12 de março de 2018 em Fortaleza

Prefeito Roberto Claudio participa de reunião no Palácio Abolição sobre segurança nos Estádios

A Prefeitura de Fortaleza irá disponibilizar tecnologia do Bilhete Único para ajudar na realização de cadastro de torcedores


Reunião
Ficou decidida a criação de uma comissão mista legislativa, com apoio dos demais órgãos interessados (Foto: Marcos Moura)
O prefeito Roberto Cláudio participou de uma reunião convocada pelo governador Camilo Santana, nesta segunda-feira (12/03), no Palácio da Abolição para tratar da segurança dos torcedores nos principais estádios da Capital, o Plácido Aderaldo Castelo (Castelão) e o Presidente Vargas (PV). Também participaram do encontro a vice-governadora Isolda Cela, secretários de Estado, representantes da Assembleia Legislativa, da Câmara Municipal, do Ministério Público, da Procuradoria Geral do Estado, Polícia Militar e dos principais clubes de futebol.

Ao final do encontro, ficou decidida a criação de uma comissão mista legislativa, com apoio dos demais órgãos interessados, que vai trabalhar para viabilizar e sistematizar as diretrizes discutidas na reunião, que têm o objetivo de proteger os torcedores. “Nós vamos construir, vendo as exitosas em outros estados e até em outros países, quais os mecanismos e quais as políticas que podem ser adotadas para reduzir ou acabar a violência entre torcidas no nosso Estado. Vamos construir um relatório com medidas que devem ser adotadas pelo Governo do Estado, pela Prefeitura de Fortaleza, pela Federação e pelos clubes, ou seja, definir as responsabilidades de cada um”, destacou o governador Camilo Santana.

A ascensão do Ceará e do Fortaleza para a primeira e segunda divisão do Campeonato Brasileiro de Futebol representa uma oportunidade para trazer coisas boas para o Estado, como o aumento do turismo, da geração de emprego e renda. Ao todo, serão 39 jogos na Capital do Ceará e do Fortaleza pelo Campeonato Brasileiro.

Durante a reunião, o prefeito Roberto Claudio disse que os Agentes de Fiscalização do Município irão intensificar as ações para evitar o comércio irregular realizado no entorno dos estádios. A ideia é que os fiscais trabalhem em conjunto do a Polícia Militar para que somente os ambulantes cadastrados possam atuar.

Outra decisão importante de cooperação entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Fortaleza é a criação do cadastro de todos os torcedores que vão acessar os estádios de futebol. A intenção do prefeito Roberto Claudio é disponibilizar a tecnologia e o banco de dados do Bilhete Único para agilizar a criação desse novo banco de dados.

“A ideia é ter o registro biométrico do torcedor que acessa o estádio. A gente, com isso, acaba garantindo mais segurança para quem está dentro do estádio e também uma segurança indireta para fora do estádio. A gente vai saber se, eventualmente, alguém com mandado (de prisão) em aberto, alguém que oferece algum tipo de risco à sociedade, tem o interesse de entrar no estádio. Vamos cadastrar todo mundo. A Etufor tem o cadastro de 1,1 milhão de pessoas pelo Bilhete Único, que tem uma tecnologia fácil e rápida que é a biometria facial; temos pontos de cadastramento na cidade; vamos agora estudar a implantação disso com órgãos de segurança, de como e quando a gente pode operacionalizar, o mais rápido possível, esse cadastramento (dos torcedores) e a entrada com registro biométrico de todos que chegam ao Castelão e ao Presidente Vargas”, disse o prefeito Roberto Cláudio.

Ainda segundo o prefeito Roberto Claudio, em 30 dias é possível disponibilizar a tecnologia para implantar as câmeras na entrada dos estádios de futebol. Porém, a ideia é que a comissão mista legislativa estabeleça as regras e prazos para o cadastramento dos torcedores.

Prefeito Roberto Claudio participa de reunião no Palácio Abolição sobre segurança nos Estádios

A Prefeitura de Fortaleza irá disponibilizar tecnologia do Bilhete Único para ajudar na realização de cadastro de torcedores

Reunião
Ficou decidida a criação de uma comissão mista legislativa, com apoio dos demais órgãos interessados (Foto: Marcos Moura)
O prefeito Roberto Cláudio participou de uma reunião convocada pelo governador Camilo Santana, nesta segunda-feira (12/03), no Palácio da Abolição para tratar da segurança dos torcedores nos principais estádios da Capital, o Plácido Aderaldo Castelo (Castelão) e o Presidente Vargas (PV). Também participaram do encontro a vice-governadora Isolda Cela, secretários de Estado, representantes da Assembleia Legislativa, da Câmara Municipal, do Ministério Público, da Procuradoria Geral do Estado, Polícia Militar e dos principais clubes de futebol.

Ao final do encontro, ficou decidida a criação de uma comissão mista legislativa, com apoio dos demais órgãos interessados, que vai trabalhar para viabilizar e sistematizar as diretrizes discutidas na reunião, que têm o objetivo de proteger os torcedores. “Nós vamos construir, vendo as exitosas em outros estados e até em outros países, quais os mecanismos e quais as políticas que podem ser adotadas para reduzir ou acabar a violência entre torcidas no nosso Estado. Vamos construir um relatório com medidas que devem ser adotadas pelo Governo do Estado, pela Prefeitura de Fortaleza, pela Federação e pelos clubes, ou seja, definir as responsabilidades de cada um”, destacou o governador Camilo Santana.

A ascensão do Ceará e do Fortaleza para a primeira e segunda divisão do Campeonato Brasileiro de Futebol representa uma oportunidade para trazer coisas boas para o Estado, como o aumento do turismo, da geração de emprego e renda. Ao todo, serão 39 jogos na Capital do Ceará e do Fortaleza pelo Campeonato Brasileiro.

Durante a reunião, o prefeito Roberto Claudio disse que os Agentes de Fiscalização do Município irão intensificar as ações para evitar o comércio irregular realizado no entorno dos estádios. A ideia é que os fiscais trabalhem em conjunto do a Polícia Militar para que somente os ambulantes cadastrados possam atuar.

Outra decisão importante de cooperação entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Fortaleza é a criação do cadastro de todos os torcedores que vão acessar os estádios de futebol. A intenção do prefeito Roberto Claudio é disponibilizar a tecnologia e o banco de dados do Bilhete Único para agilizar a criação desse novo banco de dados.

“A ideia é ter o registro biométrico do torcedor que acessa o estádio. A gente, com isso, acaba garantindo mais segurança para quem está dentro do estádio e também uma segurança indireta para fora do estádio. A gente vai saber se, eventualmente, alguém com mandado (de prisão) em aberto, alguém que oferece algum tipo de risco à sociedade, tem o interesse de entrar no estádio. Vamos cadastrar todo mundo. A Etufor tem o cadastro de 1,1 milhão de pessoas pelo Bilhete Único, que tem uma tecnologia fácil e rápida que é a biometria facial; temos pontos de cadastramento na cidade; vamos agora estudar a implantação disso com órgãos de segurança, de como e quando a gente pode operacionalizar, o mais rápido possível, esse cadastramento (dos torcedores) e a entrada com registro biométrico de todos que chegam ao Castelão e ao Presidente Vargas”, disse o prefeito Roberto Cláudio.

Ainda segundo o prefeito Roberto Claudio, em 30 dias é possível disponibilizar a tecnologia para implantar as câmeras na entrada dos estádios de futebol. Porém, a ideia é que a comissão mista legislativa estabeleça as regras e prazos para o cadastramento dos torcedores.