05 de setembro de 2019 em Juventude

Prefeito Roberto Cláudio apresenta Programa Bolsa Jovem

O projeto, que tem parceria com o BID, vai contemplar 1.800 jovens de Fortalez por meio da concessão de benefício financeiro


prefeito fala, em pé, no auditório do paço municipal
Apresentação do novo programa da Prefeitura ocorreu no Paço Municipal na manhã desta quinta-feira (05/09)

O prefeito Roberto Cláudio lançou, na manhã desta quinta-feira (05/09), no Paço Municipal, o Edital para o Programa Bolsa Jovem, que vai beneficiar 1.800 jovens, com idade entre 15 e 29 anos, que atuem em áreas desportivas, culturais e de liderança social juvenil.

O novo programa será realizado pela Prefeitura de Fortaleza, por intermédio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ) e parceria com o BID, com o objetivo de garantir aos jovens em situação de vulnerabilidade as condições para apoiar o desenvolvimento de forma contínua das habilidades, por meio da concessão de benefício financeiro.

"O critério básico é ser da periferia e demonstrar vulnerabilidade social, porque a gente quer fazer essas mudanças nas áreas que tenham jovens que mais precisam, que têm o talento, às vezes já descoberto, mas que precisam ser burilados para brilharem ainda mais fora do estado do Ceará", ressaltou o prefeito Roberto Cláudio.

homem posando para a foto
De acordo com o triatleta Flávio Queiroga, esta é a chance de mudar a realidade do atleta amador

Na área desportiva, poderão concorrer à bolsa os jovens atletas que estejam buscando favorecer competências pessoais, sociais, produtivas e cognitivas, assim como jovens atletas de alto rendimento que participem de competições locais, regionais, nacionais e internacionais. De acordo com o triatleta Flávio Queiroga, esta é a chance de mudar a realidade do atleta amador. "Para o triatleta, são necessários três materiais diferentes. Para natação, ciclismo e corrida. Eu sou educador físico e tenho que comprar meu material com a renda do mês, além da suplementação. Com a bolsa, vai ser mais fácil dormir tranquilo sabendo que posso pagar tudo", ressaltou.

André Lucas, que é cantor e produtor musical, vive a mesma expectativa de não mais depender apenas dos pequenos cachês que ganha nas apresentações. "A gente que trabalha com arte, não trabalha só com canto e dança. Tem figurino, maquiagem e é preciso investir. É difícil. Mas eu fiquei muito espantado quando vi o edital, porque nunca vi nada parecido no Brasil. A Prefeitura investe muito na cultura e na arte."

Também haverá a concessão da bolsa na área de liderança social juvenil, indicada para jovens que desenvolvam projetos relacionados ao Protagonismo Juvenil, voltados para a promoção da Cidadania e Direitos Humanos, Empreendedorismo Social, Meio Ambiente, Esporte, Educação, Cultura, Lazer e proteção das Juventudes. É preciso que as atividades tenham relevância na mobilização dos jovens de Fortaleza, gerando impacto direto nas políticas sociais juvenis.

"Esta oportunidade de trazer o jovem para a inclusão, apostar nele, fazer com que ele encontre, por meio da política da juventude, a sua paixão e se dedique a isso, faz com que o jovem possa se desenvolver e contribuir com a Cidade", explicou o titular da Coordenadoria de Juventude do Município, Julio Brizzi.

Saiba mais sobre o Programa


Prefeito Roberto Cláudio apresenta Programa Bolsa Jovem

O projeto, que tem parceria com o BID, vai contemplar 1.800 jovens de Fortalez por meio da concessão de benefício financeiro

prefeito fala, em pé, no auditório do paço municipal
Apresentação do novo programa da Prefeitura ocorreu no Paço Municipal na manhã desta quinta-feira (05/09)

O prefeito Roberto Cláudio lançou, na manhã desta quinta-feira (05/09), no Paço Municipal, o Edital para o Programa Bolsa Jovem, que vai beneficiar 1.800 jovens, com idade entre 15 e 29 anos, que atuem em áreas desportivas, culturais e de liderança social juvenil.

O novo programa será realizado pela Prefeitura de Fortaleza, por intermédio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ) e parceria com o BID, com o objetivo de garantir aos jovens em situação de vulnerabilidade as condições para apoiar o desenvolvimento de forma contínua das habilidades, por meio da concessão de benefício financeiro.

"O critério básico é ser da periferia e demonstrar vulnerabilidade social, porque a gente quer fazer essas mudanças nas áreas que tenham jovens que mais precisam, que têm o talento, às vezes já descoberto, mas que precisam ser burilados para brilharem ainda mais fora do estado do Ceará", ressaltou o prefeito Roberto Cláudio.

homem posando para a foto
De acordo com o triatleta Flávio Queiroga, esta é a chance de mudar a realidade do atleta amador

Na área desportiva, poderão concorrer à bolsa os jovens atletas que estejam buscando favorecer competências pessoais, sociais, produtivas e cognitivas, assim como jovens atletas de alto rendimento que participem de competições locais, regionais, nacionais e internacionais. De acordo com o triatleta Flávio Queiroga, esta é a chance de mudar a realidade do atleta amador. "Para o triatleta, são necessários três materiais diferentes. Para natação, ciclismo e corrida. Eu sou educador físico e tenho que comprar meu material com a renda do mês, além da suplementação. Com a bolsa, vai ser mais fácil dormir tranquilo sabendo que posso pagar tudo", ressaltou.

André Lucas, que é cantor e produtor musical, vive a mesma expectativa de não mais depender apenas dos pequenos cachês que ganha nas apresentações. "A gente que trabalha com arte, não trabalha só com canto e dança. Tem figurino, maquiagem e é preciso investir. É difícil. Mas eu fiquei muito espantado quando vi o edital, porque nunca vi nada parecido no Brasil. A Prefeitura investe muito na cultura e na arte."

Também haverá a concessão da bolsa na área de liderança social juvenil, indicada para jovens que desenvolvam projetos relacionados ao Protagonismo Juvenil, voltados para a promoção da Cidadania e Direitos Humanos, Empreendedorismo Social, Meio Ambiente, Esporte, Educação, Cultura, Lazer e proteção das Juventudes. É preciso que as atividades tenham relevância na mobilização dos jovens de Fortaleza, gerando impacto direto nas políticas sociais juvenis.

"Esta oportunidade de trazer o jovem para a inclusão, apostar nele, fazer com que ele encontre, por meio da política da juventude, a sua paixão e se dedique a isso, faz com que o jovem possa se desenvolver e contribuir com a Cidade", explicou o titular da Coordenadoria de Juventude do Município, Julio Brizzi.

Saiba mais sobre o Programa