07 de janeiro de 2022 em Mobilidade

Projeto Bike sem Barreiras é opção de inclusão e lazer neste sábado (08/01)

O projeto, que promove passeios inclusivos para pessoas com deficiência física, mobilidade reduzida ou autismo, realiza sua primeira edição de 2022


bike sem barreiras
Um dos modelos oferecidos é a handbike, um triciclo adaptado para ser pedalado com as mãos

O projeto Bike sem Barreiras realiza, neste sábado (08/01), a partir das 8 horas, sua primeira edição de 2022. Com passeios inclusivos, a iniciativa oferece uma nova realidade de lazer e integração com o espaço público às pessoas com deficiência física, mobilidade reduzida ou autismo. O projeto chegou à cidade por meio de uma parceria da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) com a Uninassau, que idealizou e coordena as ações em outras cidades do país, como Recife e Rio de Janeiro.

Realizado desde setembro do ano passado, o Bike sem Barreiras já está consolidado no calendário de esporte e lazer de Fortaleza. Os passeios inclusivos ocorrem quinzenalmente, de 8h às 12h, ao lado do Centro Cultural Belchior e em frente ao projeto Praia Acessível, na Praia de Iracema. Para participar, o cadastro deve ser realizado diretamente no local, sem necessidade de agendamento prévio.

A população tem acesso a três modelos de bicicletas adaptadas. Uma handbike, que é um triciclo adaptado para ser pedalado com as mãos; uma bicicleta dupla, pedalada por uma pessoa com deficiência visual e pelo monitor ou acompanhante; e a 'The Duet', uma bicicleta adaptada com uma cadeira de rodas no lugar da roda dianteira, voltada para usuários com tetraplegia ou deficiência múltipla com até 120 quilos.

Os usuários contam ainda com o suporte de profissionais e alunos do curso de fisioterapia da Uninassau, disponíveis para orientá-los e conduzir as bicicletas, quando necessário.

Projeto Bike sem Barreiras é opção de inclusão e lazer neste sábado (08/01)

O projeto, que promove passeios inclusivos para pessoas com deficiência física, mobilidade reduzida ou autismo, realiza sua primeira edição de 2022

bike sem barreiras
Um dos modelos oferecidos é a handbike, um triciclo adaptado para ser pedalado com as mãos

O projeto Bike sem Barreiras realiza, neste sábado (08/01), a partir das 8 horas, sua primeira edição de 2022. Com passeios inclusivos, a iniciativa oferece uma nova realidade de lazer e integração com o espaço público às pessoas com deficiência física, mobilidade reduzida ou autismo. O projeto chegou à cidade por meio de uma parceria da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) com a Uninassau, que idealizou e coordena as ações em outras cidades do país, como Recife e Rio de Janeiro.

Realizado desde setembro do ano passado, o Bike sem Barreiras já está consolidado no calendário de esporte e lazer de Fortaleza. Os passeios inclusivos ocorrem quinzenalmente, de 8h às 12h, ao lado do Centro Cultural Belchior e em frente ao projeto Praia Acessível, na Praia de Iracema. Para participar, o cadastro deve ser realizado diretamente no local, sem necessidade de agendamento prévio.

A população tem acesso a três modelos de bicicletas adaptadas. Uma handbike, que é um triciclo adaptado para ser pedalado com as mãos; uma bicicleta dupla, pedalada por uma pessoa com deficiência visual e pelo monitor ou acompanhante; e a 'The Duet', uma bicicleta adaptada com uma cadeira de rodas no lugar da roda dianteira, voltada para usuários com tetraplegia ou deficiência múltipla com até 120 quilos.

Os usuários contam ainda com o suporte de profissionais e alunos do curso de fisioterapia da Uninassau, disponíveis para orientá-los e conduzir as bicicletas, quando necessário.