09 de junho de 2018 em Economia

Prefeito Roberto Cláudio recebe Plano de Implantação do I Distrito de Economia Criativa de Fortaleza

Composto pela Praia de Iracema, pelo Centro da Cidade e por um trecho do bairro Jacarecanga,perímetro deverá fortalecer o desenvolvimento econômico da Capital


prefeito roberto cláudio
O prefeito Roberto Cláudio destacou a relevância da iniciativa, que deverá promover, sobretudo, a inclusão social e a redução de desigualdades
O prefeito Roberto Cláudio participou, na noite desta sexta-feira (08/06), do encerramento do Seminário Distritos e Cidades Criativas, cuja programação se estendeu durante dois dias no auditório do Sebrae-CE. A iniciativa visa ao fomento da economia criativa como eixo estratégico de desenvolvimento local.

Na oportunidade, o Gestor recebeu o Plano de Implantação do I Distrito de Economia Criativa de Fortaleza. A ideia é impulsionar o desenvolvimento econômico da Capital a partir da instalação gradativa de um perímetro composto pela Praia de Iracema, pelo Centro da Cidade e por um trecho do bairro Jacarecanga, onde empreendedores do ramo gastronômico, artesanal, audiovisual, dentre outros, poderão ofertar produtos e serviços.

A ação atende as diretrizes inerentes ao Plano Fortaleza 2040 e contemplará, ainda, os turistas que visitam a Capital a partir da exposição otimizada e estratégica do que se produz em todo o Estado do Ceará. Até o fim da atual gestão, em 2020, o Distrito Criativo Iracema será implantado. A realização de feiras de pequenos negócios, o fomento à criação e ao fortalecimento de incubadoras de empreendimentos criativos e a produção de informação sobre a Economia Criativa de Fortaleza acontecerão em paralelo.

“Este primeiro perímetro será cumprido até 2020. Uma outra parte será implantada até 2022. Outra, até 2040. Nós teremos ações que vão desde a indústria da confecção até a moda autoral com alto valor agregado, o artesanato, a gastronomia, o audiovisual, os games”, reforçou a diretora do Observatório de Fortaleza, Cláudia Leitão.

O prefeito Roberto Cláudio destacou a relevância da iniciativa, que deverá promover, sobretudo, a inclusão social e a redução de desigualdades. “As economias mundiais estão dinâmicas, voláteis e criativas. Há um trabalho muito exitoso que vem sendo realizado pelo Iplanfor. Vamos continuar valorizando a nossa própria identidade enquanto celeiro da economia, transformando tudo isso em produto e oferecendo dimensão econômica que inclua as pessoas. A grande motivação desse esforço tem que ser gerar economia criativa em escala, inclusiva, que dê oportunidades, sobretudo, às pessoas mais simples”, afirmou o Prefeito.

Na programação desta sexta-feira (08/06), hiuve troca de experiências no âmbito do audiovisual, da gastronomia, da moda, do design e do artesanato. Além disso, foram realizadas diversas oficinas e uma palestra sobre experiências do Polo Criativo de Audiovisual da Zona da Mata. As discussões reforçam a preparação pela qual a Prefeitura de Fortaleza vem passando para concorrer, em 2019, à Cidade Criativa da Unesco na perspectiva do design.

O Seminário foi coordenado pelo Observatório de Fortaleza, realizado pelo Instituto do Planejamento de Fortaleza (Iplanfor), pelas Secretarias Municipais do Desenvolvimento Econômico (SDE) e do Turismo (Setfor), em parceria com o Sebrae/CE, com a FIEC, e com a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará.

Prefeito Roberto Cláudio recebe Plano de Implantação do I Distrito de Economia Criativa de Fortaleza

Composto pela Praia de Iracema, pelo Centro da Cidade e por um trecho do bairro Jacarecanga,perímetro deverá fortalecer o desenvolvimento econômico da Capital

prefeito roberto cláudio
O prefeito Roberto Cláudio destacou a relevância da iniciativa, que deverá promover, sobretudo, a inclusão social e a redução de desigualdades
O prefeito Roberto Cláudio participou, na noite desta sexta-feira (08/06), do encerramento do Seminário Distritos e Cidades Criativas, cuja programação se estendeu durante dois dias no auditório do Sebrae-CE. A iniciativa visa ao fomento da economia criativa como eixo estratégico de desenvolvimento local.

Na oportunidade, o Gestor recebeu o Plano de Implantação do I Distrito de Economia Criativa de Fortaleza. A ideia é impulsionar o desenvolvimento econômico da Capital a partir da instalação gradativa de um perímetro composto pela Praia de Iracema, pelo Centro da Cidade e por um trecho do bairro Jacarecanga, onde empreendedores do ramo gastronômico, artesanal, audiovisual, dentre outros, poderão ofertar produtos e serviços.

A ação atende as diretrizes inerentes ao Plano Fortaleza 2040 e contemplará, ainda, os turistas que visitam a Capital a partir da exposição otimizada e estratégica do que se produz em todo o Estado do Ceará. Até o fim da atual gestão, em 2020, o Distrito Criativo Iracema será implantado. A realização de feiras de pequenos negócios, o fomento à criação e ao fortalecimento de incubadoras de empreendimentos criativos e a produção de informação sobre a Economia Criativa de Fortaleza acontecerão em paralelo.

“Este primeiro perímetro será cumprido até 2020. Uma outra parte será implantada até 2022. Outra, até 2040. Nós teremos ações que vão desde a indústria da confecção até a moda autoral com alto valor agregado, o artesanato, a gastronomia, o audiovisual, os games”, reforçou a diretora do Observatório de Fortaleza, Cláudia Leitão.

O prefeito Roberto Cláudio destacou a relevância da iniciativa, que deverá promover, sobretudo, a inclusão social e a redução de desigualdades. “As economias mundiais estão dinâmicas, voláteis e criativas. Há um trabalho muito exitoso que vem sendo realizado pelo Iplanfor. Vamos continuar valorizando a nossa própria identidade enquanto celeiro da economia, transformando tudo isso em produto e oferecendo dimensão econômica que inclua as pessoas. A grande motivação desse esforço tem que ser gerar economia criativa em escala, inclusiva, que dê oportunidades, sobretudo, às pessoas mais simples”, afirmou o Prefeito.

Na programação desta sexta-feira (08/06), hiuve troca de experiências no âmbito do audiovisual, da gastronomia, da moda, do design e do artesanato. Além disso, foram realizadas diversas oficinas e uma palestra sobre experiências do Polo Criativo de Audiovisual da Zona da Mata. As discussões reforçam a preparação pela qual a Prefeitura de Fortaleza vem passando para concorrer, em 2019, à Cidade Criativa da Unesco na perspectiva do design.

O Seminário foi coordenado pelo Observatório de Fortaleza, realizado pelo Instituto do Planejamento de Fortaleza (Iplanfor), pelas Secretarias Municipais do Desenvolvimento Econômico (SDE) e do Turismo (Setfor), em parceria com o Sebrae/CE, com a FIEC, e com a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará.