Prefeitura de Fortaleza conquista resultados históricos na Educação Municipal

29 de dezembro de 2020 em Educação

Prefeitura de Fortaleza conquista resultados históricos na Educação Municipal

Entre os anos de 2008 e 2018, houve redução de 93,8% do abandono no Ensino Fundamental. Em 2019, o índice de evasão registrado foi de apenas 0,4%


garota de óculos e farda da rede municipal sentada olhando para notebook e outras três crianças fazendo o mesmo em mesas ao fundo
De acordo com Censo Escolar divulgado em 2020 pelo INEP, Fortaleza obteve taxa de aprovação histórica, superando, em 2019, a marca dos 98%
A Prefeitura de Fortaleza conquistou expressivos avanços na Educação Municipal ao longo dos últimos oito anos. Diversos indicadores vêm garantindo ao ensino público da Capital um patamar referencial no Brasil, transformando a realidade de 231 mil alunos.

Conforme o Sistema de Gerenciamento Educacional (SGE), 49,4% das matrículas escolares já são ofertadas em tempo integral, contemplando 107.755 estudantes da Educação Infantil e do Ensino Fundamental. Paralelamente, de acordo com Censo Escolar divulgado em 2020 pelo INEP, Fortaleza obteve taxa de aprovação histórica, superando, em 2019, a marca dos 98%, enquanto o menor índice de reprovação registrado apontou 1,5% no mesmo período.

O Sistema de Busca Ativa, ferramenta de acompanhamento diário da frequência dos alunos, vem atuando para erradicar a evasão escolar. Entre os anos de 2008 e 2018, houve redução de 93,8% do abandono no Ensino Fundamental. Em 2019, o índice de evasão registrado foi de apenas 0,4%.

Dalila Saldanha, secretária municipal de Educação, comemora, também, os avanços relacionados à alfabetização. “Hoje, celebramos o fato de 100% das escolas já estarem alfabetizando na idade certa, contemplando 94,4% das nossas crianças. Esse número, em 2012, girava em torno de 50%”, detalha.

sala de aula de creche com mesas e cadeiras coloridas e brinquedos
Ao longo da gestão do prefeito Roberto Cláudio, foram construídos 39 Centros de Educação Infantil (CEIs)
O resultado é fruto de eficientes propostas pedagógicas aliadas à qualificação da infraestrutura escolar. De 2012 a 2020, as matrículas destinadas à Educação Infantil totalizaram um aumento superior a 108% nas creches municipais. Já a expansão do número de vagas na pré-escola atingiu 48,40%. Nessa perspectiva, Fortaleza oferta, hoje, 52.494 vagas distribuídas em 163 Centros de Educação Infantil, 98 creches parceiras e 161 escolas municipais com turmas de pré-escola.

Ao longo da gestão do prefeito Roberto Cláudio, foram construídos 39 Centros de Educação Infantil (CEIs), enquanto 30 equipamentos similares seguem em obras. Simultaneamente, 27 Escolas de Tempo Integral (ETIs) estão em funcionamento e 12 estão em construção. Além disso, 22 quadras foram concluídas, agregando novas estruturas ao ambiente escolar.

Nessa perspectiva, o parque escolar de Fortaleza, composto por 582 equipamentos, vem recebendo diversas melhorias infraestruturais. Mais de 200 escolas estão inclusas em um pacote de intervenções físicas, elétricas e hidráulicas para assegurar mais conforto, segurança e acessibilidade aos alunos, professores, funcionários e familiares.

Prefeitura de Fortaleza conquista resultados históricos na Educação Municipal

Entre os anos de 2008 e 2018, houve redução de 93,8% do abandono no Ensino Fundamental. Em 2019, o índice de evasão registrado foi de apenas 0,4%

garota de óculos e farda da rede municipal sentada olhando para notebook e outras três crianças fazendo o mesmo em mesas ao fundo
De acordo com Censo Escolar divulgado em 2020 pelo INEP, Fortaleza obteve taxa de aprovação histórica, superando, em 2019, a marca dos 98%
A Prefeitura de Fortaleza conquistou expressivos avanços na Educação Municipal ao longo dos últimos oito anos. Diversos indicadores vêm garantindo ao ensino público da Capital um patamar referencial no Brasil, transformando a realidade de 231 mil alunos.

Conforme o Sistema de Gerenciamento Educacional (SGE), 49,4% das matrículas escolares já são ofertadas em tempo integral, contemplando 107.755 estudantes da Educação Infantil e do Ensino Fundamental. Paralelamente, de acordo com Censo Escolar divulgado em 2020 pelo INEP, Fortaleza obteve taxa de aprovação histórica, superando, em 2019, a marca dos 98%, enquanto o menor índice de reprovação registrado apontou 1,5% no mesmo período.

O Sistema de Busca Ativa, ferramenta de acompanhamento diário da frequência dos alunos, vem atuando para erradicar a evasão escolar. Entre os anos de 2008 e 2018, houve redução de 93,8% do abandono no Ensino Fundamental. Em 2019, o índice de evasão registrado foi de apenas 0,4%.

Dalila Saldanha, secretária municipal de Educação, comemora, também, os avanços relacionados à alfabetização. “Hoje, celebramos o fato de 100% das escolas já estarem alfabetizando na idade certa, contemplando 94,4% das nossas crianças. Esse número, em 2012, girava em torno de 50%”, detalha.

sala de aula de creche com mesas e cadeiras coloridas e brinquedos
Ao longo da gestão do prefeito Roberto Cláudio, foram construídos 39 Centros de Educação Infantil (CEIs)
O resultado é fruto de eficientes propostas pedagógicas aliadas à qualificação da infraestrutura escolar. De 2012 a 2020, as matrículas destinadas à Educação Infantil totalizaram um aumento superior a 108% nas creches municipais. Já a expansão do número de vagas na pré-escola atingiu 48,40%. Nessa perspectiva, Fortaleza oferta, hoje, 52.494 vagas distribuídas em 163 Centros de Educação Infantil, 98 creches parceiras e 161 escolas municipais com turmas de pré-escola.

Ao longo da gestão do prefeito Roberto Cláudio, foram construídos 39 Centros de Educação Infantil (CEIs), enquanto 30 equipamentos similares seguem em obras. Simultaneamente, 27 Escolas de Tempo Integral (ETIs) estão em funcionamento e 12 estão em construção. Além disso, 22 quadras foram concluídas, agregando novas estruturas ao ambiente escolar.

Nessa perspectiva, o parque escolar de Fortaleza, composto por 582 equipamentos, vem recebendo diversas melhorias infraestruturais. Mais de 200 escolas estão inclusas em um pacote de intervenções físicas, elétricas e hidráulicas para assegurar mais conforto, segurança e acessibilidade aos alunos, professores, funcionários e familiares.