13 de dezembro de 2021 em Economia

Prefeitura apresenta Projeto Costurando o Futuro no Centro de Referência do Empreendedor do Bom Jardim

Com os pilares de inclusão produtiva, economia criativa e o desenvolvimento econômico, o Projeto busca contribuir para a qualidade de vida e inserção profissional dos participantes


a foto mostra uma sala com máquinas de cosutra e costureiras
A iniciativa disponibiliza um espaço compartilhado com máquinas de costura para uso gratuito da população (Fotos: Thiago Gaspar)

A Prefeitura de Fortaleza lançou, na manhã desta segunda-feira (13/12), o Projeto Costurando o Futuro, um ateliê de costura, no Centro de Referência do Empreendedor (CRE) do bairro Bom Jardim. A iniciativa, realizada por meio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SDE), disponibiliza um espaço compartilhado com máquinas de costura no Bom Jardim e bairros adjacentes.

Com os pilares de inclusão produtiva, economia criativa e o desenvolvimento econômico, o Projeto Costurando o Futuro busca contribuir para a qualidade de vida e inserção profissional dos participantes. É totalmente gratuito, voltado para pessoas em situação de vulnerabilidade social, que queiram produzir em um espaço colaborativo com infraestrutura adequada.

“A ideia é dar oportunidade a quem não tem sua máquina de costura, pode estar gastando mais tendo que alugar uma máquina, ou para quem quer começar a trabalhar nessa área. Seguindo a lógica do coworking, é um espaço compartilhado. Queremos inaugurar 10 unidades como esta na cidade, cada uma, em média, com 25 máquinas de costura. Já estamos inaugurando outra no Vila União e, na sequência, iremos inaugurar nos bairros Vila Velha e Cristo Redentor. Isso vai gerar emprego e renda na ponta”, ressaltou o titular da SDE, Rodrigo Nogueira.

Trabalho colaborativo

Expedita posa para a foto em uma máquina de costura
Expedita Araújo terá um espaço para confeccionar as peças de roupa que vende em feiras

A costureira Expedita Araújo, 63, já participou de outros projetos no CRE do bairro Bom Jardim. O local atende moradores da região que desenvolvam ou queiram desenvolver atividades econômicas, que tenham ou queiram abrir um pequeno negócio, melhorar ou inserir-se no mercado formal de trabalho. Com a sala destinada ao trabalho de costura, além de auxiliar outras mulheres - maioria no projeto -, Expedita terá um espaço com maquinário novo para confeccionar as peças de roupa que vende em feiras.

“Já conheço o espaço e participei de alguns cursos aqui. Fui convidada para ensinar as meninas a costurar e também a conhecer o projeto novo, que pode ser útil pra mim. Tem muitas máquinas novas e diferentes, isso vai ajudar, e uma experiência a mais é sempre bem-vinda”, comentou.

Na unidade do Bom Jardim, estão sendo disponibilizadas 16 máquinas profissionais do tipo: reta, overloque, bordado e máquina de corte.

Rosimeire Costa da Silva, 51, também confecciona roupas para vender nas feiras, trabalho que garante o sustento dela e do filho. A costureira se cadastrou no projeto para ajudar quem está começando, pensando, ainda, na economia que o uso do espaço compartilhado vai proporcionar ao orçamento da família, já que costurava as roupas em casa, com três máquinas próprias.

“Achei muito interessante ter esse lugar porque a energia tá caríssima, e até me disponibilizei para ensinar alguém aqui, ajudar a comunidade, que é o que a gente precisa. Aqui também tem máquinas que nunca trabalhei, como a de bordado, então vou aprender”, apontou.

As atividades do projeto são realizadas de segunda a sexta-feira, sempre das 8h às 12h e das 13h às 17h. É necessário agendar o atendimento no Canal do Desenvolvimento Econômico ou por meio do WhatsApp (85) 9.8739-3052 (não recebe ligações).

Para evitar a proliferação do novo coronavírus, todas as ações preventivas, como indicação de distanciamento mínimo, limpeza, desinfecção das superfícies, além da disponibilização de álcool em gel, estão sendo cumpridas. O uso de máscara é obrigatório.

Serviço:
Projeto Costurando o Futuro
Atendimento: segunda a sexta-feira
Horário: 8h às 12h e 13h às 17h
Agendamento: Canal de Desenvolvimento Econômico
WhatsApp: (85) 9.8739-3052 (não recebe ligações)
Endereço: Centro de Referência do Empreendedor (av. Oscar Araripe, 1030 - Bom Jardim)

Prefeitura apresenta Projeto Costurando o Futuro no Centro de Referência do Empreendedor do Bom Jardim

Com os pilares de inclusão produtiva, economia criativa e o desenvolvimento econômico, o Projeto busca contribuir para a qualidade de vida e inserção profissional dos participantes

a foto mostra uma sala com máquinas de cosutra e costureiras
A iniciativa disponibiliza um espaço compartilhado com máquinas de costura para uso gratuito da população (Fotos: Thiago Gaspar)

A Prefeitura de Fortaleza lançou, na manhã desta segunda-feira (13/12), o Projeto Costurando o Futuro, um ateliê de costura, no Centro de Referência do Empreendedor (CRE) do bairro Bom Jardim. A iniciativa, realizada por meio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SDE), disponibiliza um espaço compartilhado com máquinas de costura no Bom Jardim e bairros adjacentes.

Com os pilares de inclusão produtiva, economia criativa e o desenvolvimento econômico, o Projeto Costurando o Futuro busca contribuir para a qualidade de vida e inserção profissional dos participantes. É totalmente gratuito, voltado para pessoas em situação de vulnerabilidade social, que queiram produzir em um espaço colaborativo com infraestrutura adequada.

“A ideia é dar oportunidade a quem não tem sua máquina de costura, pode estar gastando mais tendo que alugar uma máquina, ou para quem quer começar a trabalhar nessa área. Seguindo a lógica do coworking, é um espaço compartilhado. Queremos inaugurar 10 unidades como esta na cidade, cada uma, em média, com 25 máquinas de costura. Já estamos inaugurando outra no Vila União e, na sequência, iremos inaugurar nos bairros Vila Velha e Cristo Redentor. Isso vai gerar emprego e renda na ponta”, ressaltou o titular da SDE, Rodrigo Nogueira.

Trabalho colaborativo

Expedita posa para a foto em uma máquina de costura
Expedita Araújo terá um espaço para confeccionar as peças de roupa que vende em feiras

A costureira Expedita Araújo, 63, já participou de outros projetos no CRE do bairro Bom Jardim. O local atende moradores da região que desenvolvam ou queiram desenvolver atividades econômicas, que tenham ou queiram abrir um pequeno negócio, melhorar ou inserir-se no mercado formal de trabalho. Com a sala destinada ao trabalho de costura, além de auxiliar outras mulheres - maioria no projeto -, Expedita terá um espaço com maquinário novo para confeccionar as peças de roupa que vende em feiras.

“Já conheço o espaço e participei de alguns cursos aqui. Fui convidada para ensinar as meninas a costurar e também a conhecer o projeto novo, que pode ser útil pra mim. Tem muitas máquinas novas e diferentes, isso vai ajudar, e uma experiência a mais é sempre bem-vinda”, comentou.

Na unidade do Bom Jardim, estão sendo disponibilizadas 16 máquinas profissionais do tipo: reta, overloque, bordado e máquina de corte.

Rosimeire Costa da Silva, 51, também confecciona roupas para vender nas feiras, trabalho que garante o sustento dela e do filho. A costureira se cadastrou no projeto para ajudar quem está começando, pensando, ainda, na economia que o uso do espaço compartilhado vai proporcionar ao orçamento da família, já que costurava as roupas em casa, com três máquinas próprias.

“Achei muito interessante ter esse lugar porque a energia tá caríssima, e até me disponibilizei para ensinar alguém aqui, ajudar a comunidade, que é o que a gente precisa. Aqui também tem máquinas que nunca trabalhei, como a de bordado, então vou aprender”, apontou.

As atividades do projeto são realizadas de segunda a sexta-feira, sempre das 8h às 12h e das 13h às 17h. É necessário agendar o atendimento no Canal do Desenvolvimento Econômico ou por meio do WhatsApp (85) 9.8739-3052 (não recebe ligações).

Para evitar a proliferação do novo coronavírus, todas as ações preventivas, como indicação de distanciamento mínimo, limpeza, desinfecção das superfícies, além da disponibilização de álcool em gel, estão sendo cumpridas. O uso de máscara é obrigatório.

Serviço:
Projeto Costurando o Futuro
Atendimento: segunda a sexta-feira
Horário: 8h às 12h e 13h às 17h
Agendamento: Canal de Desenvolvimento Econômico
WhatsApp: (85) 9.8739-3052 (não recebe ligações)
Endereço: Centro de Referência do Empreendedor (av. Oscar Araripe, 1030 - Bom Jardim)