidas Abolição e Dom Luís. Agora, os condutores que desejam trafegar neste sentido devem utilizar as ruas Oswaldo Cruz ou Barbosa de Freitas.

A Autarquia Municipal de Trânsito (AMC) informa que a rua Barbosa de Freitas tem absorvido com eficácia o trânsito da região, já que teve a capacidade de circulação ampliada de uma para duas faixas de tráfego, além de receber três novos semáforos no cruzamento com as ruas Ana Bilhar, Canuto de Aguiar e Pereira Valente.

Segundo a Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf), em abril deste ano, a pista deverá ser liberada para tráfego para que as obras prossigam no sentido oposto da via, que deverá ser bloqueada. O trânsito da região permanecerá na configuração atual, com acesso apenas no sentido sertão/praia pela Desembargador Moreira.

O lado leste da avenida também receberá obras de drenagem. Quando concluídos os serviços, o local receberá um amplo e colorido calçadão em concreto com acesso exclusivo para pedestre, além de uma ciclovia. A medida visa melhorar a utilização dos espaços, já que o mesmo será integrado às novas calçadas da Praça Portugal e ciclofaixa da Av. Dom Luís.

As obras referentes ao trecho 3 do projeto, contemplam, ainda, projeto paisagístico com o plantio de árvores e arbustos, nova iluminação em LED, mobiliários urbanos, pavimento em blocos de concreto, calçadas acessíveis e ciclofaixa.

Orçada em R$ 11,2 milhões, a obra da nova Av. Desembargador Moreira terá duração de até 12 meses e está dividida em três trechos.

Trecho 1 - Entre avenidas Padre Antônio Tomás e Pontes Vieira

A Av. Desembargador Moreira, no trecho entre as avenidas Padre Antônio Tomás e Pontes Vieira, passará por obras de requalificação viária com a retirada do antigo pavimento e implantação de novo asfalto, além da reconstrução do canteiro central, sinalização, itens de acessibilidade e pavimento em concreto nos pontos de ônibus. A obra visa facilitar o tráfego de pedestres e veículos, além de recuperar toda a malha viária em direção ao aeroporto.

Trecho 2 - Entre avenidas Padre Antônio Tomás e Dom Luís

Neste trecho está prevista a substituição de todo o asfalto da via por piso intertravado (blocos em concreto) o que irá facilitar o escoamento da água, além de melhorar a sensação térmica da via. Não haverá mudanças no tráfego neste trecho, que permanecerá com dois sentidos. A urbanização desta extensão da avenida se conectará ao trecho 3.

Trecho 3 - Entre avenidas Dom Luís e Abolição (em execução)

Com fluxo intenso de pedestres e ciclistas, a Av. Desembargador Moreira é um convite para aqueles que desejam sair para compras a pé, passeios e lazer. Pensando nessa demanda, a região ganhará pavimento em blocos de concreto, ciclofaixa e um amplo e colorido calçadão no trecho entre a Av. Abolição e Dom Luís. A intervenção foi inspirada nas ruas de Santiago, no Chile, um convite para o pedestre caminhar e ficar. O local ganhará ainda paisagismo, mobiliários urbanos e nova iluminação. A avenida passará a operar em mão única, no sentido sertão/praia, com duas faixas de tráfego.