19 de maio de 2022 em Economia

Prefeitura de Fortaleza inaugura 5º ateliê do Projeto Costurando o Futuro no Vila Velha

O espaço é voltado para pessoas que queiram trabalhar em um espaço colaborativo com infraestrutura adequada


sarto dentro do atliê de costura entregue hoje
Sarto visitou o espaço que disponibiliza máquinas de costura para promover a inclusão produtiva, economia criativa e o desenvolvimento econômico do entorno (Foto: Kiko Silva)

A Prefeitura de Fortaleza entregou, nesta quarta-feira (18/05), o novo ateliê colaborativo do Projeto Costurando o Futuro, localizado na Praça do Conjunto Polar, no bairro Vila Velha. O prefeito José Sarto visitou o espaço, que é o 5º equipamento do tipo, sendo o primeiro em formato de contêiner, e que disponibiliza máquinas de costura para promover a inclusão produtiva, economia criativa e o desenvolvimento econômico do entorno.

A iniciativa, realizada por meio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SDE), segue a lógica de coworking, ou seja, um espaço compartilhado e colaborativo, porém gratuito e voltado para as atividades de corte e costura, produzido por pessoas em situação de vulnerabilidade social. Dessa forma, o Vila Velha foi reconhecido pela SDE como um polo de produção de costura, e devido a demanda existente de aluguel de equipamentos, a população passou a contar com as máquinas em sistema de revezamento por até três turnos, totalizando 12 horas de trabalho.

“Aqui, a Prefeitura disponibiliza vinte máquinas profissionais para um público majoritariamente formado por mulheres, com cerca de 30 a 50 anos, que já têm a habilidade de costurar, para que elas possam trabalhar na estrutura e produzir sua renda. Ano passado, investimos quase R$ 900 mil nesse projeto e em 2022 queremos implantar mais 15 unidades, dando mais oportunidade de emprego para a população”, disse Sarto.

Com a iniciativa, Fortaleza sai à frente em relação a outras capitais, não apenas pelo espaço que promove a inclusão e a independência financeira, mas por atingir principalmente mulheres que possam sofrer de violência patrimonial. As usuárias também podem trocar experiências entre si, formar uma rede de contatos e acabam ficando por dentro dos cursos de capacitação.

"Também teremos uma base de apoio para a realização de aulas e conceder materiais para essas mulheres, que também podem se informar com o organizador do equipamento sobre serviços da SDE e se inscrever em outros programas, como o Fortaleza + Futuro, que acabam tendo uma integração com o trabalho realizado aqui Além disso, a partir desta sexta (20), os inscritos terão um box na Feirinha da Beira Mar para expor e vender as mercadorias", ressaltou o titular da SDE, Rodrigo Nogueira.

Orliene Farias já pratica corte e costura há cerca de cinco anos. Ela também já participou de um curso de modelagem, área na qual ela deseja se aperfeiçoar. "Me interessei porque vi que haviam várias máquinas para fazer o tipo de peça que eu quiser. Eu moro no Parque São José, e mesmo sendo mais distante eu venho, porque é uma oportunidade que eu ainda não tinha visto antes. Agora posso praticar e produzir minhas próprias peças, e sei que vai compensar no futuro. Estou ansiosa para botar a mão na massa", declarou.

O ateliê disponibiliza máquinas profissionais do tipo: reta, overloque, galoneira, bordado e máquina de corte. Em Fortaleza, os equipamentos estão localizados no Centro de Referência do Bom Jardim, no Vila União, na Pracinha da Cultura do Ancuri, no Cuca Jangurussu, e, na sequência, iremos inaugurar uma nova estrutura no bairro Cristo Redentor.

Serviço:
Ateliê do Projeto Costurando o Futuro - Vila Velha
Atendimento: segunda a sexta-feira
Horário: 8h às 12h e 13h às 17h
Agendamento: Canal de Desenvolvimento Econômico
WhatsApp: (85) 9.8739-3052 (não recebe ligações)
Endereço: Praça do Conjunto Polar - Avenida Mozart Lucena esquina com Rua Menezes de Oliveira - Vila Velha

Prefeitura de Fortaleza inaugura 5º ateliê do Projeto Costurando o Futuro no Vila Velha

O espaço é voltado para pessoas que queiram trabalhar em um espaço colaborativo com infraestrutura adequada

sarto dentro do atliê de costura entregue hoje
Sarto visitou o espaço que disponibiliza máquinas de costura para promover a inclusão produtiva, economia criativa e o desenvolvimento econômico do entorno (Foto: Kiko Silva)

A Prefeitura de Fortaleza entregou, nesta quarta-feira (18/05), o novo ateliê colaborativo do Projeto Costurando o Futuro, localizado na Praça do Conjunto Polar, no bairro Vila Velha. O prefeito José Sarto visitou o espaço, que é o 5º equipamento do tipo, sendo o primeiro em formato de contêiner, e que disponibiliza máquinas de costura para promover a inclusão produtiva, economia criativa e o desenvolvimento econômico do entorno.

A iniciativa, realizada por meio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SDE), segue a lógica de coworking, ou seja, um espaço compartilhado e colaborativo, porém gratuito e voltado para as atividades de corte e costura, produzido por pessoas em situação de vulnerabilidade social. Dessa forma, o Vila Velha foi reconhecido pela SDE como um polo de produção de costura, e devido a demanda existente de aluguel de equipamentos, a população passou a contar com as máquinas em sistema de revezamento por até três turnos, totalizando 12 horas de trabalho.

“Aqui, a Prefeitura disponibiliza vinte máquinas profissionais para um público majoritariamente formado por mulheres, com cerca de 30 a 50 anos, que já têm a habilidade de costurar, para que elas possam trabalhar na estrutura e produzir sua renda. Ano passado, investimos quase R$ 900 mil nesse projeto e em 2022 queremos implantar mais 15 unidades, dando mais oportunidade de emprego para a população”, disse Sarto.

Com a iniciativa, Fortaleza sai à frente em relação a outras capitais, não apenas pelo espaço que promove a inclusão e a independência financeira, mas por atingir principalmente mulheres que possam sofrer de violência patrimonial. As usuárias também podem trocar experiências entre si, formar uma rede de contatos e acabam ficando por dentro dos cursos de capacitação.

"Também teremos uma base de apoio para a realização de aulas e conceder materiais para essas mulheres, que também podem se informar com o organizador do equipamento sobre serviços da SDE e se inscrever em outros programas, como o Fortaleza + Futuro, que acabam tendo uma integração com o trabalho realizado aqui Além disso, a partir desta sexta (20), os inscritos terão um box na Feirinha da Beira Mar para expor e vender as mercadorias", ressaltou o titular da SDE, Rodrigo Nogueira.

Orliene Farias já pratica corte e costura há cerca de cinco anos. Ela também já participou de um curso de modelagem, área na qual ela deseja se aperfeiçoar. "Me interessei porque vi que haviam várias máquinas para fazer o tipo de peça que eu quiser. Eu moro no Parque São José, e mesmo sendo mais distante eu venho, porque é uma oportunidade que eu ainda não tinha visto antes. Agora posso praticar e produzir minhas próprias peças, e sei que vai compensar no futuro. Estou ansiosa para botar a mão na massa", declarou.

O ateliê disponibiliza máquinas profissionais do tipo: reta, overloque, galoneira, bordado e máquina de corte. Em Fortaleza, os equipamentos estão localizados no Centro de Referência do Bom Jardim, no Vila União, na Pracinha da Cultura do Ancuri, no Cuca Jangurussu, e, na sequência, iremos inaugurar uma nova estrutura no bairro Cristo Redentor.

Serviço:
Ateliê do Projeto Costurando o Futuro - Vila Velha
Atendimento: segunda a sexta-feira
Horário: 8h às 12h e 13h às 17h
Agendamento: Canal de Desenvolvimento Econômico
WhatsApp: (85) 9.8739-3052 (não recebe ligações)
Endereço: Praça do Conjunto Polar - Avenida Mozart Lucena esquina com Rua Menezes de Oliveira - Vila Velha