Prefeitura de Fortaleza lançou Semana de Direitos Humanos da Rede Cuca 2019

05 de dezembro de 2019 em Juventude

Prefeitura de Fortaleza lançou Semana de Direitos Humanos da Rede Cuca 2019

O seminário de lançamento aconteceu quarta-feira (04/12), no Cuca Jangurussu


peça de divulgação
Abertura da Semana de Direitos Humanos lotou o cineteatro do Cuca Jangurussu

A Prefeitura de Fortaleza promoveu , por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ), o seminário de lançamento da Semana de Diretos Humanos da Rede Cuca 2019. A abertura da semana, que tem como tema “gente que luta por dignidade”, aconteceu no cineteatro da Rede Cuca Jangurussu, na última quarta-feira (04/12), às 14h.

O seminário de lançamento, denominado “Dignidade e desigualdade: as veredas da América Latina”, contou com os convidados Duda Salabert, que é professora, ambientalista, ativista pelos direitos humanos e a primeira candidata trans ao Senado (MG); Ricardo Borges Martins, coordenador nacional do pacto pela democracia; e o Doutor Hugo Mendonça, promotor de justiça e coordenador do caocidadania.

Duda Salabert veio de Minas Gerais conhecer a Rede Cuca. “Em Belo Horizonte, tem o Centro de Referência da Juventude, que é um espaço que se assemelha ao Cuca, no entanto, não tem o investimento que tem na Rede Cuca. E por falta de investimento, lá não têm essas linguagens que vocês trabalham aqui como fotografia, música, teatro, libras. Então, não atrai tanto a juventude. E aqui vocês qualificam as pessoas para o mercado de trabalho. Isso é muito importante!”, contou.

"O que eu vi aqui foi o brilho no olhar de muita gente, e isso traduz uma paixão pelo espaço. Isso mostra que é possível ver a política pública transformar espaços, e isso vocês são referência para o Brasil e para o mundo. Não existe no Brasil um local com tamanha participação da comunidade como eu vi aqui agora”, concluiu a palestrante.

A Semana de Direitos Humanos acontece entre os dias 03 e 07 de dezembro. A programação conta com seis eixos: dignidade é paz, dignidade é cidadania, dignidade é ter trabalho, dignidade é ter saúde dignidade é arte e dignidade é identidade.

Clique aqui e confira a programação completa


Prefeitura de Fortaleza lançou Semana de Direitos Humanos da Rede Cuca 2019

O seminário de lançamento aconteceu quarta-feira (04/12), no Cuca Jangurussu

peça de divulgação
Abertura da Semana de Direitos Humanos lotou o cineteatro do Cuca Jangurussu

A Prefeitura de Fortaleza promoveu , por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ), o seminário de lançamento da Semana de Diretos Humanos da Rede Cuca 2019. A abertura da semana, que tem como tema “gente que luta por dignidade”, aconteceu no cineteatro da Rede Cuca Jangurussu, na última quarta-feira (04/12), às 14h.

O seminário de lançamento, denominado “Dignidade e desigualdade: as veredas da América Latina”, contou com os convidados Duda Salabert, que é professora, ambientalista, ativista pelos direitos humanos e a primeira candidata trans ao Senado (MG); Ricardo Borges Martins, coordenador nacional do pacto pela democracia; e o Doutor Hugo Mendonça, promotor de justiça e coordenador do caocidadania.

Duda Salabert veio de Minas Gerais conhecer a Rede Cuca. “Em Belo Horizonte, tem o Centro de Referência da Juventude, que é um espaço que se assemelha ao Cuca, no entanto, não tem o investimento que tem na Rede Cuca. E por falta de investimento, lá não têm essas linguagens que vocês trabalham aqui como fotografia, música, teatro, libras. Então, não atrai tanto a juventude. E aqui vocês qualificam as pessoas para o mercado de trabalho. Isso é muito importante!”, contou.

"O que eu vi aqui foi o brilho no olhar de muita gente, e isso traduz uma paixão pelo espaço. Isso mostra que é possível ver a política pública transformar espaços, e isso vocês são referência para o Brasil e para o mundo. Não existe no Brasil um local com tamanha participação da comunidade como eu vi aqui agora”, concluiu a palestrante.

A Semana de Direitos Humanos acontece entre os dias 03 e 07 de dezembro. A programação conta com seis eixos: dignidade é paz, dignidade é cidadania, dignidade é ter trabalho, dignidade é ter saúde dignidade é arte e dignidade é identidade.

Clique aqui e confira a programação completa