09 de março de 2022 em Gestão

Primeira reunião das Câmaras Setoriais mobiliza integrantes visando atingir metas do Fortaleza 2040

Encontrou ocorreu nesta terça-feira (08/03) com a presença de cerca de 200 membros das Câmaras


élcio bastista fala ao microfone
“Não podemos perder o foco. São metas para se atingir no longo prazo e as Câmaras são a ferramenta do Fortaleza 2040 para atingi-las”, ressaltou Élcio (Foto: Beatriz Bley)

A primeira reunião de Planejamento do ano das 15 Câmaras Setoriais do Fortaleza 2040 - Plataforma de Desenvolvimento Urbano Sustentável, nesta terça-feira (08/03), buscou o engajamento de todas as equipes e a busca por resultados.

Na sua fala, durante a abertura dos trabalhos, o vice-prefeito e superintendente do Iplanfor, Élcio Batista, disse esperar conseguir nesses encontros o engajamento necessário em busca de atingir as metas definidas no Plano Fortaleza 2040, tanto no médio quanto no longo prazo. Para isso, definiu que, além das reuniões que já ocorrem periodicamente em cada Câmara Setorial, o Iplanfor organizará encontros semestrais para promover maior integração entre as diversas setoriais.

Cerca de 200 membros das Câmaras Setoriais e apoiadores dos trabalhos participaram do encontro. Élcio Batista destacou a importância das Câmaras enquanto instâncias da Governança do Plano, articulando e integrando ações do poder público, ajudando na tomada de decisões acertadas no presente para termos bons resultados no futuro. “Nós todos estamos aqui para reforçar o planejamento feito lá atrás, com a elaboração do Fortaleza 2040”, frisou.

Prioridade, foco e persistência

Para que as ações elencadas no Plano saiam do papel é preciso, segundo Élcio, estabelecer prioridades, depois foco e ter persistência para não esmorecer ante os obstáculos e as mudanças na administração pública. “Não podemos perder o foco. São metas para se atingir no longo prazo e as Câmaras são a ferramenta do Fortaleza 2040 para atingi-las”.

O Fortaleza 2040 revelou que o grande problema da Capital é a desigualdade e que essa se revela em três formas: a Cidade é desigual socialmente, economicamente e espacialmente. Essa desigualdade, segundo Élcio, se manifesta na vida das pessoas e em todos os indicadores. “Ela é estrutural e se refletirá na qualidade de vida das pessoas, na habitabilidade e até na longevidade da nossa população”. Para o vice-prefeiito, o que se espera de Fortaleza nos próximos 20 anos é que ela consiga passar pela transformação espacial, social, econômica e digital.

Destaques

O encontro também serviu para revelar o desempenho das 15 Câmaras em 2021, enquanto que, em outro momento, foi feita uma homenagem a todas as mulheres que integram as Câmaras Setoriais.

 

Primeira reunião das Câmaras Setoriais mobiliza integrantes visando atingir metas do Fortaleza 2040

Encontrou ocorreu nesta terça-feira (08/03) com a presença de cerca de 200 membros das Câmaras

élcio bastista fala ao microfone
“Não podemos perder o foco. São metas para se atingir no longo prazo e as Câmaras são a ferramenta do Fortaleza 2040 para atingi-las”, ressaltou Élcio (Foto: Beatriz Bley)

A primeira reunião de Planejamento do ano das 15 Câmaras Setoriais do Fortaleza 2040 - Plataforma de Desenvolvimento Urbano Sustentável, nesta terça-feira (08/03), buscou o engajamento de todas as equipes e a busca por resultados.

Na sua fala, durante a abertura dos trabalhos, o vice-prefeito e superintendente do Iplanfor, Élcio Batista, disse esperar conseguir nesses encontros o engajamento necessário em busca de atingir as metas definidas no Plano Fortaleza 2040, tanto no médio quanto no longo prazo. Para isso, definiu que, além das reuniões que já ocorrem periodicamente em cada Câmara Setorial, o Iplanfor organizará encontros semestrais para promover maior integração entre as diversas setoriais.

Cerca de 200 membros das Câmaras Setoriais e apoiadores dos trabalhos participaram do encontro. Élcio Batista destacou a importância das Câmaras enquanto instâncias da Governança do Plano, articulando e integrando ações do poder público, ajudando na tomada de decisões acertadas no presente para termos bons resultados no futuro. “Nós todos estamos aqui para reforçar o planejamento feito lá atrás, com a elaboração do Fortaleza 2040”, frisou.

Prioridade, foco e persistência

Para que as ações elencadas no Plano saiam do papel é preciso, segundo Élcio, estabelecer prioridades, depois foco e ter persistência para não esmorecer ante os obstáculos e as mudanças na administração pública. “Não podemos perder o foco. São metas para se atingir no longo prazo e as Câmaras são a ferramenta do Fortaleza 2040 para atingi-las”.

O Fortaleza 2040 revelou que o grande problema da Capital é a desigualdade e que essa se revela em três formas: a Cidade é desigual socialmente, economicamente e espacialmente. Essa desigualdade, segundo Élcio, se manifesta na vida das pessoas e em todos os indicadores. “Ela é estrutural e se refletirá na qualidade de vida das pessoas, na habitabilidade e até na longevidade da nossa população”. Para o vice-prefeiito, o que se espera de Fortaleza nos próximos 20 anos é que ela consiga passar pela transformação espacial, social, econômica e digital.

Destaques

O encontro também serviu para revelar o desempenho das 15 Câmaras em 2021, enquanto que, em outro momento, foi feita uma homenagem a todas as mulheres que integram as Câmaras Setoriais.