Prefeitura de Fortaleza autoriza início das obras do terminal aberto da Av. Washington Soares

22 de janeiro de 2020 em Infraestrutura

Prefeitura de Fortaleza autoriza início das obras do terminal aberto da Av. Washington Soares

O equipamento irá beneficiar moradores dos bairros José de Alencar, Cambeba, Messejana, Curió e adjacências


prefeito e pessoas em cima de palco segurando documento e sorrindo para a foto
"As obras começam imediatamente neste mês e eu espero voltar em setembro com o terminal funcionando por inteiro com todos os serviços implantados", disse o Prefeito

O prefeito Roberto Cláudio assinou, na manhã desta quarta-feira (22/01), a ordem de serviço autorizando o início das obras de construção do terminal aberto da Av. Washington Soares, em Messejana. Com um investimentos de cerca de R$ 3,8 milhões, o equipamento irá promover a redução do tempo de viagem dos usuários do transporte público que circulam pelos bairros José de Alencar, Cambeba, Messejana, Curió e adjacências.

"Desde a criação dos terminais, que foi um marco para o transporte público de Fortaleza, a Cidade foi crescendo e muitos moradores tiveram que fazer o trajeto negativo, que é quando você vai numa direção oposta, porque o terminal está distante. Fizemos um estudo e resolvemos criar uma política de expansão dos terminais. Criaremos três, e este é o primeiro. As obras começam imediatamente neste mês e eu espero voltar em setembro com o terminal funcionando por inteiro com todos os serviços implantados", disse o Prefeito.

Ouça o áudio do Prefeito:

Durante o evento, o secretário de Governo, Samuel Dias, apresentou a maquete virtual do projeto. "É uma obra do Programa Mais Ação, que vai promover a integração entre as linhas de ônibus sem necessidade dos usuários terem que fazer grandes percursos. Haverá plataformas dos dois lados da avenida, interligadas pela passarela, além de estação do Bicicletar, requalificação da ciclovia, mobiliário urbano e paisagismo", explicou.

Senhora sorrindo para a foto
"Estou curiosa, mas muito feliz porque tudo isso é melhoria para a gente", comentou a moradora Mara Vital

Com obras executadas pela Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf), por meio do Programa Mais Ação, o terminal aberto servirá como apoio aos terminais de integração já existentes, de maneira a desafogar e aumentar o conforto daqueles que utilizam o transporte público. Ele terá 600m² de área e ficará entre as ruas Olímpio Leite e Esmerino Parente. Serão quatro plataformas cobertas para embarque e desembarque dotadas de pontos de autoatendimento do Bilhete Único, posto da Guarda Municipal, banheiros, quiosques de alimentação, comércios e serviços.

"Este terminal vai trazer uma mobilidade ainda maior, diminuir o tempo de percurso, e menos tempo no trânsito significa mais tempo em casa com a família. Além da obra em si, haverá esse impacto na vida das pessoas, fora a questão do entorno. Vamos estimular pequenos comércios, permissionários, serviços dentro dos terminais e os imóveis das redondezas vão ficar mais valorizados", destacou a titular da Secretaria Regional VI, Darlene Braga.

Atualmente, 13 linhas de ônibus operam na região, atendendo cerca de 70 mil passageiros. Segundo o vice-presidente da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), Francisco Ferreira, o terminal aberto vai proporcionar um aumento nessa movimentação. "O local vai atender de 13 a 15 linhas, mais ou menos 100 mil passageiros por dia, e vai diminuir o tempo de viagem de quem sai, por exemplo, da Messejana e tem que ir para o Centro ou Papicu. Precisamos apenas redesenhar essas 13 linhas para que as linhas alimentadoras que ligam os bairros venham para o terminal e para que as linhas troncais saiam do terminal para o Centro ou para outro terminal. Esse terminal trará grandes benefícios para os usuários do transporte público", explicou.

Com a autorização para o início das obras, os moradores criaram expectativas. A professora Mara Vital, de 55 anos, que mora na rua do futuro terminal, espera que aconteçam melhorias no entorno do novo equipamento. "Vamos torcer para que as ruas sejam melhoradas e venha segurança também porque aqui é escuro e esquisito à noite. Eu vi o projeto e vai ficar bem interessante. Estou curiosa, mas muito feliz porque tudo isso é melhoria para a gente. Vamos aguardar com bastante alegria", comentou.

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR AS FOTOS DA COBERTURA

Prefeitura de Fortaleza autoriza início das obras do terminal aberto da Av. Washington Soares

O equipamento irá beneficiar moradores dos bairros José de Alencar, Cambeba, Messejana, Curió e adjacências

prefeito e pessoas em cima de palco segurando documento e sorrindo para a foto
"As obras começam imediatamente neste mês e eu espero voltar em setembro com o terminal funcionando por inteiro com todos os serviços implantados", disse o Prefeito

O prefeito Roberto Cláudio assinou, na manhã desta quarta-feira (22/01), a ordem de serviço autorizando o início das obras de construção do terminal aberto da Av. Washington Soares, em Messejana. Com um investimentos de cerca de R$ 3,8 milhões, o equipamento irá promover a redução do tempo de viagem dos usuários do transporte público que circulam pelos bairros José de Alencar, Cambeba, Messejana, Curió e adjacências.

"Desde a criação dos terminais, que foi um marco para o transporte público de Fortaleza, a Cidade foi crescendo e muitos moradores tiveram que fazer o trajeto negativo, que é quando você vai numa direção oposta, porque o terminal está distante. Fizemos um estudo e resolvemos criar uma política de expansão dos terminais. Criaremos três, e este é o primeiro. As obras começam imediatamente neste mês e eu espero voltar em setembro com o terminal funcionando por inteiro com todos os serviços implantados", disse o Prefeito.

Ouça o áudio do Prefeito:

Durante o evento, o secretário de Governo, Samuel Dias, apresentou a maquete virtual do projeto. "É uma obra do Programa Mais Ação, que vai promover a integração entre as linhas de ônibus sem necessidade dos usuários terem que fazer grandes percursos. Haverá plataformas dos dois lados da avenida, interligadas pela passarela, além de estação do Bicicletar, requalificação da ciclovia, mobiliário urbano e paisagismo", explicou.

Senhora sorrindo para a foto
"Estou curiosa, mas muito feliz porque tudo isso é melhoria para a gente", comentou a moradora Mara Vital

Com obras executadas pela Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf), por meio do Programa Mais Ação, o terminal aberto servirá como apoio aos terminais de integração já existentes, de maneira a desafogar e aumentar o conforto daqueles que utilizam o transporte público. Ele terá 600m² de área e ficará entre as ruas Olímpio Leite e Esmerino Parente. Serão quatro plataformas cobertas para embarque e desembarque dotadas de pontos de autoatendimento do Bilhete Único, posto da Guarda Municipal, banheiros, quiosques de alimentação, comércios e serviços.

"Este terminal vai trazer uma mobilidade ainda maior, diminuir o tempo de percurso, e menos tempo no trânsito significa mais tempo em casa com a família. Além da obra em si, haverá esse impacto na vida das pessoas, fora a questão do entorno. Vamos estimular pequenos comércios, permissionários, serviços dentro dos terminais e os imóveis das redondezas vão ficar mais valorizados", destacou a titular da Secretaria Regional VI, Darlene Braga.

Atualmente, 13 linhas de ônibus operam na região, atendendo cerca de 70 mil passageiros. Segundo o vice-presidente da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), Francisco Ferreira, o terminal aberto vai proporcionar um aumento nessa movimentação. "O local vai atender de 13 a 15 linhas, mais ou menos 100 mil passageiros por dia, e vai diminuir o tempo de viagem de quem sai, por exemplo, da Messejana e tem que ir para o Centro ou Papicu. Precisamos apenas redesenhar essas 13 linhas para que as linhas alimentadoras que ligam os bairros venham para o terminal e para que as linhas troncais saiam do terminal para o Centro ou para outro terminal. Esse terminal trará grandes benefícios para os usuários do transporte público", explicou.

Com a autorização para o início das obras, os moradores criaram expectativas. A professora Mara Vital, de 55 anos, que mora na rua do futuro terminal, espera que aconteçam melhorias no entorno do novo equipamento. "Vamos torcer para que as ruas sejam melhoradas e venha segurança também porque aqui é escuro e esquisito à noite. Eu vi o projeto e vai ficar bem interessante. Estou curiosa, mas muito feliz porque tudo isso é melhoria para a gente. Vamos aguardar com bastante alegria", comentou.

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR AS FOTOS DA COBERTURA