28 de dezembro de 2020 em Economia

Prefeitura de Fortaleza lança site para facilitar a integração da população com a agricultura urbana

A iniciativa visa estimular agricultores urbanos e periurbanos, diminuindo a vulnerabilidade e criando uma perspectiva de renda


Na perspectiva de unificar e encontrar soluções criativas e eficientes para os produtos da agricultura urbana, a Prefeitura de Fortaleza lançou, por meio do Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor), o site https://agriculturaurbana.fortaleza.ce.gov.br, um espaço de interação entre oferta e demanda, produtor e comprador, conhecimento e ação.

A página consiste em uma ferramenta dinâmica capaz de fortalecer a agricultura municipal, diminuir a vulnerabilidade dos agricultores urbanos e criar uma perspectiva de renda, além de unificar informações sobre o tema. Segundo o superintendente do Iplanfor, Eudoro Santana, "é preciso criatividade para garantir renda e promover igualdade de oportunidades na cidade".

A iniciativa é fruto de uma solução conjunta, debatida na Comissão de Agricultura Urbana de Fortaleza, coordenada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SDE), e criada de acordo com o Plano Fortaleza 2040, destacando a política pública de agricultura urbana, mostrando o que já existe na Capital.

Os agricultores urbanos de Fortaleza e Região Metropolitana poderão cadastrar no site não somente produtos da agricultura, mas também da pecuária e da produção artesanal de alimentos e bebidas, as culturas plantadas, os espaços produtivos e os contatos do produtor, conforme previsto na Lei nº 9443/2009, que institui o Programa Municipal de Agricultura Urbana e Periurbana de Fortaleza.

Com essa ferramenta, a Prefeitura espera contribuir com iniciativas de apoio aos agricultores municipais, de modo a compreender suas dinâmicas, sistematizar experiências, incentivar formas de produção sustentável, colaborando com a segurança alimentar, a diversidade de alimentos disponíveis e o fortalecimento dos mercados locais.

Para aprimorar essa cadeia, os agricultores devem participar cadastrando seus produtos e interagindo com os clientes e outros produtores. A população, por sua vez, precisa acessar o site e conhecer os produtores e seus canais de comercialização. Lembrando que a página não é direcionada para a comercialização, mas para suporte e divulgação da agricultura urbana.

Prefeitura de Fortaleza lança site para facilitar a integração da população com a agricultura urbana

A iniciativa visa estimular agricultores urbanos e periurbanos, diminuindo a vulnerabilidade e criando uma perspectiva de renda

Na perspectiva de unificar e encontrar soluções criativas e eficientes para os produtos da agricultura urbana, a Prefeitura de Fortaleza lançou, por meio do Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor), o site https://agriculturaurbana.fortaleza.ce.gov.br, um espaço de interação entre oferta e demanda, produtor e comprador, conhecimento e ação.

A página consiste em uma ferramenta dinâmica capaz de fortalecer a agricultura municipal, diminuir a vulnerabilidade dos agricultores urbanos e criar uma perspectiva de renda, além de unificar informações sobre o tema. Segundo o superintendente do Iplanfor, Eudoro Santana, "é preciso criatividade para garantir renda e promover igualdade de oportunidades na cidade".

A iniciativa é fruto de uma solução conjunta, debatida na Comissão de Agricultura Urbana de Fortaleza, coordenada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SDE), e criada de acordo com o Plano Fortaleza 2040, destacando a política pública de agricultura urbana, mostrando o que já existe na Capital.

Os agricultores urbanos de Fortaleza e Região Metropolitana poderão cadastrar no site não somente produtos da agricultura, mas também da pecuária e da produção artesanal de alimentos e bebidas, as culturas plantadas, os espaços produtivos e os contatos do produtor, conforme previsto na Lei nº 9443/2009, que institui o Programa Municipal de Agricultura Urbana e Periurbana de Fortaleza.

Com essa ferramenta, a Prefeitura espera contribuir com iniciativas de apoio aos agricultores municipais, de modo a compreender suas dinâmicas, sistematizar experiências, incentivar formas de produção sustentável, colaborando com a segurança alimentar, a diversidade de alimentos disponíveis e o fortalecimento dos mercados locais.

Para aprimorar essa cadeia, os agricultores devem participar cadastrando seus produtos e interagindo com os clientes e outros produtores. A população, por sua vez, precisa acessar o site e conhecer os produtores e seus canais de comercialização. Lembrando que a página não é direcionada para a comercialização, mas para suporte e divulgação da agricultura urbana.