23 de fevereiro de 2018 em Infraestrutura

Prefeito Roberto Cláudio e governador Camilo Santana anunciam R$ 1,73 bilhão em pacote de investimento para Infraestrutura

Capital será beneficiada em ações como as da urbanização da Av. Beira-Mar, Polo Gastronômico da Varjota e Linha Leste do Metrô


Infraestrutura
Financiamento vai permitir três principais intervenções em Fortaleza (Foto: Thiago Gaspar)

O prefeito Roberto Cláudio e o governador Camilo Santana anunciaram investimento de R$ 1,73 bilhão para o desenvolvimento de intervenções de infraestrutura em todo o Estado do Ceará, na manhã desta sexta-feira (23/02), no Palácio da Abolição. A atividade contemplará Fortaleza com recursos para a urbanização da Avenida Beira-mar, obras do Polo Gastronômico da Varjota e intervenções do projeto Vila do Mar, além da construção da Linha Lesto de Metrô de Fortaleza, entre outros.

“Esse financiamento vai permitir três principais intervenções em Fortaleza. A urbanização de toda a Beira-Mar, que chamamos de Beira-Mar de Todos, requalificando, organizando e a modernizando. O novo polo gastronômico da Varjota, que será um espaço de visitação de passeio, fechando para carros, moderno, no padrão das melhores áreas gastronômicas do mundo, e o terceiro componente desse investimento será para requalificar a Guarda Municipal”, afirmou Roberto Cláudio.

Além dessas intervenções, o projeto Vilar do Mar também será contemplado com recursos desse pacote, como contou o Prefeito da Capital. “O Ministro das Cidades veio assinar um financiamento de R$ 27 milhões para o Vila do Mar. Com isso, vamos ter um Vila do Mar inteiramente pronto”, declarou.

Dentre as atividades do Governo do Estado, Fortaleza receberá fundos de R$ 673 milhões, em contrapartida da União, para a Linha Leste do Metrô de Fortaleza. Além dessa ação, contará com intervenções na habitação, onde serão construídas 2.450 unidades habitacionais divididas entre a Capital e municípios do interior do Estado, e construção de sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário.

Camilo Santana, governador do Estado do Ceará, lembrou que esse trabalho faz parte de esforços das esferas Estadual, Municipal e Federal para acelerá o desenvolvimento do Estado e promover melhorias à população. “São anúncios importantes que vão melhorar a qualidade de vida de cearense e vão ajudar, cada vez mais, os municípios cearenses”, completou.

Presente no evento, o presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira, lembrou que esses recursos vêm graças aos esforços dos governos locais para o desenvolvimento da região. “O Ceará tem na sua economia, talvez, um dos melhores índices de perspectiva de investimentos proporcional do Brasil. Esse Estado fez o dever de casa do ponto de vista fiscal e, por isso, hoje pode receber esses recursos”, disse.

A ação faz parte de parceria entre os Governos Municipal, Estadual e Federal, esse último representado pelo Ministério das Cidades e Caixa Econômica Federal. Estiveram ainda no Palácio da Abolição durante o anúncio do Pacote o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, e o presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi.

Prefeito Roberto Cláudio e governador Camilo Santana anunciam R$ 1,73 bilhão em pacote de investimento para Infraestrutura

Capital será beneficiada em ações como as da urbanização da Av. Beira-Mar, Polo Gastronômico da Varjota e Linha Leste do Metrô

Infraestrutura
Financiamento vai permitir três principais intervenções em Fortaleza (Foto: Thiago Gaspar)

O prefeito Roberto Cláudio e o governador Camilo Santana anunciaram investimento de R$ 1,73 bilhão para o desenvolvimento de intervenções de infraestrutura em todo o Estado do Ceará, na manhã desta sexta-feira (23/02), no Palácio da Abolição. A atividade contemplará Fortaleza com recursos para a urbanização da Avenida Beira-mar, obras do Polo Gastronômico da Varjota e intervenções do projeto Vila do Mar, além da construção da Linha Lesto de Metrô de Fortaleza, entre outros.

“Esse financiamento vai permitir três principais intervenções em Fortaleza. A urbanização de toda a Beira-Mar, que chamamos de Beira-Mar de Todos, requalificando, organizando e a modernizando. O novo polo gastronômico da Varjota, que será um espaço de visitação de passeio, fechando para carros, moderno, no padrão das melhores áreas gastronômicas do mundo, e o terceiro componente desse investimento será para requalificar a Guarda Municipal”, afirmou Roberto Cláudio.

Além dessas intervenções, o projeto Vilar do Mar também será contemplado com recursos desse pacote, como contou o Prefeito da Capital. “O Ministro das Cidades veio assinar um financiamento de R$ 27 milhões para o Vila do Mar. Com isso, vamos ter um Vila do Mar inteiramente pronto”, declarou.

Dentre as atividades do Governo do Estado, Fortaleza receberá fundos de R$ 673 milhões, em contrapartida da União, para a Linha Leste do Metrô de Fortaleza. Além dessa ação, contará com intervenções na habitação, onde serão construídas 2.450 unidades habitacionais divididas entre a Capital e municípios do interior do Estado, e construção de sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário.

Camilo Santana, governador do Estado do Ceará, lembrou que esse trabalho faz parte de esforços das esferas Estadual, Municipal e Federal para acelerá o desenvolvimento do Estado e promover melhorias à população. “São anúncios importantes que vão melhorar a qualidade de vida de cearense e vão ajudar, cada vez mais, os municípios cearenses”, completou.

Presente no evento, o presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira, lembrou que esses recursos vêm graças aos esforços dos governos locais para o desenvolvimento da região. “O Ceará tem na sua economia, talvez, um dos melhores índices de perspectiva de investimentos proporcional do Brasil. Esse Estado fez o dever de casa do ponto de vista fiscal e, por isso, hoje pode receber esses recursos”, disse.

A ação faz parte de parceria entre os Governos Municipal, Estadual e Federal, esse último representado pelo Ministério das Cidades e Caixa Econômica Federal. Estiveram ainda no Palácio da Abolição durante o anúncio do Pacote o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, e o presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi.