30 de dezembro de 2020 em Educação

Prefeitura e Governo do Estado entregam requalificação da Escola de Tempo Integral Aldemir Martins

Em visita ao equipamento, o prefeito Roberto Cláudio conheceu as novas instalações escolares


prefeito em pé posando para a foto em laboratório escolar ao lado de pessoas também em pé. todos de máscara
"A exemplo de escolas internacionais, além da sala de aula padrão, os alunos percorrem laboratórios e diferentes ambientes de aprendizagem", detalhou o Prefeito

A Prefeitura de Fortaleza segue investindo na construção e na requalificação das unidades escolares municipais. O prefeito Roberto Cláudio visitou, na manhã desta quarta-feira (30/12), as novas instalações da Escola de Tempo Integral Aldemir Martins. O equipamento, situado na Barra do Ceará, recebeu novas estruturas e diversas melhorias.

As intervenções realizadas incluem, além da revitalização de salas de aula, novos laboratórios, ambientes de inovação, banheiros, cozinha, refeitório, sala dos professores, biblioteca e áreas administrativas. Para proporcionar maior conforto e acessibilidade à comunidade escolar também serão disponibilizados auditório, estacionamento e vestiários na quadra poliesportiva.

O investimento, superior a R$ 2 milhões, reúne esforços do Governo do Estado e do tesouro municipal. Para a aquisição de equipamentos, foram destinados, ainda, recursos da ordem de R$ 138 mil. A iniciativa beneficia cerca de 337 alunos do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano) matriculados em tempo integral. 

laboratório de informática com bancadas e vários notebookes em cima
Para a aquisição de equipamentos, foram destinados recursos da ordem de R$ 138 mil

“Além da proteção social, esta ETI oferece um currículo estruturado. A exemplo de escolas internacionais, além da sala de aula padrão, os alunos percorrem laboratórios e diferentes ambientes de aprendizagem. A reestruturação realizada incorporou uma modernização importante à escola”, detalhou o Prefeito, que, na ocasião, esteve acompanhado da secretária da Educação de Fortaleza, Dalila Saldanha, e da titular da Secretaria Municipal da Infraestrutura, Manuela Nogueira.

O Gestor elencou os impactos do aprimoramento da educação pública de qualidade. “Garantir uma boa educação transforma o presente e o futuro da meninada, que estará protegida, alimentada e adquirindo novos conhecimentos. Isso ajudará a garantir um itinerário de vida promissor. Para reduzir desigualdades, o caminho é descobrir talentos e fazê-los brilhar”, reforçou.

Medidas contra a covid-19

Em virtude da pandemia causada do coronavírus, a visita inaugural aconteceu de forma restrita, sem a presença da população para evitar aglomerações. Paralelamente, o uso de máscaras e a distribuição de álcool gel foram obrigatórios. 

biblioteca com mesas redondas e estantes de livros ao fundo
Biblioteca

Retorno às aulas presenciais

Os protocolos de retomada das aulas presenciais seguem em definição junto às autoridades sanitárias para minimizar riscos e garantir a segurança dos estudantes. As deliberações incluem, além do diálogo constante entre professores e gestores, as instâncias da Educação, da Saúde e do Ministério Público.

“Nossas unidades estão em adequação com a instalação de lavatórios, a abertura de espaços para promover a ventilação natural, a desinfecção de calçadas, além da aquisição de insumos e de EPIs necessários ao cumprimento dos protocolos. A priorização da ventilação e da luz natural auxiliam, ainda, a preservação do meio ambiente”, garantiu Dalila Saldanha.

O início do ano letivo, em 2021, está previsto para o dia 28 de janeiro. No entanto, as datas para o retorno presencial seguem indefinidas. “Enquanto o retorno híbrido não for autorizado pelas autoridades sanitárias, o plano remoto pedagógico permanecerá em execução. Para isso, toda a assistência será garantida, incluindo a distribuição de chips para celulares aos estudantes da Rede e tablets aos alunos do nono ano e da última etapa da Educação de Jovens e Adultos”, acrescentou.

quadr esportiva
Quadra poliesportiva

Unidades Requalificadas

A ETI recém-revitalizada integra um pacote de 30 unidades recuperadas pela atual gestão por meio da Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf). O intuito é proporcionar melhorias infraestruturais e beneficiar alunos, professores e funcionários.

“As intervenções auxiliam, de forma mais adequada, o projeto pedagógico desenvolvido pela gestão. A recuperação de prédios já existentes e a construção de novas unidades fortalecem o desenvolvimento integral de nossos alunos”, pontuou Dalila.

ETIs: Rotinas e práticas

Nas ETIs, os estudantes vivenciam rotinas e práticas para uma formação interdisciplinar, com o apoio de equipes pedagógicas de formação especializada. Os alunos contam com três refeições diárias e acompanhamento pessoal realizado pelos Professores Diretores de Turma, além de disciplinas que pautam temas como protagonismo e projeto de vida, disciplinas eletivas escolhidas por professores e alunos, e atividades laboratoriais de Informática, Biologia, Química, Física e Matemática.

Hoje, Fortaleza conta com 27 escolas de Tempo Integral. Antes de 2013, a Capital não contava com nenhum equipamento similar.

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR TODAS AS FOTOS DA COBERTURA

Prefeitura e Governo do Estado entregam requalificação da Escola de Tempo Integral Aldemir Martins

Em visita ao equipamento, o prefeito Roberto Cláudio conheceu as novas instalações escolares

prefeito em pé posando para a foto em laboratório escolar ao lado de pessoas também em pé. todos de máscara
"A exemplo de escolas internacionais, além da sala de aula padrão, os alunos percorrem laboratórios e diferentes ambientes de aprendizagem", detalhou o Prefeito

A Prefeitura de Fortaleza segue investindo na construção e na requalificação das unidades escolares municipais. O prefeito Roberto Cláudio visitou, na manhã desta quarta-feira (30/12), as novas instalações da Escola de Tempo Integral Aldemir Martins. O equipamento, situado na Barra do Ceará, recebeu novas estruturas e diversas melhorias.

As intervenções realizadas incluem, além da revitalização de salas de aula, novos laboratórios, ambientes de inovação, banheiros, cozinha, refeitório, sala dos professores, biblioteca e áreas administrativas. Para proporcionar maior conforto e acessibilidade à comunidade escolar também serão disponibilizados auditório, estacionamento e vestiários na quadra poliesportiva.

O investimento, superior a R$ 2 milhões, reúne esforços do Governo do Estado e do tesouro municipal. Para a aquisição de equipamentos, foram destinados, ainda, recursos da ordem de R$ 138 mil. A iniciativa beneficia cerca de 337 alunos do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano) matriculados em tempo integral. 

laboratório de informática com bancadas e vários notebookes em cima
Para a aquisição de equipamentos, foram destinados recursos da ordem de R$ 138 mil

“Além da proteção social, esta ETI oferece um currículo estruturado. A exemplo de escolas internacionais, além da sala de aula padrão, os alunos percorrem laboratórios e diferentes ambientes de aprendizagem. A reestruturação realizada incorporou uma modernização importante à escola”, detalhou o Prefeito, que, na ocasião, esteve acompanhado da secretária da Educação de Fortaleza, Dalila Saldanha, e da titular da Secretaria Municipal da Infraestrutura, Manuela Nogueira.

O Gestor elencou os impactos do aprimoramento da educação pública de qualidade. “Garantir uma boa educação transforma o presente e o futuro da meninada, que estará protegida, alimentada e adquirindo novos conhecimentos. Isso ajudará a garantir um itinerário de vida promissor. Para reduzir desigualdades, o caminho é descobrir talentos e fazê-los brilhar”, reforçou.

Medidas contra a covid-19

Em virtude da pandemia causada do coronavírus, a visita inaugural aconteceu de forma restrita, sem a presença da população para evitar aglomerações. Paralelamente, o uso de máscaras e a distribuição de álcool gel foram obrigatórios. 

biblioteca com mesas redondas e estantes de livros ao fundo
Biblioteca

Retorno às aulas presenciais

Os protocolos de retomada das aulas presenciais seguem em definição junto às autoridades sanitárias para minimizar riscos e garantir a segurança dos estudantes. As deliberações incluem, além do diálogo constante entre professores e gestores, as instâncias da Educação, da Saúde e do Ministério Público.

“Nossas unidades estão em adequação com a instalação de lavatórios, a abertura de espaços para promover a ventilação natural, a desinfecção de calçadas, além da aquisição de insumos e de EPIs necessários ao cumprimento dos protocolos. A priorização da ventilação e da luz natural auxiliam, ainda, a preservação do meio ambiente”, garantiu Dalila Saldanha.

O início do ano letivo, em 2021, está previsto para o dia 28 de janeiro. No entanto, as datas para o retorno presencial seguem indefinidas. “Enquanto o retorno híbrido não for autorizado pelas autoridades sanitárias, o plano remoto pedagógico permanecerá em execução. Para isso, toda a assistência será garantida, incluindo a distribuição de chips para celulares aos estudantes da Rede e tablets aos alunos do nono ano e da última etapa da Educação de Jovens e Adultos”, acrescentou.

quadr esportiva
Quadra poliesportiva

Unidades Requalificadas

A ETI recém-revitalizada integra um pacote de 30 unidades recuperadas pela atual gestão por meio da Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf). O intuito é proporcionar melhorias infraestruturais e beneficiar alunos, professores e funcionários.

“As intervenções auxiliam, de forma mais adequada, o projeto pedagógico desenvolvido pela gestão. A recuperação de prédios já existentes e a construção de novas unidades fortalecem o desenvolvimento integral de nossos alunos”, pontuou Dalila.

ETIs: Rotinas e práticas

Nas ETIs, os estudantes vivenciam rotinas e práticas para uma formação interdisciplinar, com o apoio de equipes pedagógicas de formação especializada. Os alunos contam com três refeições diárias e acompanhamento pessoal realizado pelos Professores Diretores de Turma, além de disciplinas que pautam temas como protagonismo e projeto de vida, disciplinas eletivas escolhidas por professores e alunos, e atividades laboratoriais de Informática, Biologia, Química, Física e Matemática.

Hoje, Fortaleza conta com 27 escolas de Tempo Integral. Antes de 2013, a Capital não contava com nenhum equipamento similar.

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR TODAS AS FOTOS DA COBERTURA